Homem é atropelado e morto por “amigo” após discussão sobre política no interior do Piauí

Um homem identificado por Lucídio  morreu depois de ser atropelado por um amigo, identificado por Geraldo, após  uma discussão . O fato aconteceu por volta das 16h00 do último sábado (06), próximo ao Bairro São Miguel, na cidade de Batalha (PI).

z-carro-2-540x350Os dois homens estavam falando sobre política em um trailler da cidade, quando houve o desentendimento. A vítima saiu do local em uma motocicleta e o acusado seguiu em um veículo, ao se aproximar da moto, jogou o veículo na traseira da moto, com o impacto, a vitima foi lançada a vários metros, indo a óbito no local. Já o veículo se desgovernou e caiu na cavidade do pontilhão e o motorista ficou gravemente ferido, sendo levado às pressas para Teresina. O caso está sendo investigado pela polícia naquele município.

Polícia pede prisão de suspeitos de estuprar menina de 12 anos

 

A Polícia Civil prendeu, neste domingo (7), um homem suspeito de estuprar uma menina de 12 anos, na última sexta-feira (5), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Um adolescente de 17 anos, também suspeito de participar do crime, continua foragido. A vítima está internada no Hospital Dom Malan.

A prisão e detenção dos autores foi decretada neste domingo (7), pelo juiz Thiego Dias Marinho, após representação do delegado Magno Neves. Segundo informações de familiares da vítima, a menina saiu de casa na sexta-feira (5) de manhã, para ir para a escola e não retornou mais. Ela foi encontrada no final do dia, ensanguentada, dentro de uma casa no bairro José e Maria, Zona Leste da cidade.

No sábado (6), a jovem foi encaminhada para o Hospital Dom Malan, onde continua internada. “O caso segue em segredo de justiça. Foi decretada a prisão preventiva do maior e a internação provisória do adolescente. Será remetido ao juiz de competência para analisar o caso. O processo ainda está na fase investigativa e cabe ao delegado agora concluir o inquérito”, detalhou o juiz Thiego Dias Marinho.

 

Homem é preso por ordem judicial acusado de assalto em Araripina

Por  volta das 17 horas e 30 minutos dessa quinta-feira, 04 de agosto, no Sitio Jatobá, na Zona Rural de Araripina-PE, Agentes da Equipe  Malhas da Lei e Policiais da 200ª  Delegacia de Araripina, deram cumprimento ao Mandado de Prisão do Processo No. 1080-44.2016.8.17.0210; expedido pelo Juiz de Direito Demetrius Liberato Silveira Aguiar, da 2ª Vara da Comarca de Araripina, em desfavor da pessoa de DANIEL FREIRE DE ANDRADE, solteiro, residente no Sitio Jatobá, Araripina, 20 anos, filho de Francisco de  Assis Ribeiro de Andrade e de Elza Freire de Oliveira Andrade, o qual responde por assalto na comarca de Araripina.

O mesmo foi detido e conduzido à Delegacia de Plantão em  Ouricuri e após serem tomadas as medidas de praxe foi conduzido a cadeia de Pública de Araripina onde aguardará  as determinações da justiça. Informações prestadas pelo delegado seccional da 24ª DESEC Jairo Oliveira Marinho.

OURICURI – BAIRRO CANACUÍ – AUTÔNOMO É EXECUTADO A TIROS NA PORTA DE CASA


Outro homicídio foi registrado em Ouricuri, desta vez foi na Rua Projetada-01 do Bairro Canacuí, tendo como vítima o autônomo Agape Peixoto de Sá, de 38 anos, natural de Parnamirim-PE, casado, o qual residia no local da ocorrência.

Conforme informações policiais e relatos de vizinhos, por volta das 07:00 da manhã de sexta-feira 05/08, populares ouviram alguns disparos de arma de fogo e ao sair até rua observaram um veículo VW/Gol de cor branca, saindo em alta velocidade.  
A vítima se encontrava caída em frente a uma construção de sua propriedade e já morta, enquanto os elementos não identificados fugiram pela PE-507 com destino a cidade de Bodocó. 
Policiais militares realizaram diligências no sentido de localizar e prender os atiradores, mas não obtiveram êxito. A polícia civil foi ao local do crime e após perícia preliminar removeu o corpo ao IML de Petrolina.
 
O caso foi registrado na DPC local e também será investigado pelo Departamento de Homicídios da 24ª DESEC de Araripina. Esse foi o 2º homicídio do mês de agosto em Ouricuri e também o 2º do mesmo mês na Região do Araripe. Esse também foi o 15º homicídio do ano registrado em Ouricuri e com esse crime já são 74 pessoas assassinadas na Região do Araripe de janeiro até agora.
Reportagem – Fredson Paiva

 

Jovem de 24 anos é executado a tiros no Piauí; corpo estava próximo a matagal

Mais um caso de homicídio foi registrado no Piauí. O jovem identificado por Michel Alves de Carvalho, de 24 anos foi encontrado morto, na manhã desta quinta-feira (09), na Rua Projetada, no Bairro Santo Antonio, na zona Sul de Teresina. Ele foi executado a tiros. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.
Os populares encontraram o corpo jogado próximo a um matagal. As primeiras informações dão conta de que a vítima já tinha passagens pela polícia e pode ter sido vítima de um acerto de contas.
Segundo as primeiras investigações da Delegacia de Homicídios de Teresina, o crime teria acontecido ainda  na madrugada e o corpo foi encontrado por populares na manhã desta quinta.
Os agentes do Instituto de Criminalística foram até o local realizar perícias. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML), também foram acionados para remover o corpo.
A Polícia Militar foi quem recebeu o chamado e isolou a área até a chegada da perícia. O caso será investigado. Até o momento nenhum suspeito foi identificado.

 

Fonte: Realidade em Foco

Caso Beatriz completa 6 meses sem desfecho: ‘vamos continuar lutando’

Caso Beatriz completa 6 meses sem desfecho: ‘vamos continuar lutando’
Menina de sete anos foi morta a facadas dentro de colégio em Petrolina.
Moradores de Juazeiro, onde vítima morava, pedem Justiça.
 
Pontes, carros, prédios públicos e privados do município de Juazeiro, no norte da Bahia, têm um nome em comum estampados: Beatriz Angélica Mota. A menina de sete anos foi morta a facadas dentro de um colégio no Centro de Petrolina, Sertão de Pernambuco. O crime completa seis meses nesta sexta-feira (10) e ninguém foi preso. Familiares e amigos seguem em busca de Justiça.
 
“Vamos continuar lutando em busca de Justiça para que esses criminosos, esses assassinos, sejam punidos. Vamos participar de todos os manifestos, de toda manifestação em relação à cobrança ao poder público para que a resposta venha o mais rápido possível”, afirma a mãe da vítima.
 
Assassinada em Petrolina, a menina morava com a família em Juazeiro, cidades afastadas por cerca de seis quilômetros. Os juazeirenses ficaram marcados pela brutalidade do crime. “Um crime bárbaro desses não tem como esquecer”, diz um morador do município. Desde que Beatriz foi morta, foram realizadas sete grandes manifestações pedindo Justiça.
 

 

Uma faixa com a foto da menina está estampada na Ponte Presidente Dutra, que separa Juazeiro de Petrolina. “Não só durante as manifestações, mas durante todo o dia, no shopping, nas ruas, as pessoas nos cumprimentam, nos abraçam, as pessoas choram conosco, as pessoas fazem orações. A gente sempre recebe o apoio de todos”, agradece Sandro Ferreira, pai de Beatriz. Nesta sexta-feira, a polícia de Petrolina informou que dará uma coletiva sobre o caso. 
 
Fonte: G1 l Foto reprodução

Assaltantes arrombam caixa eletrônico em galeria de Petrolina, PE

 
Do G1 l Foto Divulgação
 
Um caixa eletrônico do Banco do Brasil, localizado na galeria Eco center foi arrombado, na noite de quarta-feira (08), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A suspeita é de que três homens tenham participado do crime. Para facilitar a ação eles chegaram a alugar uma loja na galeria. Não foi divulgada a quantia levada pelos assaltantes. Até o momento ninguém foi preso.
De acordo com informações da síndica do estabelecimento comercial, Dalma Coelho, eles locaram a loja em um ponto estratégico com visibilidade para os caixas eletrônicos, como forma de acompanhar a movimentação. O assalto ocorreu depois que o caixa foi reabastecido. Os homens chegaram a pedir autorização a administração para realizar um serviço no período da noite.
“Eles ficaram observando e planejaram o arrombamento. Eles entraram como se fosse para fazer um serviço, renderam o porteiro, usaram um maçarico e cortaram a parte de trás do caixa. Não sabemos o valor que foi levado. Hoje foi feita uma perícia, mas não passaram a informação de quanto eles conseguiram levar”, explicou.
Durante a ação, os guardas-noturnos passaram pela galeria, perceberam uma movimentação estranha e chamaram pelo segurança. Como não houve resposta, a Polícia Militar (PM) foi acionada. Os assaltantes fugiram.
A PM informou que no local foi encontrado a quantia de R$ 9.900, quatro cilindros de gás, três mangueiras, um maçarico, três alicates, dois encaixes para mangueira, uma lanterna de cano, quatro canos de ferro, lixadeiras, quatro mochilas e três óculos de proteção. Todo o material foi encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

 

Ainda segundo a administradora, a ação foi gravada pelo circuito interno da galeria. “A gente tem um sistema de câmeras e detectamos que eram três. Um ficou como olheiro e dois entraram para executar o plano. Nós temos o nome da pessoa que fez a locação. Ele disse que era um comerciante de Recife”, detalhou. A Polícia Civil ainda não se pronunciou sobre o caso. 

Detento tenta estuprar companheiro de cela e divulga fotos na internet em Trindade, PE

Do G1 l Foto reprodução
 
Um detento, de 25 anos, recluso da Cadeia Pública de Trindade, no Sertão de Pernambuco, tentou estuprar o companheiro de cela, de 24 anos, com um cabo de vassoura. A cena foi registrada com o auxílio de um aparelho de celular e divulgada na internet. O caso aconteceu nesta quarta-feira (8).
 
Os agentes penitenciários tentavam controlar um princípio de tumulto na cela 3, envolvendo um detento preso por estupro, quando foram informados que fotos estavam sendo divulgadas em redes sociais e que tinham sido tiradas de dentro de uma das celas da cadeia. Em uma das fotos, um dos detentos aparece tentando estuprar outro recluso com um cabo de vassoura.
Uma vistoria foi realizada no local e na cela 4 foi encontrado um celular em posse de um preso, que confessou ter tirado a foto e postado em um grupo do aplicativo Whatsaap, mas que já tinha apagado o vídeo do aparelho.
 

 

Na cela 3 a polícia encontrou três chunchos, uma faca e um aparelho de celular. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil local.

Estudante é agredida após reagir a tentativa de assalto em Araripina, PE


Araripina em foco/Foto ilustrativa 

Uma estudante de 17 anos foi agredida por dois indivíduos durante uma tentativa de assalto na noite de quarta-feira (9), na Rua da Canastra no centro de Araripina (PE). A polícia foi chamada pelos funcionários do Hospital Santa Maria, que informaram que havia dado entrada uma pessoa vítima de lesão corporal naquela unidade hospitalar. A vítima relatou que foi abordada por dois indivíduos em uma moto e após reagir, levou uma coronhada dos suspeitos que fugiram sem levar nada.

A Polícia fez buscas, mas ninguém foi preso.


Menina é vítima de estupro coletivo no Piauí e madrasta flagra ato

 
Uma garota de 14 anos foi vítima de um estupro coletivo na cidade de Pajeú do Piauí, cidade a 460 km de Teresina, Sul do estado. De acordo com a polícia, quatro pessoas são suspeitas de participação no crime, entre elas, três adolescentes. O crime ocorreu na noite de terça-feira (7) em um ginásio poliesportivo e, segundo a polícia, a menina foi encontrada desacordada em um dos banheiros do local pela madrasta, que ainda chegou a flagrar o ato criminoso.
De acordo com o delegado Willame Morais, gerente de policiamento do interior, a menina relatou que conhecia um dos suspeitos e já teria tido um relacionamento com ele. Ainda conforme o delegado, um dos rapazes ofereceu coca-cola à garota e ela disse não lembrar do que aconteceu após tomar o refrigerante. Em depoimento à polícia, os suspeitos falaram que ofereceram bebida alcoólica e que o ato sexual teria sido consentido.
“Nós temos aí uma garota de 14 anos, possivelmente sob efeito de bebida alcoólica ou outra substância, fatos que por si só já caracterizam o estupro”, falou o delegado.
Segundo relato de uma testemunha, que não quis se identificar, a madastra comentou que a menina saiu de casa por volta das 16h de casa para ir ao ginásio. Às 18h30, a mulher percebeu que a enteada estava demorando e resolveu ir procurá-la. Ao chegar ao ginásio, a madrasta flagrou a menina ser estuprada e ainda tentou segurar um dos rapazes, mas todos conseguiram fugir pulando o muro do local. A adolescente estava desacordada.
 
Ainda na noite de terça-feira a menina foi encaminhada para Teresina para ser submetida a exames e na manhã desta quarta-feira (8) recebeu atendimento no Serviço de Atenção a Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Sanvis) na Maternidade Dona Evangelina Rosa.
Vítima e familiares irão prestar depoimento a uma delegada na Delegacia Geral ainda nesta quarta. Os três adolescentes foram apreendidos e o adulto detido. Todos estão na delegacia de Canto do Buriti.
Outros casos de violência sexual
 
No dia 20 de maio, quatro adolescentes foram apreendidos e um rapaz de 18 anos foi preso por suspeita de participação no estupro coletivo de uma garota de 17 anos, encontrada em uma obra abandonada, amarrada e amordaçada. Seis dias após as detenções, uma decisão judicial  mandou que os menores fossem liberados da delegacia. Eles seguem sendo investigados em liberdade.
Os advogados dos adolescentes suspeitos, Osorio Filho e Paulo de Tarso, afirmaram que vários pontos mostrados na investigação mostram que não houve participação dos jovens no crime. Segundo os advogados, a vítima não reconhece os quatro adolescentes como sendo seus agressores.
Um outro estupro coletivo ocorrido em Castelo do Piauí, Norte do estado, chocou o país pelos requintes de crueldade praticados contra quatro amigas que saíram para fotografar em um ponto turístico da cidade. O crime aconteceu no dia 27 de maio do ano passado.
Quatro menores e mais um adulto, identificado como Adão José da Silva Sousa, foram apontados pelo Ministério Público Estadual e pela polícia como autores da série de atrocidades cometidas contra quatro garotas que foram estupradas, agredidas e arremessadas do alto de um penhasco de cerca de 10 metros de altura. Uma delas, Daniely Rodrigues, não resistiu aos graves ferimentos e morreu após 10 dias internada na UTI do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).
Na semana passada, o Tribunal de Justiça do Piauí não aceitou a tese de que os três adolescentes condenados pelo estupro coletivo de Castelo do Piauí não tiveram participação no crime e foram obrigados admitir culpa. O recurso da Defensoria Pública, julgado nesta sexta-feira (3), pedia a absolvição dos jovens por falta de provas, mas o argumento não foi aceito pelo pleno do TJ, que decidiu pela manutenção da medida sócio educativa. O quatro adolescente envolvido, foi espancado até a morte dentro do alojamento do Centro Educacional Masculino (CEM) quando já cumpria medida socioeducativa.

 

Fonte: G1