Viciados, arrogantes, inescrupulosos e comodistas

 

O cidadão nasce, cresce, toma um rumo na vida ou procura um vício, para esconder suas frustrações. Outros vivem à procura de formas e trejeitos para ganha a vida de um jeito cômodo, ou seja: ganhar dinheiro sem a preocupação se está ou não produzindo alguma coisa. Importante é status e mostrar para a sociedade sua bem sucedida conquista.

Travestido de bom-mocismo quando na verdade exala arrogância, é o mais perfeito “idiota” comendo o filé e deixando os ossos para quem produz – (VICIADOS).

Hoje, vejo a política como um ninho de aranhas, um mapa que aponta uma mina que, não sabemos se de ouro ou de guerra prestes a explodir. O que vemos na verdade é o cidadão surgindo das cinzas sem qualquer perspectiva (pois tudo que tentou na vida não deu certo) reaparecendo como neo-rico, levando uma vida de luxo, tratando quem contesta de besta, incompetente e falador –(ARROGANTES).

O futuro e o presente que só nos serve para recordar o passado. Vejo cidadãos que a princípio criticam, buscam provas contra uma determinada gestão e depois se aliam passando a defendê-la com unhas e dentes, e quando alguém tenta se manifestar vem a ameaça: vamos acionar quem falar sobre certos assuntos…! (INESCRUPULOSOS)

Quando a oposição ganha, muita gente passa a acreditar que, ficaremos livres de certas pessoas, agora teremos novas caras, teremos uma nova visão de administração. Que nada! Vamos continuar vendo algumas caras, apenas mudando de função, pois, por serem parentes de algum político quer prestou apoio ao eleito, terão do direito de continuar comodamente ocupando cargos ou funções. (COMODISTA ATIVO)

Há outro cidadão, aquele que bate no peito e diz: – Eu sou concursado, eu não estou aqui de favores, estou, porque passei em um concurso. Normalmente está ali só e tão somente para receber o salário no fim do mês, trabalhar é um mero acaso, só quando estiver disposto…!

(ESSE É O COMODISTA CARRAPATO, VIVE SUGANDO O SANGUE ALHEIO)

Vavá Dias, é empresário, compositor, poeta escritor

Paulo Câmara navega em mares turbulentos e consegue atrair para suas bases políticas de arrimo, políticos fracassados como o ex-prefeito de Araripina

74% dos pernambucanos reprovam a gestão socialista pelo levantamento do Instituto de Pesquisa Uninassau. O governador Paulo Câmara (PSB) é aprovado apenas por uma ínfima parcela (16%) que deve ser a contemplada com uma gestão que nunca aterrissou de fato para equacionar os problemas do povo pernambucano, que o diga o Sertão do Araripe, e apenas usou os artifícios das arbitrariedades para tentar maquiar um desastre administrativo.

O maior gargalo que o pernambucano enfrenta hoje e o topo da lista de problemas, a segurança, se avolumou tomando proporções dimensionais que cidades antes vistas como seguras agora entram na lista da criminalidade, da violência, e da ineficiência do Estado. O Pacto Pela Vida, sepultado na gestão de Câmara, não teve nem uma ás na manga para ressuscitá-lo e os secretários e equipes de segurança do Estado, batem cabeça para entender o que precisa ser feito, além de reclamar da crise, para garantir ao nosso povo, mais tranquilidade. Gastos exorbitantes e irracionais são receitas que o financeiro da gestão não consegue contabilizar e identificar para investir em áreas com a segurança, saúde e criação emprego, e  abrir portas de incentivos que tirem o Estado da inércia.

Para complicar ainda mais uma gestão que não escuta as categorias, as reivindicações da população, o governador naufraga em números de impopularidades jamais visto por um governo que devia estar em ascensão política e como capitão de um time que vivia a sombra de Eduardo Campos (in memorian), conseguiu atrair para suas bases de apoio o mesmo redemoinho de políticos que fracassaram em suas gestões como o prefeito de Araripina, Alexandre Arraes e sua digníssima esposa,  a deputada Roberta Arraes (PSB), que tem se envolvido nas questões apenas dos interesses daqueles que vivem protegidos pelos cabides de empregos nas instituições estaduais, onerando ainda mais os cofres públicos.

Temos a certeza quase cristalina que o líder que os pernambucanos procuram com certeza não tem o perfil de Câmara, que negocia apenas com os conchavos que lhes são convenientes, esquecendo-se de escutar aqueles que precisam de gerente, para resolver as questões primordiais e ter um norte para acreditar que sairemos desse quadro de caos atual.

Por enquanto aqui no sertão, principalmente em Araripina e nas cidades governadas por aqueles que não são da base aliada do governador, tudo tem sido travado, maltratando o cidadão pernambucano araripeano, que deveria ser de verdade o contemplado com políticas sociais, política públicas direcionadas para todos, indiferente de partido, credo ou raça. Mas não é isso que vemos por aqui no sertão. Em Araripina, a deputada Roberta Arraes continua com sua política medonha e protegida pelas forças partidárias do Palácio do Campo das Princesas. Nada faz, e nem deixa quem quer fazer. Atrapalha e se mantém como “articuladora do Governador” na Região do Araripe, tentando atrair votos com o mesmo discurso balela de “Por Amor ao Sertanejo”.

Faz-me rir.

Foto: Rafael Diniz

Pesquisa aponta o senador Armando Monteiro (PTB) como favorito para governador nas eleições do próximo ano

O Instituto de Pesquisa Uninassau comprovou em sondagem para a eleição de 2018 o que o próprio eleitor pernambucano apontou: Câmara e os seus aliados (incluindo os de Araripina) não empolgam e nem criam expectativas positivas.

Nesse cenário aparece como protagonista novamente o senador Armando Monteiro (PTB) com 22% das intenções de votos na pesquisa estimulada. O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), aparece com 12% e o governador Paulo Câmara (PSB), apenas com 6%, seguido do ministro das Cidades, Bruno Araújo(PSDB), com 2%.

A pesquisa comprova que mesmo não tendo um opositor forte, o senador Armando Monteiro ainda que com uma sombra de dúvida pela queda vertiginosa nas eleições passadas, mesmo pela comoção da morte do ex-governador Eduardo Campos (morto em um acidente aéreo), os eleitores ainda acreditam que a liderança que procuram precisa combater fortemente o PSB no Estado, para acabar de vez com um modelo de gestão, que muitos acreditam já está ultrapassado.

Um “Ás na manga” da política pernambucana poderia surgir do próprio partido socialista se caso o senador Fernando Bezerra Filho (PSB) e citado na Operação Lava-jato, resolvesse abandonar o barco socialista, se filiar a um outra legenda, se integrar ao PTB de Monteiro, ao PSDB de Bruno Araújo e ao DEM do ministro Mendonça Filho, para fortalecer um grupo que enfrentaria a Frente Popular, com chances de destronar Câmara. Isso a cada dia é visualizado como impossível devido a já aproximação do senador Bezerra com as forças do Palácio das Princesas. Enquanto isso, as cartas da oposição é mesmo dirigida ao senador Armando Monteiro que com a enorme rejeição de Paulo Câmara, pode sim, ser a opção para os pernambucanos no próximo ano.

Ong Servos precisa deixar suas portas abertas para atender as comunidades carentes de Araripina

Depois da visita do presidente da câmara, Evilásio Mateus (PSL), do chefe de Gabinete, Edson da Silva Jacó (Edson de Maru), da Secretária de Ação Social, Suzilene Amorim Castro ao Projeto Vida Plena, mantido pela Ong Servos para conhecer as atividades voluntárias que acolhe 60 crianças com idades entre 05 a 14 anos, nos períodos manhã e tarde, com ensino de reforço escolar, informática, estudo bíblico, jogos, arte, violão, todos os anos no Bairro da Vila Bringel, nesta cidade, os seus representantes resolveram pedir um espaço na tribuna da Casa Joaquim Pereira Lima para expor a situação da Ong que passa por momento financeiro difícil e se não conseguir ajuda dos entes público pode fechar às portas e deixar muitos adolescentes desamparados e a margem das fragilidades que lhes são inerentes.

O presidente do Projeto Vida Plena em Araripina, Sertão do Pernambuco, Genecy Junior, usou o tempo que lhe foi concedido na câmara para agradecer pela oportunidade e direto ao assunto lembrou que a Ong Servosainda não é de conhecimento de toda a população araripinense apesar de já ter 10 anos em atividade na cidade. Ressaltou da importância da ONG  que atende as comunidades da Vila Bringel, Cavalete 1 e 2 e adjacentes que vinha sendo mantida pelos empresários do Sul do País e que a partir de agosto de 2016 os recursos não chegaram mais e a instituição deliberou uma crise financeira. A partir daí, foram dispensados os funcionários e então iniciou-se um trabalho de voluntariados para manter o projeto funcionando e para isso a busca de apoio e suporte do poder público, dos empresários, de pessoas física, foi o caminho mais viável para encontrar ajuda, disse Júnior.

O vereador Francisco Edvaldo (PSB) em um aparte disse que tem acompanhado o trabalho da ONG e parabenizou pelo trabalho de principalmente acolher jovens que podiam desviar de suas condutas e se colocou a disposição para ajudar o projeto.

Para a voluntária Rubeneide Oliveira (Tia Neide para as crianças das comunidades atendidas pela ONG) em outras ocasiões aquela casa havia sido procurada para ter conhecimento do projeto e que provavelmente estava guardado em alguma gaveta dos gabinetes parlamentares. O poder executivo na gestão do ex-prefeito Lula Sampaio e Alexandre Arraes, agora como na gestão de Raimundo Pimentel, foi acionado, e nunca obtiveram um resultado positivo, lembrou.

Para Neide o início de começar no projeto veio com a perda do seu filho Renan Rubens Oliveira Paixão (ex-jogador do Bode do Araripe) que no luto foi um alento para abraçar a causa do projeto. Lembrou que dos 60 filhos que adotou para cuidar, três são sobrinhos do vereador Francisco Edvaldo (que parabenizou o projeto em seu aparte) e que naquele momento todos eram testemunhos dos fatos.

Cobrou dos vereadores que prometeram em campanha se envolver na luta pelos projetos sociais e reforçou sua fala dizendo que a Juíza do Trabalho Carla Lacerda se prontificou a conhecer o projeto na sexta-feira (dia 24).

O vereador João Dias (PSB) sugeriu uma reunião interna da Ong com os vereadores para decidir como poderiam ajudar o projeto.

Finalizou pedindo apoios de todos os integrantes da Casa Parlamentar convidando todos os presentes a conhecer o projeto na Vila Bringel.

Fotos de alguns projetos realizados pela Projeto Vida Plena

Em 16 de outubro de 2016, o Araripina em Foco postou um vídeo contando um pouco do projeto

 

Veja vídeo clicando no link

 

 

Dois homens são presos assaltando no centro de Araripina, PE

Na noite de ontem, sexta-feira, 31, foram presos dois indivíduos assaltando em frente a um bar no centro da cidade, localizado na Av. Florentino Alves Batista, em Araripina, PE.

Segundo informações da PM, quando a equipe da GT – Guarnição Tática, fazia ronda no centro da cidade, se depararam com dois indivíduos armados, em posse de um revólver calibre 32, assaltando uma mulher, de imediato a equipe da GT efetuou a prisão dos dois. Foram identificados como Vinicius Pereira dos Santos e Antônio da Conceição Cruz (vulgo Toninho).

Os criminosos foram conduzidos à Delegacia de Ouricuri para serem tomadas as devidas providências cabíveis.

Allyne Ribeiro | Araripina em Foco | Foto: Divulgação

Equipe da prefeitura está dando apoio às famílias vítimas da enchente no Zé Martins

A Prefeitura de Araripina está prestando todo o apoio necessário às famílias vítimas da enchente ocorrida nessa madrugada. A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social esteve no local fazendo o cadastramento dos moradores e distribuindo água e alimentação. As secretarias de Saúde e de Obras e Infraestrutura também estão em alerta e dando assistência a todos.

Em contato com o AF, o Secretário de Obras, Humberto Belmiro, disse que a situação do bairro é complicada por conta das casas que são construídas em locais de risco, mas a prefeitura está tomando todas as devidas providências para resolver esse problema.

– “Ontem e hoje estivemos no local com a equipe dando todo apoio as famílias, estamos também fazendo um estudo de toda área para termos uma noção de como vamos agir para resolver esse grande problema”, disse Humberto.

Fotos – Bruno Rostand

 

Araripina – Açude do Denocs pode voltar a encher

Com as duas últimas chuvas que caíram na cidade de Araripina, sertão do Araripe, na tarde e noite de ontem, quinta-feira,30, alguns açudes e barragens começaram a receber água. Exemplo disse é o açude do Denocs que há muitos anos passava por uma grande seca.

Construída para capacidade de 3.702.230m³, represa o riacho Sohen, barramento de terra, construído no município de Araripina pelo DNOCS em 1965, usado para abastecimento dessa cidade.

EM 1965 FICOU PRONTO O AÇUDE CONSTRUÍDO PELO DNOCS EM ARARIPINA-PE.

Ano também em que Miguel Arraes de Alencar foi deportado do Brasil, surgia-se aí os governadores e prefeitos biônicos da ditadura militar.

Cargo Biônico:

Cargos biônicos são aqueles cujos titulares foram investidos mediante a ausência de sufrágio universal e cujo parâmetro para escolha era a sanção das autoridades de Brasília à época da Ditadura Militar de 1964ao longo das décadas de 1960, 1970 e 1980. Tal centralismo garantiu a continuidade do regime e impediu que os objetivos traçados pelos militares fossem alvo de sedições políticas. Na prática, as regiões sob o jugo de governadores e prefeitos biônicos possuíam autonomia reduzida visto que as decisões de relevo vinham do governo central, o que diminuía a influência das forças políticas locais.

A partir de 1966 seguindo ideais e iniciadas em 1965, surgiram os governadores biônicos,2 prefeitos biônicos em certas categorias de municípios3 e até senadores biônicos. No caso dos senadores o termo “biônicos” derivou também do Pacote de Abril de 1977 que alterou as regras para o pleito de 1978. Nele, cada estado escolheria um nome pela via indireta na renovação de dois terços das cadeiras mediante votação de um colégio eleitoral, o que deu à ARENA 21 das 22 cadeiras em jogo impedindo a repetição da rotunda vitória do MDB em 1974. Na disputa pelas vinte e três vagas a serem preenchidas por voto direto4 os arenistas conquistaram quinze. No total o placar das eleições para a Câmara Altado parlamento foi de trinta e seis a nove para o governo.

Após a queda do presidente João Goulart em 31 de março de 1964, asForças Armadas e seus sustentáculos na sociedade civil inseriram na vida institucional do país diretrizes capazes de assegurar seu controle e debelar a resistência ao novo regime, cânones que deram arrimo à deposição de sete dos vinte e dois governadores de estado eleitos ora em 1960 (cinco anos de mandato), ora em 1962 (para um quadriênio) e cujos mandatos estavam em curso, tudo isso no bojo das cassações dos direitos políticos de adversários do novo regime. Exemplos dessa alternância forçada nos portentos estaduais foram a deposição de Miguel Arraes em Pernambuco, a cassação de Badger da Silveira no Rio de Janeiro e a subida de Jarbas Passarinho ao governo do Pará nos primeiros dias do Regime Militar. Em virtude de tais mudanças e observando critérios como a data da investidura (4 de maio) e a quebra da linha sucessória (recebeu o governo das mãos do presidente da Assembleia Legislativa), o primeiro governador biônico do país foi ofluminense Paulo Torres.5

Ano em que foi construído grandes açudes pelo Nordeste, entre eles:

Matéria do Jornal Online Araripe Informado

1966 Conclusão do Açude Público Campo Grande, localizado no Município de Campo Grande, no Estado de  Alagoas, com capacidade de 1.786.000 m3.
1966 Conclusão do Açude Público Algodoeiros, localizado no Município de Nossa Senhora da Glória, no Estado de  Sergipe, com capacidade de 1.868.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público São Gabriel, localizado no Município de Irauçuba, no Estado do Ceará, com capacidade de 4.566.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Barreiras, localizado no Município de Fronteiras, no Estado do Piauí, com capacidade de 52.800 m3.
1965 Conclusão do Açude Cachoeira II, localizado no Município de Serra Talhada no Estado de Pernambuco, com capacidade de 21.031m.
1965 Conclusão do Açude Sabugi, localizado no Município de São João do Sabugi, no Estado do Rio Grande do Norte, com capacidade de 65.334m.
1965 Conclusão do Açude Ingazeiras, localizado no Município de Paulistana, no Estado do Piauí, com capacidade de 25.720m.
1965 Conclusão do Açude Público Gravatá, localizado no Município de Mata Grande, no Estado de Alagoas, com capacidade de 8.370.000m.
1965 Conclusão do Açude Público Japi II, localizado no Município de São José do Campestre, no Estado do Rio Grande do Norte, com capacidade de 20.649.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Umarizal, localizado no Município de Martins, no Estado do Rio Grande do Norte, com capacidade de 3.095.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Araripina, localizado no Município de Araripina, no Estado de  Pernambuco, com capacidade de 3.700.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Arapiraca, localizado no Município de Arapiraca, no Estado de  Alagoas, com capacidade de 4.131.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Dois Riachos, localizado no Município de Dois Riachos, no Estado de  Alagoas, com capacidade de 249.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Gravatá, localizado no Município de Mata Grande, no Estado de  Alagoas, com capacidade de 8.370.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Retiro, localizado no Município de Pão de Açúcar, no Estado de  Alagoas, com capacidade de 1.706.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Lagoa do Rancho, localizado no Município de Porto da Folha, no Estado de  Sergipe, com capacidade de 1.614.000 m3.
1965 Conclusão do Açude Público Ceraíma, localizado no Município de Guanambi, no Estado da Bahia, com capacidade de 58.000.000 m3.

Caminhão carregado de bloco vira no sítio Santa Rosa em Araripina

Uma foto enviada por um leitor do blog, na manhã desta sexta-feira, 31, mostra um caminhão que virou após cair em um buraco na estrada do sítio Santa Rosa, zona rural de  Araripina, PE.

O caminhão estava carregado de blocos, segundo o leitor que nos enviou a foto ninguém se feriu. Com o aumento das chuvas as estradas começam a ficar muito perigosas em Araripina, principalmente as da zona rural do município.

Foto – leitor do AF Roniclesio

Prefeitura de Araripina paga salários atrasados de servidores

O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, anunciou em entrevista às rádios Líder e Grande Serra FM, que além de ter pago hoje (30) os salários referentes ao mês de março, quitou, também, algumas folhas que estavam em atraso deixadas pela gestão anterior. Os aposentados do ArariPrev, por exemplo, receberam o mês de março, bem como o mês de novembro passado. Os servidores da educação do Fundeb 40 (merendeiras, vigilantes e serviços gerais), receberam o mês de dezembro que também não tinha sido pago.

Pimentel disse, ainda, que o projeto da reforma administrativa que foi enviado à Câmara de Vereadores e aprovado não serviu para que fossem criados cargos e aumentado os salários, pelo contrário, o projeto auxiliou no corte de gastos, diminuição no número de secretarias e muitas outras medidas que enxugaram a folha, gerando economia e, assim, sanando os débitos da prefeitura.

“É desta forma que vamos conduzir a nossa gestão: respeitando o funcionário público municipal e honrando com os nossos compromissos”, finalizou Pimentel.

Assessoria de Comunicação | Foto: Rafael Diniz / SECOM

CDL promoverá manifesto na cidade de Araripina, “o comercio contra a violência”

Preocupada com a onda de violência que está assolando nossa cidade, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Araripina – CDL, estará promovendo um manifesto de forma pacífica. “Comércio contra a violência”. Convidamos a todos os comerciantes para fechar as portas do comércio da cidade inteira das 08:00 as 10:00 da manhã na próxima quinta-feira 06/04. Ocasião esta, onde esperamos que a mensagem chegue até o Poder Público Estadual, no intuito de que providências sejam tomadas com relação à segurança da nossa cidade. Convidamos aos funcionários e população para juntar-se conosco neste ato luta pela paz em nossa cidade.