Mutirão carcerário liberta 76 detentos de prisão da Lava Jato

Um mutirão carcerário libertou 76 presos do Complexo Médico-Penal (CMP), na região metropolitana de Curitiba, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. O presídio ficou conhecido por abrigar condenados da Lava Jato.

A coluna revela que deixaram a prisão gestantes, cadeirantes, acometidos de doença grave, idosos e submetidos a medidas de segurança.

Ainda de acordo com a publicação, o mutirão foi coordenado pelo juiz Moacir Dala Costa. Ministério Público, Defensoria Pública e servidores do Fórum de Execuções Penais de Curitiba e São José dos Pinhais também participaram.

Fonte: Folha PE