Ciro ataca Temer de “Crime eleitoral à luz do dia”

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, disse nesta 5ª feira (12.jul.2018) que o presidente Michel Temer (MDB) “pratica crime eleitoral à luz do dia”. A declaração foi uma resposta à supostas ameaças de Temer de retirar cargos de membros do PP que decidirem apoiar o pedetista nas eleições.

“Isso é problema do Tribunal Superior Eleitoral, porque na medida que o presidente da República fala em cargo versus voto e apoio eleitoral e partidário, parece que é 1 crime eleitoral praticado a luz do dia. O que sendo o Temer não me surpreende em nada”, disse durante coletiva de imprensa em evento do PDT em Fortaleza (CE).

Até o momento, o ex-ministro de Temer Henrique Meirelles é apresentado como pré-candidato do MDB ao Planalto. Mas a confirmação só deve vir na convenção do partido. Já Ciro Gomes negocia apoio de legendas do cobiçado grupo chamado “centrão”, como DEM, PP e SD.

No evento, Ciro falou sobre as negociações com o PSB e comentou o apoio ao PT manifestado nesta 5ª pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

“O PSB tem sido corretíssimo conosco. O presidente [do PDT] Carlos Lupi está conduzindo as comunicações. O PSB de São Paulo gostaria de uma aliança com Alckmin e o de Pernambuco, com toda coerência, gostaria de uma com o PT”.

Também presente no evento, Lupi não se mostrou preocupado com a decisão do apoio do diretório pessebista pernambucano. “[Paulo Câmara] está pensando na eleição dele. É natural, mas ele é 1 democrata, a maoiria do PSB é quem tem de decidir”.

Do blog Poder 360