PSDB dá início à convenção

A convenção do PSDB que vai aclamar o governador paulista Geraldo Alckmin presidente do partido pelos próximos dois anos teve início neste sábado (9) por volta das 9h20.

Até a última atualização desta reportagem, Alckmin ainda não havia chegado ao centro de eventos de Brasília no qual está sendo realizado o evento partidário.

Apesar de o PSDB viver indefinições em relação à participação no governo Michel Temer e ao apoio à reforma da Previdência, integrantes da cúpula do partido afirmaram ao G1 que não serão tomadas na convenção decisões em relação a esses dois assuntos.

A ascensão de Alckmin à presidência do PSDB é vista por tucanos como uma tentativa de unificar a legenda, que rachou nos últimos meses em razão de divergência sobre o apoio ao governo e também por conta das denúncias contra o presidente licenciado da sigla, o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Geraldo Alckmin será o quarto tucano a comandar o partido em 2017. Em maio, Aécio se licenciou da presidência do PSDB após a divulgação de gravação na qual ele pede R$ 2 milhões ao executivo da JBS, Joesley Batista.

O senador Tasso Jereissati (CE) ficou na presidência interina da sigla até o início de novembro, quando foi destituído por Aécio. Também provisoriamente, Alberto Goldman assumiu o cargo até a eleição na convenção nacional.

Aclamação

Após acordo feito entre os membros do partido, Alckmin será candidato único para assumir a presidência do PSDB. A votação, prevista para o fim da manhã desde sábado, será feita de maneira eletrônica, com comprovante em papel para dupla checagem do resultado. Um total de 580 membros da sigla estão habilitados a votar.

Para o líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), o nome de Alckmin traz unidade partidária após crises vividas pelo partido, como a denúncia contra Aécio e o racha sobre a permanência da sigla no governo.

“A convenção é um reestabelecimento da unidade do partido e de suas lideranças. O consenso que se formou entorno do governador Geraldo Alckmin é uma demonstração de que ele produz unidade partidária”, afirmou.

Programação

O resultado da votação que oficializará Alckmin presidente do PSDB deve ser divulgado após o meio-dia.

Até o anúncio, estão programados discursos de políticos tucanos de todas as esferas. As falas dos principais expoentes do PSDB devem ocorrer após o resultado da eleição.

Além da primeira manifestação de Alckmin como presidente eleito do PSDB, estão previstos discursos, entre outros, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do presidente interino da legenda, Alberto Goldman.

O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o senador Tasso Jereissati (CE), que abriram mão de disputar a presidência da sigla em favor de Alckmin também devem discursar no evento deste sábado.

Deixe uma resposta