Ex-diretor diz que Temer recebeu R$10 milhões da Odebrecht

A revista Veja informa em seu site que o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Claudio Melo Filho afirmou em seu acordo de delação premiada que o presidente Michel Temer pediu R$ 10 milhões ao ex-presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, em 2014.

Ainda segundo o delator, esse valor teria sido pago a pessoas próximas do ex-presidente, como o atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o assessor especial da Presidência José Yunes.

De acordo com a publicação, os recursos foram entregues em dinheiro vivo. A revista afirma ter tido acesso à íntegra dos anexos da delação do ex-diretor e a uma lista “suprapartidária” de políticos que, segundo Melo Filho, receberam recursos da Odebrecht.

Homem é assassinado a tiros dentro de loja em Ouricuri, PE

Na quinta-feira dia (08), um homem de 32 anos,  identificado como Francisco Gilliarde da Silva, foi assassinado na cidade de Ouricuri, no Sertão de Pernambuco. O crime aconteceu na Avenida Fernando Bezerra, no Centro da cidade.

Segundo informações, a vítima ao sair de seu veiculo, percebeu que estava sendo acompanhado por dois elementos em uma motocicleta, quando adentrou em uma loja denominada de “Bela Flor”, sendo seguido e assassinado no interior da referida loja.

Segundo a polícia, a vítima residia no bairro Santo Antônio daquele município e era irmão de Clebson Bezerra da Silva que foi assassinado no dia 22 de novembro em Ouricuri. A Polícia Civil investiga o caso. (Foto:WhatsApp)

Morador registra um tornado no Mato Grosso do Sul

No fim da tarde de terça, dia (06), moradores da zona rural da cidade de Aral Moreira, no Mato Grosso do Sul, testemunharam a passagem de um pequeno tornado pela região. O fenômeno climático curioso e não tão comum no Brasil, foi filmado por um dos moradores.

Confira o momento em que se forma o funil:

PF-PRF: Operação contra roubo de carga e receptação ocorre em seis estados

Uma operação contra roubo de carga e receptação é realizada em seis estados na manhã desta sexta-feira (09) – Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, São Paulo e Sergipe. Mais de 300 policiais estão cumprindo 84 ordens judiciais expedidas pela Justiça de Sergipe, sendo 28 mandados de prisão preventiva, 7 de prisão temporária e 49 de busca e apreensão nos seis estados. O prejuízo estimado pode passar dos R$ 15 milhões.

São cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Aracaju, Cristinápolis, Itabaianinha, Umbaúba, Boquim, Nossa Senhora do Socorro, Estância e Tobias Barreto em Sergipe. A ‘Operação Canto da Sereia’ também acontece em Euclides da Cunha e Caldas do Jorro (Bahia), Porto Calvo (Alagoas), Taubaté (São Paulo), Rondonópolis (Mato Grosso) e Aparecida de Goiânia (Goiás).

De acordo com informações da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os criminosos aliciavam motoristas para que entregassem cargas de interesse da quadrilha. A investigação apontou ainda que, em alguns casos, os próprios motoristas ofereciam as mercadorias aos aliciadores.

A polícia explicou ainda que após a negociação, o motorista registrava ocorrência policial como roubo em outro estado para dificultar a investigação. A organização criminosa oferecia a logística para transportar, esconder e repassar a carga roubada com receptadores que revendiam os produtos em estabelecimentos comerciais.

Os presos em Sergipe serão encaminhados para a sede da Polícia Federal em Aracaju para prestarem depoimento e depois serão encaminhados para o Complexo Penitenciário Doutor Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão.

Os autores do crime deverão ser indiciados pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, fraude à licitação, falsa comunicação de crime e de formação de organização criminosa. As penas culminadas podem superar 700 anos de prisão. (Do G1/Foto:divulgação PM)

3 em cada 10 mulheres no Nordeste sofreram violência doméstica

Três em cada dez mulheres que moram no Nordeste sofreram ao menos um episódio de violência doméstica ao longo vida, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira, (09), pela Universidade Federal do Ceará (UFC). A pesquisa aplicou questionários em 10 mil mulheres visando a conhecer a realidade da violência na região, e detectou ainda que capitais como Salvador, Natal e Fortaleza apresentaram os maiores índices de casos.

Em parceria com o Instituto Maria da Penha, e financiado pela Secretaria de Políticas para Mulheres, do governo federal, a pesquisa iniciada em 2015 divulgou seus primeiros resultados nesta sexta. Os questionários mostraram que 27% das mulheres entre 15 e 49 anos sofreram algum episódio de violência emocional – como insultos, humilhações ou ameaças -, 17,2% sofreram fisicamente e 7,13%, sexualmente, esta considerada “no mínimo, alarmante”. Se considerado os últimos 12 meses, as porcentagens são, respectivamente, 11,92%, 5,38% e 2,42%.

“São dados de uma violência escabrosa que nunca tinham vindo à tona dessa forma. Aplicamos um questionário metodologicamente rigoroso, indo aos domicílios. Os números mostram uma realidade chocante que, mesmo diante da gravidade, ainda não recebe a atenção devida”, disse o coordenador da pesquisa, o professor da UFC José Raimundo Carvalho.

O estudo detalha que “a face mais marcante da desigualdade de gênero se reflete na experiência cotidiana da violência interpessoal doméstica” e “quase sempre é perpetrada por cônjuge, ex-cônjuge, companheiro, ex-companheiro ou namorado”. 

A avaliação mostrou uma análise separada por capital e apontou que Natal tem a maior recorrências de casos de violência emocional (34,82%), enquanto Salvador está à frente na lista de relatos de violência física (19,76%) e João Pessoa (8,8%), sexual. 

Para os especialistas envolvidos na pesquisa, o fato e ex-parceiros serem tão ou mais violentos do que parceiros atuais “pode ser entendido ao se considerar que o fim de uma relação, geralmente aquela encerrada pela mulher, representa um duro golpe em termos de transgressão de normas de gênero preponderantes nas concepções sobre relacionamento desses homens”. 

Pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e autor de estudos sobre o tema, o economista Daniel Cerqueira se disse surpreendido pelos dados. “A pesquisa revela aspectos importantes para se pensar políticas públicas efetivas para mitigar esse grave problema da violência. A proporção de violência sexual nos últimos 12 meses, por exemplo, é muito acima do que esperava, em 2,42% das mulheres”, disse. 

Para ele, os dados da região podem ajudar a compreender a realidade nacional. “A pesquisa dá uma ideia do que está se passando no Brasil. Números de homicídios de mulheres mostram que não há porque imaginar que no Nordeste aconteça muito mais violência”, acrescentou. 

Infância: A pesquisa mostrou ainda a influência que experiências na infância de violência doméstica pode ter em casos futuros. As mulheres responderam, por exemplo, que uma em cada cinco já havia sido exposta ou testemunhado enquanto criança as agressões sofridas pelas mães. Os especialistas acreditam que essa exposição torna os membros da família a se envolverem em relações violentas durante a vida adulta. 

A ameaça que a violência doméstica representa as futuras gerações pode se expressar diretamente. O questionário mostrou que 6,2% das entrevistas disseram sofrer agressão física durante alguma das gestações ao longo da vida, seja por parte do parceiro atual ou do ex-parceiro. Os especialistas destacaram que “quando esse ato violento ocorre durante a gravidez, mulheres e fetos são diretamente atingidos, podem ocasionar sequelas”. De cada caso de feminicídio, estima-se que a vítima deixe dois órfãos; em 34% dos casos, o número é igual ou maior a três. (Fonte: Estadão)

Chico Pitú e Vanete são diplomados prefeito e vice-prefeita de Marcolândia, PI

O juiz da 68ª zona eleitoral, Marcos Augusto Cavalcanti Dias, diplomou na manhã de ontem quinta-feira (8), os eleitos no pleito do dia 2 de outubro de 2016, no município de Marcolândia – PI. A solenidade foi realizada na Quadra Poliesportiva Antônio Vito de Macedo, em Padre Marcos – PI, junto aos demais eleitos da 68ª zona eleitoral (Belém do Piauí, Francisco Macedo, Padre Marcos e Vila Nova).

Da coligação “Unidos para continuas crescendo” (PT – PP – PDT – PMB – PMDB) foram diplomados:

Prefeito Francisco Pedro de Araújo, o Chico Pitú (PT); vice-prefeita Vanete da Silva Rodrigues (PDT); vereadores José Valdemiro de Sousa (PT), Antonio Luis Paiva Diniz (PT), José Antonio Rodrigues Junior (PDT), Francisco Joaquim dos Santos (PMB); primeiro suplente Francisco das Chagas Silva Ramos; segundo suplente Francisco Raimundo de Carvalho.

Da coligação “União, respeito e trabalho” (PSB – PTB – PSD – PR – PPS – PRTB – PTN) foram diplomados:

Vereadores Erivan Cícero Ramos (PTB), Antonio Carvalho de Andrade (PPS), Ernaldo Evangelista de Sousa (PSD), Luisa Roberta Alves Dias Arruda (PR) e Roberio Teixeira de Carvalho (PRTB); primeira suplente Aurilene Inacia de Souza Granja; segundo suplente Cristóvão Lopes de Souza.

Em entrevista ao Piauí em Foco, o prefeito reeleito e diplomado nesta quinta, “Chico Pitu”, descreveu a cerimônia como um momento necessário para continuar a administração e o trabalho reconhecidos pelo povo. Segundo o gestor, a previsão é de ainda mais trabalho para o segundo mandato. “Ao contrário do que falam, no nosso segundo mandato vamos trabalhar sim. Fazer nosso planejamento, nossa nova equipe pra que possamos realizar um grande trabalho onde quem sai ganhando é a comunidade da zona rural e da zona urbana”, afirmou o prefeito.

dsc_3096

Os trabalhos políticos a serem realizados nos próximos dias por Chico Pitu são em torno da eleição da Câmara Municipal de Vereadores e posteriormente efetivação da nova equipe administrativa. O prefeito relatou a realização de um “raio x” por parte da equipe de transição, para que depois, verificando os espaços necessários aos coligados, seja possível definir as pastas da próxima gestão. Segundo o prefeito, o êxito deverá ser alcançado através de um trabalho junto aos partidos da coligação, em parceria com a Câmara dos Vereadores, com o poder público estadual e também federal. “Dia 11 estou indo à Brasília, pois as emendas são até dia 15. Vou em busca de algumas emendas junto aos deputados, como o Marcelo Castro, e ainda junto ao PMDB, PP e PR, todos coligados com a gente.”

Quanto as prioridades para 2017, Chico Pitu citou os investimentos em mais saúde nas zonas rurais, como o funcionamento de serviços odontológicos nas e aquisição de ambulâncias para as localidades de “Serra” e “Sertão”. Na sede o  gestor pretende ampliar os investimentos em calçamento e trabalhar na energia do município.

A cerimônia de posse do prefeito reeleito e demais diplomados está prevista para o dia 31 de dezembro. O gestor aguarda somente a combinação junto aos demais eleitos. (Fonte: Piauí em Foco/ Fotos:Reprodução)

RESENHA POLÍTICA I: (Prefeito de Araripina pode anunciar o secretariado dia 15)

Montagem: Everaldo Paixão

O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL) vai anunciar toda a composição do seu secretariado dia 15 de dezembro, data que também deve acontecer a sua diplomação, a do vice-prefeito Bringel Filho (PSDB)  e dos vereadores eleitos e reeleitos que deve acontecer na Câmara de Vereadores. Confirmamos com o próprio Pimentel essa data para o anúncio dos outros secretários, já que dois, Hermes Alencar da Secretaria de Desenvolvimento Econômica, de Ciências e Tecnologia e Suzilene Amorim na Secretaria de Ação Social já foram confirmados pelo prefeito eleito.

Camila Modesto (PMDB) sai do páreo para disputar a presidência da Câmara e Tico de Roberto (PRB) avança com sua candidatura. Verdade?

Como diz um velho ditado popular do interior nordestino: “pegou ar”. Isso quer dizer que o vereador Tico de Roberto (PRB) sai da posição de coadjuvante para virar protagonista e pode sim (como já foi anunciado por este portal de notícias) ser o preferido do atual prefeito, Alexandre Arraes (PSB) e do ex-prefeito e empresário Valdeir Batista, que provavelmente já articulam para que os vereadores de “oposição” ao prefeito eleito Pimentel acompanhem a decisão da “bancada” e todos sejam unânimes na preferência por Tico.

Camila Modesto (PMDB) seria o nome apontado pelo grupo para encabeçar a ideia e Tico de Roberto (PRB) era apenas um nome sugestivo que pode se transformar ‘perigosamente’ na opção para presidir a Câmara de um dos Municípios mais importantes do Araripe.

Basta saber se os vereadores Francisco Edvaldo e João Dias do PSB, seguirão as determinações do prefeito Arraes e, vão apostar em Tico de Roberto, evidentemente sabendo que as limitações do colega de bancada, pode atrapalhar muito a condução dos trabalhos da Casa Joaquim Pereira Lima.

Por enquanto o nome do vereador Evilásio Mateus (PSL) tem sido o único nome ventilado do lado da bancada do prefeito eleito, que conseguiu eleger apenas seis vereadores e necessita de mais dois votos da “bancada de oposição” para presidir a mesa diretora no biênio de 2017/2018.

O atual presidente da câmara, Luciano Capitão (PMDB) que também pertence a base dos oponentes de Pimentel, tem sido uma incógnita que podemos chamar de ‘silêncio ensurdecedor’ que se altera de acordo com os ventos que tragam boas novas para suas acomodações.

Em Trindade, Sertão de Pernambuco, o prefeito reeleito, Everton Costa é diplomado.

O prefeito Everton Costa (PSB) reconduzido ao cargo nas eleições de outubro de 2016, foi diplomado na tarde da terça-feira (06) pela Justiça Eleitoral. O evento aconteceu no Fórum Municipal e a diplomação ficou a cargo da Juíza Eleitoral Fernanda Vieira Medeiros. Também foram diplomados o vice-prefeito Jaécio Sá, os onze vereadores eleitos, além dos suplentes.

Veja os nomes dos vereadores diplomados

Allan de Morais; Derisvan Alves; Francisco de Assis Freire; Havana Helena; João Leocádio; José Lopes; Kilon Peixoto; Maurício Elias; Nadja Pollyana Sá; Raimundo Bernardo; Ubirajara Araripe e mais 06 suplentes, o único presente foi o irmão Everaldo.

Os prefeitos de Ouricuri, Santa Filomena e Santa Cruz, são respectivamente diplomados no Município sede da 82ª Zona Eleitoral

 A 82ª zona eleitoral com sede em Ouricuri, realizou na manhã da última sexta-feira (02) no Fórum local, o ato solene de diplomação de prefeitos, e seus respectivos vices, vereadores e suplentes de vereadores eleitos na eleição do último 02 de outubro  nos municípios de Santa Filomena, Santa Cruz e Ouricuri. O ato solene que foi presidido pelo juiz eleitoral Carlos Eduardo das Neves Mathias.

Além dos prefeitos Cleomatson (Santa Filomena), Eliane Soares (Santa Cruz) e Ricardo Ramos (Ouricuri) e seus respectivos vices, a justiça eleitoral diplomou 33 vereadores, sendo, 9 de Santa Filomena, 9 de Santa Cruz e 15 de Ouricuri. (Fonte: Blog Cariri)

Em encontro com empresários do gesso e importadores, Pimentel garante parcerias para 2017

Na manhã desta quarta-feira, 07, o prefeito eleito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL) participou da solenidade de abertura do projeto setorial de exportação do gesso do Araripe – Brazilian Gypsum – que é promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex Brasil e pelo Sindicato das Indústrias do Gesso de Pernambuco – SINDUSGESSO.

Com a presença do diretor da Apex Brasil, Geraldo Eustáquio e da presidente do SINDUSGESSO, Ceissa Campos Costa, o prefeito eleito discorreu sobre a importância econômica e social do polo gesseiro do Araripe, especialmente da cidade de Araripina e deu as boas vindas aos empresários canadenses e norte-americanos que vieram conhecer o gesso e seus derivados para incentivar a exportação das empresas.

Segundo Raimundo Pimentel, o polo gesseiro é a principal economia da cidade e terá, a partir de 2017, total apoio da Prefeitura para a atração de novos investimentos e também mais geração de emprego e renda. Ele destacou a qualidade do gesso araripeano e parabenizou as instituições pela promoção do polo gesseiro no exterior.

“Nosso gesso tem a maior concentração de pureza do mundo e os melhores processos de industrialização, portanto a abertura de mercados fora do Brasil possibilitará mais desenvolvimento tecnológico para as indústrias e também uma alternativa rentável neste momento em que a construção civil brasileira está em recessão. Parabenizo a Apex Brasil e o SINDUSGESSO pela iniciativa e colocamos toda a estrutura da Prefeitura para, a partir de 2017, firmar uma cooperação em prol do setor”, disse o prefeito eleito.

Assessoria de Imprensa –

Lava Jato se esforça para ouvir delações da Odebrecht

A força-tarefa da Operação Lava Jato busca reforços para agilizar o trabalho ampliado com os depoimentos dos executivos e ex-executivos da Odebrecht signatários dos acordos de colaboração premiada. Os procuradores se subdividiram em equipes para formalizar no papel e em vídeo os termos de delação das 77 pessoas ligadas ao grupo, entre elas, o presidente afastado Marcelo Bahia Odebrecht e o patriarca Emílio Odebrecht. A meta é começar nesta sexta-feira, ou, no mais tardar, no início da próxima semana.

Os depoimentos começam nove meses após o início das negociações e serão realizados em várias sedes estaduais do Ministério Público Federal (MPF). A pulverização em diversas localidades tem como objetivo agilizar o processo e dificultar possíveis vazamentos. Além de Curitiba, estão previstos depoimentos em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

A força-tarefa se subdividirá em equipes de procuradores da Procuradoria-Geral da República, que é quem fez o acordo de delação premiada, e da Procuradoria em Curitiba, origem das investigações da Lava Jato, e que ficará responsável pelo acordo de leniência, que é uma espécie de delação premiada para empresas.

Leia também:

O grupo espera conseguir tomar os depoimentos até o dia 19 de dezembro, quando começa o recesso do Judiciário. Investigadores da força-tarefa e advogados ouvidos pela reportagem, no entanto, admitem que devem conseguir concluir tudo apenas em janeiro. Desse modo, no retorno do recesso, o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki deve receber todo a conteúdo do acordo para deliberar sobre sua homologação. Só após a homologação as delações poderão ser utilizadas para abertura de inquéritos ou na solicitação de medidas cautelares, como busca e apreensão e prisão de pessoas citadas. O acordo de leniência será apresentado para homologação ao juiz federal Sérgio Moro em fevereiro.

Penas

Os executivos já detalharam, em anexos, o que vão dizer e em troca já sabem a pena que irão cumprir. Marcelo Odebrecht, por exemplo, cumprirá uma pena total de dez anos, na qual deve permanecer até o final de 2017 na cadeia. Depois, passa a dois anos e meio de prisão domiciliar, progride para o semiaberto e, por fim, para o regime aberto. Seu pai, Emílio, será o único que cumprirá a pena daqui a dois anos. O patriarca será o responsável pelo processo de reestruturação da empresa.

No caso dos executivos, além da prisão domiciliar, eles terão de pagar uma multa que em alguns casos alcançou 60% do valor dos recebimentos no período das práticas ilícitas. A empresa negociou um acordo de leniência no qual se compromete a pagar uma multa no valor de 6,8 bilhões de reais. O dinheiro será parcelado em 20 anos e dividido entre Brasil, Estados Unidos e Suíça.

(Com Estadão Conteúdo)