PMDB vai rachado para a convenção de hoje

O PMDB pode passar batido, hoje, na tentativa de mudar a imagem da legenda, manchada com tantos escândalos de corrupção nos últimos anos. Dez diretórios estaduais pediram o adiamento da convenção nacional, que será realizada em Brasília, mas foram derrotados. O encontro será realizado das 9h às 13h, e pode interferir diretamente no PMDB estadual, que enfrenta uma disputa interna entre os grupos do senador Fernando Bezerra Coelho, filiado no dia 6 de setembro, e do deputado federal Jarbas Vasconcelos

Se a cúpula da legenda tiver o poder de dissolver os diretórios estaduais sem burocracia, como o de Pernambuco, o PMDB ficará sob o controle de FBC e o governador Paulo Câmara (PSB) perderá, em 2018, um dos principais partidos aliados. Os próximos passos também podem decidir o futuro político de Jarbas e do vice-governador Raul Henry, que lutam pela permanência da legenda na base de Paulo.

A reunião nacional objetiva resgatar o nome da legenda: MDB. Mas esse não é o motivo real de desconforto das lideranças históricas. Nesse evento, a executiva nacional quer mudar o estatuto da sigla para promover intervenções nos diretórios estaduais “rebeldes”, como o de Pernambuco, e definir os critérios da distribuição do fundo eleitoral de financiamento de campanha.

A cúpula quer controlar as regras de repartição dos recursos entre os candidatos até março de 2018, o que também vai deixar os postulantes aos cargos de deputados estaduais, federais, senadores e governadores na dependência total de sua direção.  (Do Diario de Pernambuco)

Deixe uma resposta