Moro aceita superministério da Justiça de Bolsonaro

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta quinta-feira (1º/11) o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o superministério da Justiça. O magistrado vai divulgar uma nota detalhando os termos da proposta que aceitou.

Sob forte esquema de segurança e em meio à presença de apoiadores e entusiastas, o juiz Sérgio Moro deixou pouco antes das 11h desta quinta-feira a residência do presidente eleito, Jair Bolsonaro, com quem esteve reunido durante a manhã para tratar do convite feito ao magistrado para comandar o Ministério da Justiça.

Moro se dirigiu ao Rio de Janeiro, tendo saído do Paraná, na manhã desta quinta para conversar pessoalmente com Bolsonaro. Durante o trajeto, Moro afirmou que a motivação de seu encontro com Bolsonaro se dá em razão de o país precisar adotar medidas contra a corrupção e o crime organizado.

O magistrado ensaiou falar com a imprensa antes de deixar o local, mas o tumulto provocado com a presença maciça de jornalistas

 

Do Estadão/Foto:Divulgação