PT traiu aliado para favorecer inimigo golpista e de quebra ajuda Armando

A atitude do Partido dos Trabalhadores – PT em retirar a candidatura da vereadora Marília Arraes ao Governo de Pernambuco mostrou o quanto o partido é vingativo e sem noção. Como é que um partido tem um candidato a governo no estado, com chances de vencer as eleições, faz uma manobra dessas para tirar qualquer apoio do PSB a Ciro Gomes. A chamada vingança burra!

Paulo Câmara junto com o PSB esteve na articulação do “Golpe” contra a ex-presidente Dilma. O PSB foi o quarto partido que mais teve votos a favor do Impeachment de Dilma, foram 29 votos.

O apoio do PT à reeleição de Paulo Câmara em Pernambuco é um abraço com inimigo e traição com aliados de muitos anos, como é o caso de Ciro Gomes. Ao mesmo tempo o partido não pensou que estaria prejudicando Marília e favorecendo o velho aliado Armando Monteiro, também boa parte de alguns deputados que apoiaram e ajudaram a retirar a ex-presidente Dilma do poder. Como é o caso dos deputados Fernando Filho (DEM), Mendonça Filho (DEM), Bruno Araújo (PSDB), o senador Fernando Bezerra Coelho, assim também como alguns partidos que fazem parte da coligação de Armando.

Armando é o único que pode sair ganhando com a retirada de Marília, pois a própria Marília já disse que não sobe em palanque de Paulo Câmara.

Araripina em Foco/eleições 2018/Damião Sousa/Foto: Reprodução