“Ninguém pode nos taxar como ladrões”, foi assim que o vice-prefeito de Trindade, anunciou o seu rompimento com o prefeito Everton Costa

O caos na política de Trindade instalado de vez! O grupo do atual prefeito Everton Costa (PSB) perdeu aliados importantes, como o vice-prefeito Jaécio Sá e sua esposa, a vereadora Poliana Sá, que romperão definitivamente com o prefeito.

Em uma rádio local da cidade de Trindade-PE, o vice-prefeito Jaécio Sá anunciou o seu rompimento com o prefeito Everton Costa e se mostrou muito magoado com grupo e com prefeito.

– “Hoje o prefeito nos ver como lisos, como traidores! Todo tempo ele tem procurado nos descartar, quebrando compromissos que foram feitos perante pessoas da família, da minha casa e posteriormente em um restaurante que intermediamos o acordo político de 2012 e agora ele se manteve em silêncio, como que se tivesse acontecendo uma quebra de compromisso. Todos sabem que fomos de forma desprezível chamados de lisos, más com certeza ninguém pode nos taxar de ladrões ou corruptos, pois graças a Deus não temos esse perfil”, disse Jaécio.

Jaécio disse ainda que pessoas ligadas a ele estão sendo prosseguidas pelo gestor, algumas que tinham cargos, foram demitidas. Ele acha o ato deselegante e uma forma de deslealdade com ele e com a sua família. “Ele sabe que o nosso apoio foi muito importante para sua reeleição, a grande demonstração foi o fato da vereadora Poliana Sá ter sido a mais votada na história política de Trindade, esse resultado causou preocupação em muitas pessoas, que de forma rasteira querem barrar o nosso desempenho político”, fala Jaécio.

– “A partir de agora, nesse momento o partido do PSD em Trindade, composto por Jaécio Sá, pela vereadora Poliana Sá, o ex-vereador Juca Sá, com demais membros do partido e militantes políticos, não fazemos mais parte do grupo do prefeito Everton Costa. Vamos formar um novo grupo e uma nova esperança”, completou Jaécio Sá, vice-prefeito de Trindade.

 

Por Allyne Ribeiro/AF Newss/Foto: Reprodução

Em Pernambuco: Homem tenta matar mulher após ela pedir que ele tomasse banho

Um caso inusitado foi registrado pela Polícia Militar na madrugada do dia (12/01). Durante uma bebedeira envolvendo quatro pessoas, no bairro São Cristóvão, em Serra Talhada, um homem de 28 anos tentou atacar a sua companheira, de 20 anos, com golpes de faca.
Segundo a polícia, o motivo foi porque ela sugeriu que o esposo tomasse um banho.
“A gente tava bebendo e pedi que tomasse um banho, então ele pegou do nado uma faca na cozinha e correu em minha direção”, disse a vítima, em relato registrado no boletim de ocorrência. O agressor foi contido por populares.
Mas a confusão continuou logo em seguida.
De acordo com a PM, um segundo homem que se encontrava dormindo na residência, acordou agressivo e começou a quebrar os objetos da casa e a chutar portas, ameaçando, inclusive, os policiais.
Ambos estavam com sinais de embriaguez alcoólica. O caso foi registrado como violência doméstica, embriaguez, ameaça e desacato.
Fonte: Farol de Notícias

Governo de Pernambuco honra compromisso com os agricultores, efetuando pagamento do Garantia-Safra

Boa notícia para os agricultores familiares de Pernambuco. O Governo do Estado honrou o compromisso assumido com os homens e mulheres do campo, efetuando o aporte de valores para as duas regiões do semiárido (Agreste e Sertão) beneficiadas com o Programa Garantia-Safra (Safra 2017/2018). Ao todo, serão injetados na economia das duas regiões um montante de R$ 102 milhões.

A assinatura da ordem de pagamento, no valor integral de R$ 12.4 milhões, foi feita nesta segunda-feira (14/01) pelo secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto. Dessa forma, ao cumprir com as regras do programa e efetuar o pagamento dos aportes necessários, o Governo de Pernambuco se mantém apto a continuar nas próximas safras. No total, deverão ser atendidos 103 municípios, sendo 50 do Agreste e 53 do Sertão, podendo beneficiar até 120 mil famílias da zona rural.

A resposta positiva aos agricultores pernambucanos foi possível graças ao empenho do secretário, que assumiu recentemente a gestão da pasta com a missão de avançar na execução de ações e projetos para o fortalecimento da agricultura e da pecuária no Estado, com um olhar especialmente voltado à agricultura familiar, conforme determinação do governador Paulo Câmara. “O Governo do Estado cumpriu com o seu compromisso. Agora, o próximo passo é acompanharmos de perto os trâmites em Brasília a respeito do processo de verificação de perda dos municípios aderidos e a liberação do pagamento por parte do Governo Federal”, assegurou o secretário Dilson Peixoto.

O Garantia Safra é um programa estratégico para Pernambuco, construído com a participação do Governo Federal, Estadual, Municipal e agricultores familiares. O programa é um benefício no valor de R$ 850, pago em 5 parcelas, aos agricultores familiares que perderam suas lavouras por conta de catástrofes climáticas, como excesso ou escassez de chuvas.

Cidadão poderá ter até seis armas, revela deputada aliada de Bolsonaro

A deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL) antecipou alguns pontos que estarão no decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a regulamentação do porte de armas no Brasil. A expectativa é que o documento seja divulgado nesta terça-feira (15).

No Twitter, a jornalista postou que o decreto vai permitir que cada cidadão tenha até seis armas.

Governo começou a preparar plano para o Nordeste

O governo Jair Bolsonaro começa ontem, segunda-feira (14) a preparar as primeiras ações de seu plano para o Nordeste. Uma reunião na Casa Civil, comandada por Onyx Lorenzoni, vai reunir titulares de diversas pastas com o objetivo de elaborar medidas concretas para serem submetidas ao presidente. A movimentação ocorre depois de aliados terem manifestado ao presidente a necessidade de o governo começar a apontar políticas para a região para sinalizar não haver rancor com o fato de Bolsonaro ter sido derrotado na eleição no Nordeste, onde todos os governadores, inclusive, são de oposição.

Até agora, a proposta mais vistosa verbalizada pelo presidente é de buscar cooperação tecnológica com Israel para dessalinizar água. A Embrapa já possui um projeto na região que aproveita águas de poços, enquanto que a tecnologia de Israel é empregada, sobretudo, para água do mar. Um técnico do governo que participará da reunião afirma que este tipo de tecnologia israelense não teria muita viabilidade para aplicação no sertão nordestino.

Participarão da reunião os ministros do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, da Agricultura, Tereza Cristina, e de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Não há previsão de que o presidente compareça porque o trabalho ainda está em fase inicial. A ideia é que cada pasta apresente suas primeiras contribuições para a elaboração de um plano envolvendo diferentes áreas. Somente após as medidas já estarem mais estruturados haverá uma apresentação ao presidente.

Políticos da região que apoiaram Bolsonaro fizeram chegar ao presidente descontentamento com o fato de políticas para o Nordeste não terem recebido atenção nos primeiros dias da nova gestão. Eles afirmam ser urgente o governo emitir sinais de que pretende investir na região justamente na tentativa de enfraquecer a oposição dos governadores.

Na semana passada, o governo enviou a Força Nacional de Segurança Pública ao Ceará atendendo a um pedido do governador Camilo Santana (PT) após uma onda de ataques do crime organizado. Ao falar sobre o auxílio, Bolsonaro enfatizou o fato de ter tomado a medida mesmo o estado sendo governador pela oposição. A ideia de aliados é que a apresentação de mais ações para a região permita ao governo ganhar terreno no campo político para disputas políticas futuras. Com informações de O Globo.

95% dos municípios em Pernambuco poderão ter acesso facilitado a armas

Três em cada quatro brasileiros poderão ser incluídos no decreto que o governo Jair Bolsonaro está preparando para facilitar a posse de arma de fogo. O presidente estuda associar a liberação simplificada para quem mora em cidades onde a taxa de homicídios por 100 mil habitantes é maior que 10. Levantamento do jornal O Estado de S. Paulo com base em dados do Ministério da Saúde mostra que, nesse caso, a medida atingiria 3.485 das 5.570 cidades, ou 62% dos municípios do País, onde vivem 159,8 milhões de pessoas (76% da população brasileira).

A Polícia Federal, além de documentos e exames psicológicos e de capacidade técnica, exige hoje que o cidadão apresente justificativa de “efetiva necessidade” para a posse de arma – o que permite ter o equipamento dentro de casa ou de estabelecimento comercial. O decreto de Bolsonaro deverá dizer o que objetivamente seria uma justificativa aceitável. Uma das ideias em estudo, segundo revelou o próprio presidente, seria afrouxar essa “efetiva necessidade” nessas cidades violentas. Assim, o cidadão que requerer na PF a arma nesses lugares, em tese, veria o processo andar mais rápido.

Nordeste                                      

A maior parte dos Estados do Norte e Nordeste, por exemplo, veria uma grande parcela das suas cidades serem afetadas. Em Pernambuco, por exemplo, 95,7% dos 185 municípios poderão ter acesso facilitado a armas. No Acre (95,4%), Alagoas (92%), Pará (90%), Sergipe (89%), Ceará (88,5%) e Amapá (87,5%), o porcentual também é elevado.

As cidades que poderão ter as regras alteradas, além de compreender parcela significativa da população, concentram 94% dos homicídios. Na outra ponta, São Paulo (36,1%), Piauí (39,2%) e Santa Catarina (40%) têm a menor proporção de cidades violentas. A cidade de São Paulo seria a única capital a não ser englobada pela medida.

A reportagem analisou dados preliminares referentes a 2017 registrados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. Esse registro engloba várias causas de mortes intencionais, como arma de fogo, arma branca (faca) e agressões corpo a corpo. O dado, porém, não inclui mortes causadas em ações policiais, que em alguns Estados, como São Paulo e Rio, podem ser significativas ante o total de homicídios.

Como o Ministério da Justiça não produz dado atualizado e completo sobre violência, a expectativa é de que Bolsonaro se baseie nos dados do Ministério da Saúde. Com eles, o Instituto Nacional de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) produz o Atlas da Violência, que também poderá ser usado.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o coordenador do Atlas, o economista Daniel Cerqueira, criticou ontem a eventual escolha do método. Segundo ele, pode haver distorções. “O governo tem de explicar a escolha desse parâmetro (taxa acima de 10 por 100 mil). O que vai ser dito para a cidade que tem 9 homicídios por 100 mil? E as cidades pequenas que tiveram dois assassinatos e, mesmo assim, têm taxa acima de 10?”, disse. “Além disso, pode haver distorções, já que há uma quantidade considerável de mortes por causas indeterminadas.”

O pesquisador critica também o aspecto geral da medida. “Se o Estado está interessado em reduzir a violência, deveria olhar para as evidências científicas e não passar por cima dos estudos Armar a população vai jogar mais lenha na fogueira dos homicídios e agravar a miséria da segurança pública atual.” A medida, defende Bolsonaro, garante o direito da população em ter uma arma para legítima defesa. Poderá, segundo o presidente, fazer frente à violência crescente nas cidades.

Estadão Conteúdo/Foto: Reprodução

Confira as vagas de emprego na Agência do Trabalho em Araripina

Confira as vagas de emprego que estão disponíveis na Agência do Trabalho de Araripina para esta sexta-feira (11). Aproveite essa oportunidade e vá até à Agência do Trabalho apresente o seu currículo e comece 2019 com emprego novo.

Agência do Trabalho de Araripina – SINE – PE / Rua Joaquim Alexandre Arraes, 80 – Centro Araripina / PE – CEP: 56.280-000/ Tel.: (87) 3873-8385 / 8381. Atendimento ao público: das 07h00min às 13h00min.

VAGAS FUNÇÃO ESCOLARIDADE EXPERIÊNCIA OBSERVAÇÕES
01 Técnico em Enfermagem Médio completo
05 Vendedor pracista Fundamental completo Disponibilidade diária para visitar clientes
01 Pedreiro Fundamental incompleto 6 meses
01 Pintor Fundamental completo 6 meses
01 Açougueiro Fundamental completo 6 meses
01 Operador (a) de acabamento Médio completo 6 meses Realizar acabamento em serviços gráficos e impressões
01 Vendedor de medicamentos Médio completo 6 meses Possuir veículo próprio e CNH
04 Agente de credito Médio completo 6 meses Experiência com empréstimos consignados ou microcrédito
01 Técnico de O&M Médio completo Vaga para pessoa com deficiência | Curso técnico em eletromecânica, mecânica ou correlatos

Acusado de homicídio em Bodocó é preso em São Paulo depois de 22 anos foragido

Após levantamento do *NIS-4/7°BPM-9ªCIPM da PMPE* através do Programa de Contenção ao Crime , e troca de informações com o *Serviço de Inteligencia da PMESP*,  foi encontrado evidencias de que um homem procurado pela justiça Pernambucana poderia estar residindo naquele estado.
Após alguns dias de monitoramento, e utilizando técnicas de inteligência, o indivíduo foi capturado na cidade de Campinas-SP na tarde desta Terça (08/01/2019), pela equipe de policiais da BPRv da PMESP.

*Augusto Cesar de Carvalho* é acusado de ter cometido um Homicídio na cidade de Bodocó, no Sertão de Pernambuco, há 22 anos, no dia 13/01/1997, que vitimou GERALDO CAZUZA DA SILVA.

O foragido foi capturado próximo a passarela da SP 330 Km 104.
Em busca pessoal nada de ilícito foi localizado, onde o averiguado apresentou o RG 62571817-3 SSP/SP com o Nome de Augusto César Ferreira de Carvalho nascido em 20/02/1978 que após conversa com a equipe revelou que seu nome correto era *Augusto César de Carvalho nascido em 01/10/1978* e que fugiu de seu Estado por estar Procurado pela Justiça pelo crime no ART. 121 do CP, conforme mandado de prisão N° 0000014-47.1997.8.17.0290.01.0001-21 expedido em 11/03/1998 com  validade até 11/03/2048.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão em desfavor do mesmo, sendo conduzido à 2ª Seccional de Campinas-SP, onde ficara à disposição da Justiça.

 

CENTRAL 9ª CIPM

Projeto ‘Brincando nas Férias’ abre inscrições em Araripina

Entre os dias 14 e 18 de janeiro, o município de Araripina, no Sertão de Pernambuco, receberá o projeto ‘Brincando nas Férias’, do Sesc. A programação é voltada para crianças de 6 a 11 anos que estão em período de recesso escolar. Serão oferecidas atividades recreativas, esportivas e artísticas. As inscrições custam R$ 100 e podem ser feitas até esta sexta-feira (11) no Ponto de Atendimento do Sesc Ler da cidade. Dependentes de trabalhador do comércio, de bens e serviços pagam R$ 50.

O tema do projeto é ‘Música para os meus ouvidos’, e evidenciará os ritmos pernambucanos através de brincadeiras e oficinas para as crianças. As atividades serão realizadas sempre das 09h às 16h, todos os dias.

O Sesc Ler Araripina fica localizado na Rua Vereador José Barreto de Alencar, sem número, no Centro da cidade. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (87) 3873-0812.

Lei determina que sejam preferenciais todos os assentos de veículos de transporte entre municípios em PE

Uma lei determina que, em Pernambuco, todos os assentos dos veículos de transporte coletivo rodoviário intermunicipal sejam preferenciais. Sancionada pelo governador Paulo Câmara (PSB), a lei foi publicada no Diário Oficial do Poder Legislativo desta quinta-feira (10).

De acordo com a Lei nº 16528, têm prioridade a todos os assentos dos ônibus intermunicipais idosos com idade a partir de 60 anos, mulheres grávidas, passageiros com crianças de colo e pessoas com necessidades especiais ou mobilidade reduzida.

O projeto que originou a lei é de autoria do deputado Humberto Cavalcanti (PTB). Apesar da mudança, a configuração dos assentos prioritários presentes nos veículos deve ser mantida, sem haver necessidade de estender os símbolos de identificação para os outros assentos.

Também fica determinado que as empresas devem fixar nos veículos um informativo sobre a medida. A lei entra em vigor após 90 dias da publicação.

Por meio de nota, a Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI), que gerencia o Sistema de Transporte Público Intermunicipal de Passageiros, afirmou que “irá notificar as empresas do sistema regular de transporte coletivo intermunicipal acerca do cumprimento da nova lei”.

Ainda no texto, a EPTI disse que “entende que a nova medida irá ampliar as prioridades vigentes” na instrução normativa 004/2018, de 28 de agosto, que foi editada pela empresa “na intenção de acompanhar diretrizes de leis federal e estadual”.

G1/Foto:Reprodução