Álvaro Dias lança pré-candidatura presidencial no Rio

O senador Álvaro Dias (Podemos) aproveitará a filiação do ex-jogador de futebol e deputado estadual Bebeto ao partido para realizar o ato de lançamento da sua pré-candidatura à Presidência da República, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (17). O evento também reforça o projeto do senador Romário (Podemos), responsável pela entrada no partido do ex-companheiro de seleção brasileira, para o Governo do Rio de Janeiro. A legenda recém-formada busca atrair quadros em todo o País para se tornar um player forte nas eleições de 2018.

“O Podemos tem um projeto importante para o País. As candidaturas do senador Alvaro Dias à Presidência da República e do senador Romário ao governo do Rio de Janeiro aproximarão mais o partido da população”, afirmou a presidente nacional do Podemos, Renata Abreu.

Lideranças regionais também estarão presentes ao ato de filiação do deputado Bebeto; entre elas as prefeitas de Quissamã, Maria de Fátima Pacheco; Saquarema, Manoela Peres; assim como o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva. Também confirmaram participação os deputados federais Ezequiel Teixeira, Luiz Carlos Ramos (Chapéu), Sérgio Zveiter e Lourival Gomes; e os estaduais Chiquinho da Mangueira, Dica e Geraldo Moreira.

CURTAS

 

  • Os novos policiais que vieram para compor a “Companhia Independente da Polícia Militar em Araripina” chamam bastante atenção pelo boné laranja que usam parecendo adereço representativo do Partido Socialista.
  • Em entrevista do ex-prefeito de Araripina, ele fez acenos para o Médico Aluízio Coelho e o ex-vereador Tião do Gesso dando a impressão de que eles estão no palanque em apoio à reeleição da sua esposa, a deputada socialista. Aluízio Coelho garantiu que a conversa entre eles, pode virar discursos em palanques opostos.
  • A máquina federal já dar demonstração que vem como rolo compressor na máquina estadual principalmente em Araripina. Primeiro o Ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou investimentos na ordem de R$ 15 milhões; depois o Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, liberou recursos de emendas totalizando R$ 2,5 milhões para Saúde e obras de infraestrutura no Município. Enquanto isso, o governo do Estado que prometeu reformar o local que abrigaria a 9º CIA Independente de PM em Araripina (o Hotel Pousada do Araripe), parece que não vai cumprir a promessa, já que trouxe o policiamento para atuar de forma ostensiva, e o acomodou no Batalhão da PM ou 2ª Cia de PM no Município.
  • Se o PP abocanhar a indicação do Ministério das Cidades e emplacar o atual presidente da Caixa, Gilberto Occhi, no posto, como fica a base do partido em Pernambuco, já que a agremiação faz parte da base aliada de Paulo Câmara, isto é, do PSB, que tanto abomina o governo de Michel Temer?
  • Parece que a chuva que caiu em Nascente hoje (14) e encheu vários açudes para atender as comunidades daquele distrito de Araripina, foi bondosa com o prefeito do Município que mandou fazer a limpeza em vários mananciais que agora estão abastecidos. Enquanto isso em outro local, não se tem notícia de chuvas para que a deputada socialista possa enfim comemorar. Quem sabe uma dança do índio não resolva.

Procurador do MP de Contas de SC reconhece que a maioria deles, são instituições capturadas pelo pior do que há na política brasileira

 

Reprodução / Internet

Os tribunais de contas brasileiros hoje, ou a maior parte deles pelo menos, são instituições capturadas pelo que há de pior na política brasileira.

Para ele, iniciativas da sociedade civil sejam elas individuais ou coletivas, como da Ong Observatório Social de São José, é que podem virar o jogo contra a corrupção.

– Em vinte anos de atividade pública, de controle público, é a primeira novidade realmente alvissareira que eu enxergo, surgindo no horizonte do controle público.

Diogo Roberto Rigenberg

Procurador do Ministério Público de Contas de SC

Em Araripina, sertão de Pernambuco, nos anos de 2013 a 2016, os órgãos de fiscalização incluindo o MP de Contas, entre outros, fecharam os olhos para o que de pior aconteceu no Município, que afinal, culminou com uma Operação chamada PARADISE, que até hoje ninguém nunca soube o resultado do inquérito que provavelmente envolvia crimes de desvios de recursos da educação.

O município virou o retrato do abandono, mas com miragens que ostentam a força devastadora da falta dos órgãos de controle do Estado, que pecaram por não fazer justiça como poder imparcial, demonstrando ao menos interesse em mostrar a sociedade araripinense, quem realmente eram os culpados de uma operação da PF e da CGU, que virou chacota para os políticos de plantão.

 

RETALIAÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO TAMBÉM É EVIDENTE EM ARARIPINA.

Vendo as altercações entre o Prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (ainda filiado ao PSB) e o Deputado Lucas Ramos (PSB) sem querer colocar no caminho das polêmicas o vereador de oposição Paulo Valgueiro (PMDB) aliado do ex-prefeito Júlio Lóssio, porque compreende-se que ele cumpre o seu papel de opositor, podemos fazer um paralelo do que hoje sofre o município de Araripina com relação ao olhar enviesado do governo Paulo Câmara (PSB) não para o prefeito Raimundo Pimentel (PSL), mas para o povo Araripinense, que no meio da retaliação do Governo do Estado com o Município, sofre com a falta de investimento que de forma retalhada (um barragem ali, outro barreiro acolá e só) tem sido entregue nas mãos da deputada do partido do governador. Todos nós a conhecemos bem. Ela o seu esposo, o ex-prefeito de Araripina, que tiveram tudo para transformar o Município em um canteiro de desenvolvimento e infelizmente agora depois de entregar uma cidade literalmente acabada e destruída, tenta através dessas “obrinhas eleitoreiras e enganadoras” ludibriar a cabeça do povo. Não sei se não vai conseguir porque a velha história de que o jornal velho só serve para embrulhar peixe na feira, pode ser ainda uma verdade. Sofremos com as malandragens dos políticos, mas em ano de eleição esses malandros sempre nos enganam.

O prefeito de Petrolina Miguel Coelho disse em entrevista que desde que o seu pai, o senador da República, Fernando Bezerra rompeu declaradamente com o governo do Estado, os pleitos do Município não estão sendo atendidos. Em defesa do Governador Paulo Câmara, o aliado e partidário Lucas Ramos, afirma que a postura contraditória do Prefeito de Petrolina que antes via o governo como parceiro elogiando as ações desenvolvidas no Município, ficou evidente.

Uma guerra política velada para o próximo ano pode colocar no meio dessa briga o Palácio do Planalto, que aliás, começou também a retaliar os infiéis da base que votou contra Temer no Plenário da Câmara, e a favor do prosseguimento da denúncia. Nesse caso, como o próprio Governo do Estado de Pernambuco tem retaliado de maneira aberta os seus adversários políticos, os aliados pernambucanos do presidente Temer que incluem, o Ministro da Educação, Mendonça Filho, o Ministro das Cidades Bruno Araújo, o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, o Ministro das Minas e Energia, Fernando Filho, podem criar a mesma situação que vem sendo adotada pelo PSB (declaradamente adversário do Governo Temer), partindo da premissa de que o jogo político é esse mesmo: quem tem vez são os aliados. O próprio prefeito de Petrolina Miguel Coelho confessa que, como o Governo do Estado passou a olhar a cidade com viés discriminatório, que a alternativa encontrada foi buscar recursos no Governo Federal, já que conta com um pai no senado, e um irmão em um dos ministérios.

O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, que tem sofrido com os recursos reduzidos dos repasses federais, inclusive o próprio afirmou em entrevista a duas emissoras de rádios local, e isso tem sido uma queixa da maioria dos prefeitos do Brasil, ainda enfrenta a oposição acirrada daqueles que são aliados do Governador, que entregaram o Município devastado (frisando novamente) e que nunca foram incomodados durante a gestão do PSB pelos órgãos que hoje montam QG para monitorar tudo. Isso explica além das reuniões esporádicas compactuadas com o Governo e a deputada socialista que vem sendo realizadas (eles se escondiam quando estavam no controle do Município) em todos os recantos do Município, com máquinas para limpar barreiros, cavar barragens, limpar estradas, um verdadeiro arsenal de um governo paralelo (parece até guerrilha) que tira e afronta a autonomia da gestão municipal eleita democraticamente nas urnas. Nesse caso, a proximidade que sempre pautou politicamente o Prefeito Raimundo Pimentel, o vereador Evilásio Mateus e o Ministro Fernando Filho, a única porta de saída para que Araripina tome a mesma atitude da qual foi preciso tomar a prefeitura de Petrolina, já que o governo do Estado declarou guerra aos seus adversários sem olhar que no meio da sua artilharia pesada existem populações que enfrentam um seca terrível há quase seis anos seguidos, o passo é procurar os aliados no governo Federal para minimizar os efeitos desse jogo bélico político que um “GOVERNO ELEITO PARA ATENDER A TODOS” resolve fazer política apenas para “ALIADOS”.

Não sou afeito a defender político, mas sempre existe um limite, uma tolerância para entender que nas coxias do Partido do Governo do Estado, é essa política mesquinha que impera, desde o falecido ex-governador Eduardo Campos (morto em um acidente aéreo em 2014), que controlava o estado como uma extensão de sua casa. É fato. Mesmo que eu compreenda e admita que o Pernambuco de “Dudu” é totalmente diferente do que atualmente estamos vivenciando. E afinal, eu posso afirmar com propriedade que sempre militei e milito em um mesmo grupo político, desde quando democraticamente exerci a minha cidadania como eleitor. Portanto, tenho ciência do que falo, do que defendo, e do que vejo como injusto. A política que estão tentando fazer em Araripina, por pessoas inidôneas politicamente, não pode submeter o nosso povo a esse vexame que passou como vendaval e ao invés de alavancar o nosso desenvolvimento, atravancou os passos que deveríamos dar rumo a busca da nossa eterna e outrora Princesa do Sertão.

Em Araripina, militantes defendem pré-candidatura de Bolsonaro a presidente

Um grupo de militantes e simpatizantes do deputado federal Jair Bolsonaro resolveu prestar uma homenagem ao parlamentar e ao mesmo defender a sua pré-candidatura a presidente do Brasil.

Médicos, professores, profissionais liberais, comerciantes, estudantes universitários e jovens, entre outros colocaram a tropa na rua e estão em busca de novos aliados políticos com o objetivo de divulgar e defender o nome de Jair Bolsonaro para o principal cargo eletivo do país.

De forma diferenciada – como tem sido a campanha de Bolsonaro – eles se uniram e financiaram um “outdoor” na cidade mostrando o pré-candidato e as suas frases de efeito, como “Honestidade não é virtude, é obrigação”. A peça publicitária foi paga pelos seguidores de Bolsonaro em Araripina e eles fazem questão de dizer que “esse é um fato único no Brasil, onde os eleitores financiam a campanha do candidato”.

Blog do Martinho Filho

Roberta Arraes disse que não está preocupada com quem será seu federal

Recentemente saiu uma nota no blog de Inaldo Sampaio especulando que o grupo do ex-prefeito de Araripina, Alexandre Arraes (PSB), poderia não apoiar João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos. O projeto do Palácio é eleger João Campos como o mais votado do partido, e para isso conta com as bases de apoio e a força da máquina, que vai dá toda carga no herdeiro político de Campos.

Em resposta a coluna do Bloqueiro Inaldo Sampaio, a deputada estadual Roberta Arraes (PSB), disse que está exercendo o seu mandato na Assembleia Legislativa em sintonia com o governador Paulo Câmara e que não está preocupada com quem será seu deputado federal nas eleições de 2018.

 

 

Comissário Alexandre Campelo de Araripina manifesta apoio a Jair Bolsonaro para presidente em 2018 e diz que irá se filiar ao patriota

O comissário de polícia da delegacia de Araripina,Alexandre Campelo, manifestou publicamente sua intenção de apoiar e votar em Bolsonaro candidato do partido Patriota nas próximas eleições para presidente em 2018.

Alexandre sempre esteve participando do cenário político de Araripina e da região. Diante do atual cenário político nacional, o candidato Jair Bolsonaro por ser ex-militar tem ganhado bastante adesões de policiais e de pessoas que desejam a ordem e a responsabilidade com a coisa pública.

O diretório estadual do Patriota estará em breve, ainda em 2017 realizando um grande ato de filiação e manifestação popular em Araripina e região para receber os novos filiados.

Por Portnnalli Casa de Abelha

Câmara Araripina: Sindicalista Antônio Barros é agraciado com título de cidadão araripinense

A CÂMARA DE VEREADORES DE ARARIPINA, Estado de Pernambuco, no uso de suas atribuições legais, FAZ SABER que esta Câmara de Vereadores DECRETOU a seguinte Lei:

Art. 1º – Fica Concedido “Título De Cidadão Araripinense”, nos termos do Inciso XII, do Artigo 25 do Regimento Interno desta Câmara Municipal e dá Legislação pertinente, ao Sr. ANTONIO BARROS.

O projeto de Lei é de autoria do vereador Roseilton Oliveira, e teve aprovação de todos.

Biografia de Antônio Barro        

Nascido em 31 de maio de 19544, no sítio Água Branca, Município de Ouricuri, registrado no povoado na época “Munduri”. Hoje a cidade de Santa Filomena.

Filho de Maria Gomes da Silva e Francisco Barros Sobrinho, ambos natural de Ouricuri-PE.

Aos três anos de vida seus pais foram morar em Osasco – SP, depois de alguns anos, voltaram de São Paulo para o Sítio Água Branca de onde tinha saído.

Antônio não demorou muito tempo e voltou para São Paulo e por lá ficou. Um certo dia visitando um parente, encontrou aquele que mais tarde seria sua esposa e após seis meses se casaram, se passaram 10 anos e Antônio que não conhecia nenhuma cidade do seu estado resolveu conhecer o pai da sua esposa e voltar ao sítio onde nasceu. Conheceu as cidades de Trindade, Ouricuri e Petrolina. Mas foi por o Moraes que ele se apaixonou e tanto foi essa paixão que desde 06 de março de 1988 que mora na mesma casa.

No movimento sindical está com 04 mandatos consecutivos. Em 2008 foi candidato a vereador e obteve 506 votos, é radialista a 14 anos, passou por as seguintes rádios; Rádio Grande Serra AM e FM, Rádio Arari FM, Rádio Líder FM e atualmente Rádio Nossa FM.

Pai de duas filhas e dois filhos, avô de 8 netos.

Araripina em Foco/Damião Sousa/Foto reprodução do facebook

OPINIÃO: PROPAGANDA ENGANOSA. PARTE 2

Quero aqui fazer uma ressalva e corrigir um engano do qual me fora atribuída como incapacidade insuficiente para utilizar-me das ferramentas tecnológicas e identificar a veracidade dos fatos. Sou réu confesso no meu erro, porém, como o projeto de lei foi publicado só agora no dia 02 de agosto na página de uma das deputadas representantes do Araripe, especificamente a deputada do PSB, projeto lei que disponibilizo aqui PROJETO LEI QUE CRIA A CIA INDEPENDENTE DE ARARIPINA em PDF para download, e que prova que a informação é recente, bem que poderia ter sido divulgado muita antes nas redes sociais. Se foi postado, eu não vi. Fica difícil acessar a página da ALEPE para procurar os “inúmeros projetos” defendidos na casa pela então deputada em defesa do povo sofrido e do sertanejo.

Sabemos que a insegurança não é só em Pernambuco, isso é fato, mas tínhamos um dos melhores programas para combater e enfrentar a criminalidade, e ele está praticamente paralisado, desacreditado. O secretário estadual de Cidades, Francisco Papaléo, teve o carro roubado; o promotor de Justiça, Marcellus Ugiette, foi assaltado com uma arma na cabeça (ação corriqueira para muitos pernambucanos); e agora o carro do deputado Romário Dias (PSD), aliado do governo, foi alvejado com vários tiros. Quer dizer, a redoma que protegia as autoridades não existe mais. O barco é o mesmo e repito: não adianta tentar querer fazer “marketing político” com uma coisa tão séria como a segurança pública. O projeto de lei existe, está no papel, foi aprovado, mas é necessária credibilidade para acreditar que ele sairá da teoria para a prática, porque principalmente na Região do Araripe, sertão representado pela também deputado do PSB, as ações dos bandidos têm sido frequentes, e por enquanto os araripeanos estão se sentindo inseguros sem a presença do braço “forte” do Estado.

Com a relação à “capacidade suficiente” ou a curiosidade que não tive de pesquisar o projeto na página da deputada do PSB, agradeço pela dica, e digo mais, tem muita capacidade e “coragem” que confesso não é inerente a minha personalidade, e que vocês tiveram de sobra, inclusive de cometer absurdos contra o povo desta terra chamada Araripina e agora se apresentam como fidedignos representantes do povo sertanejo. É realmente muita capacidade, muita coragem, e muita cara de pau, porque muitas obras foram anunciadas e não quero aqui mostrar uma a uma, e sobraram apenas as placas com as datas previstas das suas entregas à população.

Vamos esperar e aguardar agora essa tão sonhada Companhia Independente e com um desafio: inaugurar este ano.

Enquanto houver bambu lá vai flecha.


Comentário do intenauta. Velho conhecido nosso. Fonte: Facebook


Informação de uma internauta sobre a Cia Independente da PM em Araripina. Fonte: Facebook


Data da Publicação do Projeto Lei na página da deputada
Fonte: ALEPE


Fonte: página da deputada. Fonte: ALEPE

Alguns projetos defendidos pela Deputada: Fonte: ALEPE

Deputada Socorro Pimentel defende permanência na Hemobrás em Pernambuco

Durante a Reunião Plenária da ultima segunda-feira (07), na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Socorro Pimentel foi à tribuna para defender a permanência da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia, Hemobrás, em Pernambuco. De acordo com a parlamentar, as manobras que estão sendo realizadas pelo atual ministro da Saúde, Ricardo Barros, para transferir parte da atribuição da estatal – produção de fatores recombinantes, utilizados no tratamento da hemofilia – para uma unidade a ser construída em Maringá, no Paraná, é uma ação meramente política.

“O ministro tem tentado transferir para Maringá, no Paraná, a produção do Fator Recombinante 8, por ser o seu reduto eleitoral. Essa possível transferência atenta diretamente contra o desenvolvimento do nosso estado, afetando o polo farmacoquímico e de biotecnologia de Pernambuco. É preciso reiterar também o absurdo que é, em pleno período de recessão econômica, desmobilizar um empreendimento, que já teve investimento de quase R$ 1 bilhão de reais, que desde o início de suas obras, em 2010, vem empregando centenas ou até mesmo milhares de pessoas”, disse.

Socorro Pimentel reforçou ainda que a possibilidade de transferência demonstra ineficiência e menosprezo pelas boas práticas administrativas. “Pernambuco detém plenas condições para que a Hemobrás seja concluída e desenvolva as tecnologias necessárias para, daqui a poucos anos, produzir medicamentos de origem plasmática e biotecnológica, fazendo com que o país alcance a autossuficiência neste setor. A defesa da Hemobrás deve transcender qualquer diferença de ordem política, ideológica ou partidária. Continuaremos a somar esforços para, acima de tudo, defender os interesses do nosso estado e da nossa nação”, finalizou.

|ASCOM / Foto: reprodução|