Mais de 70% dos nordestinos são contra privatizações, diz Datafolha

O Instituto Datafolha apontou que 76% dos nordestinos se opõem à privatização de estatais. Em todo o Brasil, foram ouvidas 2.765 pessoas. Desse total, a grande maioria (67%) não vê vantagens nas vendas das companhias brasileiras. Em quase todos os recortes analisados (sexo, religião, escolaridade e etc), os entrevistados se posicionaram contra a venda de estatais pelo Governo Federal. Apenas no cenário em que a renda é superior a dez salários mínimos por mês é que há uma posição favorável, com 55%.

De acordo com a Datafolha, a aceitação cai conforme diminui a renda familiar mensal. Entre as pessoas entrevistadas que ganham até dois salários mínimos, 13% são favoráveis às privatizações.

Além do Nordeste, o Norte também apresenta uma alta taxa de reprovação, com 78%, a maior analisada. O Sudeste é a região que mais concorda que as privatizações trarão algum benefício para o país: são 25% a favor e 67% contra.

Até mesmo pessoas que têm como preferência os partidos governistas não veem com bons olhos a venda de estatais. Entre os partidários do PSDB, por exemplo, 55% dos entrevistados se disseram contrários às privatizações. Para o governo, a resistência da população é o maior entrave para a concretização das desestatizações (sendo a Eletrobras a maior delas). Quem avalia o governo Temer como ótimo ou bom traz o placar mais apertado, de acordo com a pesquisa: 51% ainda se colocam como contrários.

Petrobrás

Dos entrevistados, 70% são contra a privatização da Petrobrás. No entanto, em comparação com uma pesquisa realizada em 2015, também pelo Datafolha, os resistentes aumentaram. Na época, 61% não era favorável à venda da estatal.

(Fonte: Folhapress)

Deixe uma resposta