Pernambuco alcança a maior redução de homicídios desde a criação do Pacto pela Vida

Pernambuco alcançou, em 2018, uma diminuição de 23,2% no número de homicídios, em relação a 2017, representando a maior redução nos registros de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) desde a criação do Programa Pacto Pela Vida, em 2007. Os números foram apresentados pelo governador Paulo Câmara, hoje, em entrevista à imprensa concedida no município de Caruaru, Agreste Central do Estado. No ano passado foram registrados 4.166 homicídios, contra 5.427 contabilizados em 2017 e 4.480 em 2016.

Em dados absolutos, a redução anual é a mais significativa dessa série histórica do PPV: 1.261 vidas foram salvas. Ainda de acordo com o balanço apresentado pelo governo, dezembro de 2018 foi 13° mês consecutivo de queda desse tipo de crime, com -22,7% em relação ao mesmo período de 2017.

 

AF News/Edmar Lyra/Foto: TV Asa Branca

Na PE-630, moradores de Ipubi tapam buracos com gesso e chamam a atividade de ‘Operação sem governo’

Taxistas cansados de esperar ações do governo do estado, acabaram chamando a população para uma atividade: Preencher os buracos da PE-630, que liga a cidade de Ipubi à Trindade, com gesso. A chamada “operação sem governo”, foi realizada na manhã do último sábado (12), com cerca de 25 pessoas.

Uma das principais rotas para o transporte do gesso na região do Araripe, há tempos não recebe a devida atenção do governo estadual, administrador da estrada. Os organizadores agradeceram a todos os voluntários envolvidos e aos comerciantes que contribuíram na alimentação dos trabalhadores.

AF News/Foto: Francisco Monteiro.

Governo de Pernambuco abre vagas para áreas da saúde, salários podem chegar até R$ 3,6 mil

As Secretarias de Administração e de Saúde de Pernambuco divulgaram o edital de uma seleção simplificada com 23 vagas e salários de R$ 3,6 mil. A seleção é para contratação temporária para atuar na Central de Regulação Ambulatorial e na Central de Regulação Hospitalar. Todas as vagas são para candidatos com ensino superior completo.

Ao todo, são vagas para 18 apoiadores institucionais para a Central de Regulação Ambulatorial e outras cinco para apoiadores institucionais para a Central de Regulação Hospitalar, na Secretaria Estadual de Saúde (SES). É preciso comprovar experiência prévia nesse tipo de trabalho.

A carga horária é de oito horas por dia, de segunda a sexta-feira, totalizando 40 horas semanais. Ao todo, 5% das vagas são destinadas a pessoas com deficiência. Há vagas para o Grande Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão do estado.

Clique aqui para ir ao edital.

AF News/G1/Foto: Reprodução.

Paulo Câmara: A maior promessa desse segundo mandato é novos postos de trabalho em Pernambuco

Começando o seu segundo mandato frente à governadoria de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), enfatizou novamente sua  garantia de que ele e sua equipe farão ações em todas as áreas para que “Pernambuco possa gerar novos postos de trabalho e devolver aos pernambucanos o que a crise do país tirou”.

No Brasil, já são quase 13 milhões de pessoas desempregadas. Segundo dados do IBGE, Pernambuco é um dos 14 estados do país que tiveram índice de desemprego superior a média nacional no terceiro trimestre de 2018. Em Pernambuco, 16,7% da população está sem emprego (cerca de 1,4 milhão de pessoas), índice superior em quase 5 pontos percentuais ao nacional, que foi de 11,9%.

 

AF News/Diário de Pernambuco/Foto: Reprodução.

Secretário de Desenvolvimento Agrário do estado pretende dinamizar a agricultura familiar

No Cidade em Foco da Rede Agreste de Rádios, o Secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto (PT), falou de sua expectativa à frente da pasta, agradeceu ao senador Humberto Costa e garantiu aos agricultores do Estado que o garantia safra está garantido para este ano.

O novo secretário falou sobre a missão da pasta. “Dinamizar a agricultura familiar, essa vai ser a minha principal missão, fazer com que a agricultura familiar seja potencializada no Estado, tendo em vista a quantidade enorme de trabalhadores que vivem dessa atividade e do papel estratégico que eles têm no fornecimento de alimento para todos nós”, disse.

Na oportunidade, o secretário assegurou que o Programa Garantia Safra estar com os recursos assegurados para 2019. “Vamos estabelecer o calendário de repasses desses recursos, para que a gente possa dar tranquilidade ao trabalhador rural e preparar a secretaria para os novos passos. A sensibilidade do governador, de imediato, já que me colocou em contato com o Secretario da Fazenda e já determinou que a gente conversasse para poder acertar o calendário. Nós não vamos ter quaisquer problemas em relação ao programa garantia safra”, disse.

 

AF News/Edmar Lyra/Foto: Reprodução.

Paulo Câmara quer dialogar de maneira amigável com o governo de Bolsonaro

O recém-eleito para seu segundo mandato de governador do estado, Paulo Câmara (PSB), afirmou nesta segunda-feira (7) que pretende criar canais de diálogo com o governo de Jair Bolsonaro (PSL). “Vamos buscar ampla relação com o governo federal, como sempre temos feito. Vou pedir uma audiência para apresentar os projetos do estado ainda hoje”, afirmou o Governador em entrevista ao jornal Bom dia Pernambuco.

Apesar de ter apoiado o candidato Fernando Haddad (PT) durante a campanha eleitoral, Câmara afirma que é preciso buscar diálogo com Bolsonaro, assim como mencionou no discurso de posse. “A eleição passou. Acabou. Agora a gente tem que trabalhar muito para Pernambuco. […]”, completou.

 

AF News/G1/Foto: Reprodução.

Secretário do governo Paulo Câmara assegura o Garantia Safra

Em apenas três dias à frente do comando da pasta de Desenvolvimento Agrário, o secretário Dilson Peixoto demonstra que está empenhado em cumprir a determinação do governador Paulo Câmara de fortalecer cada vez mais a agricultura em Pernambuco, reforçando o compromisso com os homens e mulheres do campo em todo o Estado. Em sua primeira ação como gestor de uma das mais importantes secretarias de governo, o novo secretário concentrou esforços para garantir pagamentos referentes aos aportes estaduais do Programa Garantia Safra, relativo à safra 2017/2018.

“Trazemos boas notícias para os nossos agricultores. O Governo de Pernambuco irá honrar com seus compromissos, efetuando os pagamentos dos aportes estaduais. Asseguramos que os pagamentos da região 2 serão liquidados até o dia 15 de janeiro”, esclareceu o secretário, que fez gestão pessoalmente junto ao chefe do executivo estadual.

Leia mais: Governador não paga Garantia Safra 

 

AF News/Edmar Lyra/Foto: Reprodução

Em seu primeiro ato público, Paulo Câmara viaja até o Sertão

O governador Paulo Câmara comandará, nesta sexta-feira (04/01), o primeiro ato do seu segundo mandato à frente do Governo de Pernambuco, renovando o compromisso e a priorização da gestão estadual com a sustentabilidade hídrica. No Sertão do Moxotó, o chefe do Executivo estadual vai assinar Ordem de Serviço para o início do Sistema Adutor de Custódia. A intervenção encerrará, quando finalizada, o quadro de pré-colapso no abastecimento de água em que a cidade se encontra, beneficiando 40 mil pessoas. Na ocasião, Câmara estará acompanhado de todos os secretários que compõem a nova equipe de Governo.

“As obras de água continuarão sendo uma prioridade no nosso segundo Governo. Vamos seguir investindo muito para fortalecer o abastecimento dos pernambucanos que convivem com dificuldades na área. E faço questão de levar todo o meu novo secretariado para a assinatura dessa Ordem de Serviço para reforçar que o nosso compromisso com a melhoria da qualidade de vida das pessoas tem que nortear o trabalho de todos os servidores do Governo de Pernambuco”, destacou Paulo Câmara.
O Sistema Adutor de Custódia será implantado a partir do Reservatório de Moxotó, em Sertânia, na mesma região, e levará água de qualidade para cerca de 40 mil custodienses. Ao todo, serão investidos R$ 31 milhões do Tesouro Estadual. A expectativa é de que as obras sejam concluídas em 12 meses.
Blog do Edmar Lyra/Foto: Aluísio Moreira

Governador não paga Garantia-Safra e agricultores perdem o benefício por 2 anos

Eleito para seu segundo mandato, o governador Paulo Câmara (PSB) já encontrou um problema que afetará cerca de 120 mil famílias pernambucanas que vivem na zona rural do Agreste ao Sertão.  Isso porque, o atual governador não pagou o Garantia-Safra, programa responsável por subsidiar a agricultura familiar e de subsistência caso haja estiagem ou escassez hídrica.

Além disso, o Governo Federal tornará os estados inadimplentes inabilitados para o Programa, safra 2018/2019. Ou seja, as famílias pernambucanas dependentes desse benefício ficarão sem o subsídio pelos próximos 2 anos.

AF News/Foto: G1

Governo Paulo Câmara: Secretários tomam posse no Recife

Os secretários que serão responsáveis pela administração e coordenação do segundo mandato do governador Paulo Câmara (PSB) foram empossados na quarta-feira (2 de janeiro), no Palácio do Campo das Princesas, sede do poder Executivo do estado.  Anunciados oficialmente no dia 28 de dezembro, a equipe composta por 27 pessoas – 24 homens e 3 mulheres –  terão 27 pautas, uma a menos comparada ao secretariado anterior.

O discurso ficou por conta do secretário da Casa Civil, Nilton Mota, que além de agradecer a nomeação, salientou o cumprimento das metas propostas pelo Governador para o bom funcionamento das pautas públicas. “Ninguém consegue vencer desafios sem correr riscos, a menos que não tenha coragem. No meio de todo esse turbilhão, vemos a coragem de um líder que ousou na gestão e foi sábio na política, para conduzir Pernambuco”, afirmou.

Lista dos novos secretários:

  • Administração: José Francisco Cavalcanti Neto, advogado;
  • Casa Militar: Carlos José Viana Nunes, coronel da Polícia Militar;
  • Chefia de Gabinete do governo do estado: Milton Coelho, advogado;
  • Gabinete de Projetos Estratégicos: Renato Thiebaut, bacharel em direito;
  • Casa Civil: Nílton da Mota Silveira Filho, administrador de empresas;
  • Assessoria Especial: Antônio Carlos Figueira, médico;
  • Defesa Social: Antônio De Pádua, delegado da Polícia Federal;
  • Desenvolvimento Econômico: Bruno Schwambach, economista;
  • Desenvolvimento Social: Sileno Guedes, economista;
  • Educação: Frederico Amâncio, administrador de empresas;
  • Fazenda: Décio Padilha, administrador de empresas;
  • Imprensa: Eduardo Machado, jornalista;
  • Justiça e Direitos Humanos: Pedro Eurico, advogado;
  • Meio Ambiente e Sustentabilidade: Antônio Bertotti, químico;
  • Micro e Pequena Empresa, Qualificação e Trabalho: Alberes Lopes, administrador;
  • Secretaria da Mulher: Sílvia Cordeiro, médica;
  • Planejamento e Gestão: Alexandre Rebêlo, administrador de empresas;
  • Saúde: André Longo, médico;
  • Infraestrutura: Fernanda Batista, engenheira civil;
  • Desenvolvimento Urbano: Marcelo Bruto, advogado;
  • Desenvolvimento Agrário: Dílson Peixoto, secretário de assuntos institucionais do PT;
  • Prevenção às Drogas: Cloves Benevides, ex-secretário de Criança e Juventude;
  • Turismo: Rodrigo Novaes, deputado estadual e advogado;
  • Cultura: Gilberto Freyre Neto, administrador de empresas;
  • Ciência, Tecnologia e Inovação: Aluisio Lessa, economista;
  • Controladora Geral do Estado: Érika Gomes Lacet, advogada;
  • Procurador-geral do Estado: Ernani Medicis, advogado.

AF News/G1/Foto: Reprodução.