“Ninguém pode nos taxar como ladrões”, foi assim que o vice-prefeito de Trindade, anunciou o seu rompimento com o prefeito Everton Costa

O caos na política de Trindade instalado de vez! O grupo do atual prefeito Everton Costa (PSB) perdeu aliados importantes, como o vice-prefeito Jaécio Sá e sua esposa, a vereadora Poliana Sá, que romperão definitivamente com o prefeito.

Em uma rádio local da cidade de Trindade-PE, o vice-prefeito Jaécio Sá anunciou o seu rompimento com o prefeito Everton Costa e se mostrou muito magoado com grupo e com prefeito.

– “Hoje o prefeito nos ver como lisos, como traidores! Todo tempo ele tem procurado nos descartar, quebrando compromissos que foram feitos perante pessoas da família, da minha casa e posteriormente em um restaurante que intermediamos o acordo político de 2012 e agora ele se manteve em silêncio, como que se tivesse acontecendo uma quebra de compromisso. Todos sabem que fomos de forma desprezível chamados de lisos, más com certeza ninguém pode nos taxar de ladrões ou corruptos, pois graças a Deus não temos esse perfil”, disse Jaécio.

Jaécio disse ainda que pessoas ligadas a ele estão sendo prosseguidas pelo gestor, algumas que tinham cargos, foram demitidas. Ele acha o ato deselegante e uma forma de deslealdade com ele e com a sua família. “Ele sabe que o nosso apoio foi muito importante para sua reeleição, a grande demonstração foi o fato da vereadora Poliana Sá ter sido a mais votada na história política de Trindade, esse resultado causou preocupação em muitas pessoas, que de forma rasteira querem barrar o nosso desempenho político”, fala Jaécio.

– “A partir de agora, nesse momento o partido do PSD em Trindade, composto por Jaécio Sá, pela vereadora Poliana Sá, o ex-vereador Juca Sá, com demais membros do partido e militantes políticos, não fazemos mais parte do grupo do prefeito Everton Costa. Vamos formar um novo grupo e uma nova esperança”, completou Jaécio Sá, vice-prefeito de Trindade.

 

Por Allyne Ribeiro/AF Newss/Foto: Reprodução

Em Pernambuco: Homem tenta matar mulher após ela pedir que ele tomasse banho

Um caso inusitado foi registrado pela Polícia Militar na madrugada do dia (12/01). Durante uma bebedeira envolvendo quatro pessoas, no bairro São Cristóvão, em Serra Talhada, um homem de 28 anos tentou atacar a sua companheira, de 20 anos, com golpes de faca.
Segundo a polícia, o motivo foi porque ela sugeriu que o esposo tomasse um banho.
“A gente tava bebendo e pedi que tomasse um banho, então ele pegou do nado uma faca na cozinha e correu em minha direção”, disse a vítima, em relato registrado no boletim de ocorrência. O agressor foi contido por populares.
Mas a confusão continuou logo em seguida.
De acordo com a PM, um segundo homem que se encontrava dormindo na residência, acordou agressivo e começou a quebrar os objetos da casa e a chutar portas, ameaçando, inclusive, os policiais.
Ambos estavam com sinais de embriaguez alcoólica. O caso foi registrado como violência doméstica, embriaguez, ameaça e desacato.
Fonte: Farol de Notícias

Funcionários da Cemar são mortos ao cortar energia de residência

Um duplo homicídio foi registrado na manhã desta terça-feira (15), no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luis, no estado do Maranhão.

Dois funcionários da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) foram mortos ao realizarem um procedimento de corte de energia em uma residência, segundo informações policiais.

Na imagem forte, os dois funcionários aparecem mortos e ensanguentados dentro de um carro da empresa. A informação foi confirmada pelo coronel Aritanã, do Comando de Policiamento de Área Metropolitana II (CPAM II).

Por meio de nota, a assessoria de Comunicação da Cemar informou que as vítimas são João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva e que a empresa está colaborando com as investigações sobre o caso. Leia na íntegra:

Nota de Esclarecimento

A Cemar e o Consórcio Norte, empresa prestadora de serviços, informam que irão acompanhar os trabalhos de investigação pelas autoridades policiais do homicídio ocorrido na manhã desta terça-feira (15), no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, vitimando os colaboradores João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva.

Cabe esclarecer que a Companhia e o Consórcio Norte irão acompanhar e colaborar com o trabalho de investigação da polícia, que deverá identificar as causas que levaram ao homicídio.

Neste momento as empresas lamentam e se solidarizam com os familiares e estão empenhadas em prestar toda assistência necessária.

Assessoria de Imprensa da Cemar

Fonte: Portal G7

Governo de Pernambuco honra compromisso com os agricultores, efetuando pagamento do Garantia-Safra

Boa notícia para os agricultores familiares de Pernambuco. O Governo do Estado honrou o compromisso assumido com os homens e mulheres do campo, efetuando o aporte de valores para as duas regiões do semiárido (Agreste e Sertão) beneficiadas com o Programa Garantia-Safra (Safra 2017/2018). Ao todo, serão injetados na economia das duas regiões um montante de R$ 102 milhões.

A assinatura da ordem de pagamento, no valor integral de R$ 12.4 milhões, foi feita nesta segunda-feira (14/01) pelo secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto. Dessa forma, ao cumprir com as regras do programa e efetuar o pagamento dos aportes necessários, o Governo de Pernambuco se mantém apto a continuar nas próximas safras. No total, deverão ser atendidos 103 municípios, sendo 50 do Agreste e 53 do Sertão, podendo beneficiar até 120 mil famílias da zona rural.

A resposta positiva aos agricultores pernambucanos foi possível graças ao empenho do secretário, que assumiu recentemente a gestão da pasta com a missão de avançar na execução de ações e projetos para o fortalecimento da agricultura e da pecuária no Estado, com um olhar especialmente voltado à agricultura familiar, conforme determinação do governador Paulo Câmara. “O Governo do Estado cumpriu com o seu compromisso. Agora, o próximo passo é acompanharmos de perto os trâmites em Brasília a respeito do processo de verificação de perda dos municípios aderidos e a liberação do pagamento por parte do Governo Federal”, assegurou o secretário Dilson Peixoto.

O Garantia Safra é um programa estratégico para Pernambuco, construído com a participação do Governo Federal, Estadual, Municipal e agricultores familiares. O programa é um benefício no valor de R$ 850, pago em 5 parcelas, aos agricultores familiares que perderam suas lavouras por conta de catástrofes climáticas, como excesso ou escassez de chuvas.

Cidadão poderá ter até seis armas, revela deputada aliada de Bolsonaro

A deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL) antecipou alguns pontos que estarão no decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a regulamentação do porte de armas no Brasil. A expectativa é que o documento seja divulgado nesta terça-feira (15).

No Twitter, a jornalista postou que o decreto vai permitir que cada cidadão tenha até seis armas.

Em Araripina, homem é preso acusado de roubar fios de cobre

Na última segunda-feira (14), o juiz de direito da Vara Criminal de Araripina, Neider Moreira Reis Júnior, expediu o processo N° 0000731-70.2018.8.17.0210 cumprindo o mandato de prisão do meliante Sidrônio da Silva Carvalho de 42 anos. No dia 14 de novembro do ano passado, o Sidrônio retirou fios de cobre de um poste no sítio Sangradouro, em Araripina.

O indiciado foi preso em sua residência na rua José Mariano, 560, Trindade-PE no município de Trindade- PE.

AF News/Foto: Blog do Emanoel Cordeiro.

13ª noite de violência no Ceará: Bandidos incendeiam ônibus

Desde o dia 2 de janeiro, vêm ocorrendo diversos ataques ao transporte público, prédios comerciais e estaduais no Ceará. Na última segunda-feira (14), bandidos voltaram a cometer ataques criminosos, dessa vez suspeitos incendiaram um ônibus na cidade de Guaiúba, Região Metropolitana de Fortaleza, durante a noite. Além disso, outros bandidos tentaram instalar uma bomba em um túnel na capital, mas a polícia impediu o ataque.

Ao todo, são 204 ataques criminosos em pelo menos 46 cidades. A série de atentados começou em Fortaleza, foi para a Região Metropolitana e se espalhou pelo interior.

 

AF News/Foto: TV Globo

Mesmo com senadores morando na capital federal, Senado deve pagar R$ 101 mil de auxílio-mudança.

O Senado Federal deve pagar, nas próximas semanas, R$ 101,3 mil a três parlamentares eleitos pelo Distrito Federal, a título de “auxílio-mudança” – mesmo considerando que eles já moram na capital federal. O benefício é garantido por um decreto de 2014, que não distingue o local de origem do político.

Cada senador receberá uma ajuda de R$ 33.763 – o correspondente a um mês de salário – só para “compensar as despesas com mudança e transporte”. O auxílio-mudança é pago tanto aos recém-eleitos, quanto aos que estão deixando o cargo. Em 2019, isso corresponde a 46 senadores chegando, e outros 46 saindo – oito parlamentares foram reeleitos.

 

AF News/G1/Foto: Paulo França.

Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto sobre posse de armas, informa Casa Civil.

A assessoria da Casa Civil da Presidência informou que o decreto que facilita posse de armas será assinado nesta terça-feira (15) pelo presidente Jair Bolsonaro em uma cerimônia às 11h no Palácio do Planalto.

A agenda de Bolsonaro, divulgada à noite pela Secretaria de Comunicação Social, contudo, não prevê a cerimônia. Diz que haverá reunião ministerial; encontro com entidades; cerimônia de troca de guarda; e reunião como o ministro da Secretaria-Geral.

A Casa Civil não divulgou o conteúdo do decreto, que após a assinatura será publicado no “Diário Oficial da União”. Flexibilizar os critérios para manter uma arma em casa é uma das promessas de campanha de Bolsonaro. Quando ainda era candidato, ele afirmou em seu plano de governo que pretendia reformular o Estatuto do Desarmamento.

Segundo pesquisa do Instituto Datafolha divulgada em 31 de dezembro, 61% consideram que a posse de armas de fogo deve ser proibida por representar ameaça à vida de outras pessoas.

 

G1/AF News

Governo começou a preparar plano para o Nordeste

O governo Jair Bolsonaro começa ontem, segunda-feira (14) a preparar as primeiras ações de seu plano para o Nordeste. Uma reunião na Casa Civil, comandada por Onyx Lorenzoni, vai reunir titulares de diversas pastas com o objetivo de elaborar medidas concretas para serem submetidas ao presidente. A movimentação ocorre depois de aliados terem manifestado ao presidente a necessidade de o governo começar a apontar políticas para a região para sinalizar não haver rancor com o fato de Bolsonaro ter sido derrotado na eleição no Nordeste, onde todos os governadores, inclusive, são de oposição.

Até agora, a proposta mais vistosa verbalizada pelo presidente é de buscar cooperação tecnológica com Israel para dessalinizar água. A Embrapa já possui um projeto na região que aproveita águas de poços, enquanto que a tecnologia de Israel é empregada, sobretudo, para água do mar. Um técnico do governo que participará da reunião afirma que este tipo de tecnologia israelense não teria muita viabilidade para aplicação no sertão nordestino.

Participarão da reunião os ministros do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, da Agricultura, Tereza Cristina, e de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Não há previsão de que o presidente compareça porque o trabalho ainda está em fase inicial. A ideia é que cada pasta apresente suas primeiras contribuições para a elaboração de um plano envolvendo diferentes áreas. Somente após as medidas já estarem mais estruturados haverá uma apresentação ao presidente.

Políticos da região que apoiaram Bolsonaro fizeram chegar ao presidente descontentamento com o fato de políticas para o Nordeste não terem recebido atenção nos primeiros dias da nova gestão. Eles afirmam ser urgente o governo emitir sinais de que pretende investir na região justamente na tentativa de enfraquecer a oposição dos governadores.

Na semana passada, o governo enviou a Força Nacional de Segurança Pública ao Ceará atendendo a um pedido do governador Camilo Santana (PT) após uma onda de ataques do crime organizado. Ao falar sobre o auxílio, Bolsonaro enfatizou o fato de ter tomado a medida mesmo o estado sendo governador pela oposição. A ideia de aliados é que a apresentação de mais ações para a região permita ao governo ganhar terreno no campo político para disputas políticas futuras. Com informações de O Globo.