Comerciantes de Araripina se unem e lançam campanha de final de ano e quem ganha é o consumidor

O comércio de Araripina, no Sertão de Pernambuco, já está em clima natalino. Como forma de aquecer as vendas e a economia local, os comerciantes se uniram para driblar a crise, com o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o SEBRAE de Araripina, lançaram a campanha ‘Natal no Sertão’, que contará com mais de 80 prêmios e 1 moto O KM para quem comprar em um dos comércios credenciados.

O Natal no Sertão tem como objetivo incentivar o comércio de um modo geral, para fomentar as compras e lembrar também o sentido do Natal, além do slogan em xilografia, que ressalta as características culturais do nosso Sertão.

Leandro Batista, presidente da CDL, convocou todos os lojistas a participarem da campanha que contará com marketing e propaganda nas ruas e redes sociais.

 “O diferencial é que esse projeto conta com o apoio do próprio empreendedor envolvido, será uma campanha idealizada pelo comerciante e divulgada por ele. O objetivo é incentivar o consumidor a efetuar suas compras nas lojas participantes da Campanha Natal no Sertão, dando oportunidade de ganharem prêmios e, ao mesmo tempo, aquecer a economia local”, informou Leandro.

Para estar participando basta realizar qualquer comprar em um dos comércios credenciados durante o período da campanha, preencher o cupom e torcer para ganhar. São mais de 80 prêmios e 1 moto O KM, que serão sorteados. A campanha dará inicio no dia (05) de dezembro e vai até o dia (28) do mesmo mês, data que ocorrerá o sorteio e premiação. 

Somente empresas associadas à CDL participaram da Campanha Natal no Sertão.  

 

Por Allyne Ribeiro/Foto:Divulgação CDL

“Faço politica com seriedade” diz Evilasio Mateus

“Faço politica com seriedade para mudar a vida das pessoas para melhor”, foi assim que se expressou na manhã desta quarta-feira (31), na Radio Arari FM, o presidente da Câmara de Vereadores de Araripina, Evilasio Mateus (PSL), ao justificar seu voto no candidato reeleito a deputado federal, Fernando Filho, do Democratas.

“Faço politica prá ter a oportunidade de mudar a vida das pessoas para melhor. Eu voto num deputado para conseguir poços artesianos com até 300 metros de profundidade. Faço politica para conseguir quadras poliesportiva, calçamento, asfalto, ambulâncias, apoio para as associações de mandiocultura e etc. Então, eu faço politica em troca de trabalho. Eu votei em Fernando Filho, porque sei, que dele, posso cobrar trabalho em prol da nossa região, como ele já mostrou e vem mostrando”, disse.

Sobre as críticas que recebe por não ter votado em um candidato da terra, Evilásio Mateus explicou que está pronto para que na hora que Araripina tiver um candidato com reais chances de chegar à Câmara Federal, como aconteceu com o empresário Valdeir Batista em 1998, ele disse que está pronto para ajudar. “Vou estar junto batendo na porta dos araripinenses e pedindo voto. Mas se o cidadão, só porque é de Araripina e diz que quer ser candidato a deputado federal mas não reúne condições de se eleger, como ele vai me convencer a pedir votos prá ele ? “, indagou.

Evilásio disse ainda, que os votos que os candidatos da terra obtiveram nesta eleição de 2018, serviram apenas para completar votações de candidatos de fora. “O eleitor votou num candidato daqui e elegeu um de fora. Qual a força que a gente vai ter agora pra procurar esse deputado, que se serviu dos votos de Araripina apenas para atingir o coeficiente eleitoral ?” Frisou.

Por Roberto Gonçalves/Foto: Reprodução

Prefeitos do Agreste e do Sertão vão a Senado e têm apoio garantido por Fernando Bezerra

Brasília, 31/10/18 – Cinco prefeitos do Agreste e do Sertão pernambucanos foram recebidos nesta manhã (31), em Brasília, pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Durante as audiências, no gabinete do Senado, Erivaldo Oliveira (PSD), Tiago Nunes (MDB), Joãozinho Tenório (PSDB), Edson Vieira (PSDB) e Hilário da Silva (PSD) receberam o apoio do senador em ações que vão beneficiar os municípios de Serrita, Agrestina, São Joaquim do Monte, Santa Cruz do Capibaribe e Brejo da Madre de Deus, respectivamente.

Além da intermediação de Fernando Bezerra junto a diferentes órgãos do governo federal para dar mais celeridade a ações e programas executados nestas cidades, os prefeitos solicitaram a atuação do senador na liberação de recursos previstos em emendas parlamentares. As principais demandas dos gestores foram nas áreas de saúde, educação e infraestrutura urbana e hídrica. “Estaremos sempre à disposição para ajudarmos os prefeitos a garantirem mais qualidade de vida, emprego e dignidade aos pernambucanos”, destaca Fernando Bezerra Coelho.

Assessoria de Imprensa/Foto: Reprodução

Deputada Roberta Arraes vota a favor de extinção da delegacia de combate a corrupção em Pernambuco

Um projeto bastante polêmico foi aprovado ontem terça-feira(30), na Alepe – Assembleia Legislativa de Pernambuco. o Projeto de Lei nº 2066/2018, de autoria do Poder Executivo, que prevê a criação, na Polícia Civil, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco). Pela manhã, a Comissão de Justiça rejeitou duas emendas à proposta apresentadas pela deputada Priscila Krause (DEM). As sugestões pretendiam preservar, na estrutura do novo órgão, as delegacias de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e de Crimes contra a Propriedade Imaterial (Deprim).

Entenda como funciona o projeto>>>

Das duas deputadas estaduais que representam a região do Araripe, deputada Socorro Pimentel (PTB) e deputada Roberta Arraes (PP), só uma foi contra a extinção da delegacia de combate a corrupção no estado de Pernambuco, que foi a deputada Socorro Pimentel. Já a deputada Roberta Arraes votou a favor do projeto para acabar com a delegacia de crimes contra a corrupção em setores públicos.

A deputada Socorro Pimentel (PTB) pediu a permanência dos trabalhos da Decasp. “Deixem a Decasp trabalhar e continuar a fazer o seu serviço de forma eficiente!”, exigiu. Ela falou que em uma das emendas que não foram aprovadas, sugeria a manutenção da decasp na nova estrutura.

Veja os deputados que votaram para a aprovação do projeto:

🔴Adalto Santos (PSB)

🔴Alberto Feitosa (SD)

🔴Aluísio Lessa (PSB)

🔴André Ferreira (PSC)

🔴Augusto César (PTB)

🔴Beto Accioly (PP)

🔴Bispo Ossesio Silva (PRB)

🔴Claudiano Martins Filho (PP)

🔴Clodoaldo Magalhães (PSB)

🔴Diogo Moraes (PSB)

🔴Dr. Valdi (PP)

🔴Eduíno Brito (PP)

🔴Eriberto Medeiros (PP)

🔴Everaldo Cabral (PP)

🔴Francismar Pontes (PSB)

🔴Henrique Queiroz (PR)

🔴Isaltino Nascimento (PSB)

🔴Jadeval de Lima (PMN)

🔴João Eudes (PP)

🔴Joaquim Lira (PSD)

🔴Joel da Harpa (PP)

🔴José Humberto Cavalcanti (PTB)

🔴Júlio Cavalcanti (PTB)

🔴Laura Gomes (PSB)

🔴Lucas Ramos (PSB)

🔴Marcantônio Dourado (PSB)

🔴Nilton Mota (PSB)

🔴Odacy Amorim (PT)

🔴Pastor Cleiton Collins (PP)

🔴Paulinho Tomé (PRP)

🔴Pedro Serafim Neto (PSDC)

🔴Ricardo Costa (PP)

🔴Roberta Arraes (PP) – Deputada que representa a região do Araripe

🔴Rodrigo Novaes (PSD)

🔴Rogério Leão (PR)

🔴Romário Dias (PSD)

🔴Sérgio Leite (PSC)

🔴Simone Santana (PSB)

🔴Teresa Leitão (PT)

🔴Tony Gel (MDB)

🔴Vinícius Labanca (PP)

🔴Waldemar Borges (PSB)

🔴Zé Maurício (PP)

DEPUTADOS QUE VOTARAM CONTRA:

🔵Priscila Krause (DEM)

🔵Socorro Pimentel (PTB) – Deputada que representa a região do Araripe

🔵Antônio Moraes (PP)

🔵Edilson Silva (PSOL)

AF News/Damião Sousa/Foto: Reprodução

Ciro se diz traído por Lula

Ciro Gomes diz ter sido “miseravelmente traído” por Lula e reafirma que não deu apoio a Fernando Haddad no segundo turno porque não quer mais fazer campanha com o PT. Em entrevista à Folha, a primeira desde a eleição de Jair Bolsonaro, o ex-candidato do PDT confirma informação de bastidores da campanha: foi convidado a ser vice de Lula quando o PT ainda encenava a candidatura do ex-presidente preso.

“O lulopetismo virou um caudilhismo corrupto e corruptor que criou uma força antagônica que é a maior força política no Brasil hoje. E o Bolsonaro estava no lugar certo, na hora certa. Só o petismo fanático vai chamar os 60% do povo brasileiro de fascista. Eu não, de forma nenhuma”, declarou, num entrevista toda ela dedicada a bater no PT – mais que em Jair Bolsonaro.

Sob protestos, Alepe aprovou projeto que extingue a delegacia de combate à corrupção e adota novas estruturas

Numa sessão marcada por protestos, a Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta terça (30), o Projeto de Lei nº 2066/2018, de autoria do Poder Executivo, que prevê a criação, na Polícia Civil, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco). Pela manhã, a Comissão de Justiça rejeitou duas emendas à proposta apresentadas pela deputada Priscila Krause (DEM). As sugestões pretendiam preservar, na estrutura do novo órgão, as delegacias de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp) e de Crimes contra a Propriedade Imaterial (Deprim).

Durante a discussão da matéria na Reunião Plenária, alguns deputados pediram a retirada da proposição da pauta de votação. O objetivo do adiamento seria permitir a realização de audiências públicas sobre o assunto, solicitadas por representantes de órgãos públicos voltados ao enfrentamento da corrupção. O presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), rejeitou a demanda e lembrou que a proposição tramita em Regime de Urgência.
“É importante discutir com a sociedade civil para não tomarmos decisões açodadas”, discordou Socorro Pimentel (PTB), no que foi seguida por Priscila Krause. “O que está em franco risco para justificar esse regime de urgência?”, questionou a democrata. “Coloca-se a proposta como um avanço no combate à corrupção, mas não é”, complementou. Também defenderam a ampliação do debate os deputados Edilson Silva (PSOL) e Teresa Leitão (PT).

Líder do Governo, Isaltino Nascimento (PSB) defendeu a aprovação do projeto nos termos enviados pelo Poder Executivo. Ele citou medidas do Governo para ampliar os quadros das polícias no Estado, e disse que o fortalecimento das instituições e do serviço público são premissas da atual gestão. “O que hoje é uma ação diminuta será mais um enfrentamento mais amplo à corrupção”, analisou. O projeto foi acatado com os votos contrários de Antônio Moraes (PP), Edilson Silva, Priscila Krause e Socorro Pimentel.
O texto aprovado prevê a abertura de duas delegacias especializadas no enfrentamento a organizações criminosas. Também passarão a integrar o novo departamento as unidades já existentes voltadas à investigação de ilícitos cibernéticos e contra a ordem tributária. A justificativa indica que a medida reproduz modelos de polícias de outros Estados, o que deve facilitar a integração entre os órgãos de segurança e “reforçar a capacidade institucional de repressão qualificada ao crime”.
Justiça –  Na reunião da Comissão de Justiça, os deputados rejeitaram as  emendas nº 01 e nº 02 ao projeto. Relator das proposições no colegiado, Isaltino Nascimento argumentou serem inconstitucionais as alterações indicadas pela democrata. “As emendas não apresentam pertinência temática com a proposição original e criariam novas despesas, não previstas ao Poder Executivo, o que é proibido constitucionalmente”, opinou.
O parecer foi acompanhado pelos membros da Comissão. A única a divergir, de maneira pontual, foi a deputada Teresa Leitão, que defendeu a constitucionalidade da Emenda nº 01 para suprimir das incumbências do novo departamento a apuração de crimes contra o patrimônio. Rodrigo Novaes (PSD) argumentou em favor da redação original. “O fim é investigar também os crimes contra o patrimônio privado, desde que estejam dentro do alvo da atuação do crime organizado”, analisou.
Presidente da Comissão, Waldemar Borges (PSB) comunicou ter recebido solicitações de órgãos policiais de classe para a realização de uma audiência pública sobre a matéria. O parlamentar informou que, como o projeto tramita em Regime de Urgência, os pedidos não puderam ser acatados. “Estamos sempre abertos ao amplo debate, mas, infelizmente, esta questão restou prejudicada em razão do regime de tramitação”, afirmou.

Na mesma reunião, a Comissão de Justiça ainda aprovou seis proposições, rejeitou 23 por inconstitucionalidade e definiu o relator para uma outra. Duas matérias foram retiradas de pauta a pedido dos autores.

Em nota, a Polícia Civil diz que a criação do Draco e a extinção do Decasp não irão enfraquecer os trabalhos da corporação. “Muito pelo contrário, o projeto transforma a Decasp em um departamento com duas delegacias. O que significa, na prática, um fortalecimento das investigações na Capital e Região Metropolitana, enquanto a segunda, terá foco nas demais áreas do estado”, afirma. A Polícia Civil garante ainda que nenhuma das investigações acompanhadas pelo Decasp será interrompida.

Diário de Pernambuco/Foto: Jarbas Araújo

Vagas de emprego para Araripina

Precisando de emprego? Então dá só uma olhada nas vagas de emprego que estão sendo ofertadas na Agência do Trabalho de Araripina.

São cinco vagas disponíveis todas para a cidade de Araripina. Não perca tempo, em tempo de crise as oportunidades de trabalho surge como o primeiro passo para sair da crise.

A Agência do Trabalho de Araripina fica na Rua Joaquim Alexandre Arraes, 80 – Centro/CEP: 56.280-000/Tel.: (87) 3873-8385 / 8381

Local Vagas FUNÇÃO ESCOLARIDADE SALÁRIO EXPERIÊNCIA OBSERVAÇÕES
Araripina 1 Comprador Ensino médio completo não informado 6 meses Atuará nas compras em atacado de gênero alimentício para Supermercado
Ouricuri 1 Promotor de vendas Ensino médio completo não informado 3 meses Atuará nas vendas de produtos eletrônicos da área de telefonia
Araripina 1 Fonoaudiólogo (a) Ensino superior completo não informado 6 meses Local de Trabalho: Quaimada Nova do Piaui
Araripina 1 Técnico (a) em Radiologia Ensino médio completo não informado 6 meses Local de Trabalho: Quaimada Nova do Piaui
Araripina 1 Plaqueiro Ensino Fundamental completo não informado 3 meses  
 

Prefeitura de Araripina realiza amplo trabalho de revitalização das praças

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SDU) e a Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) realizam em nome da Prefeitura de Araripina a manutenção, recuperação e arborização das praças públicas de Araripina. As equipes das pastas monitoram constantemente a situação desses espaços e, quando se faz necessário e existe a disponibilidade financeira, são feitas intervenções nesses locais.

As melhorias nas praças feitas pela prefeitura consistem na revisão geral da estrutura, recuperação do passeio, recuperação dos canteiros centrais, reforma na acessibilidade, recuperação de bancos, pintura, iluminação e paisagismo.

As praças com reformas concluídas foram: Frei Ibiapina; Antônio de Barros Muniz; ABC; praça da Matriz, no distrito de Nascente. As que estão com obras em andamento são a Florentino Alves Batista e Cel. Antônio Modesto. No cronograma da SDU e da AMMA, as próximas praças que serão revitalizadas serão as praças do Hospital e de Dr. Pedro.

Apesar do esforço da Prefeitura de Araripina em criar condições para mais lazer e qualidade de vida na cidade com os serviços nas praças, a ação dos vândalos têm atrapalhado o trabalho – a exemplo do episódio da quebra de 32 palmeiras na avenida Antônio de Barros Muniz.

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Wilton Pereira, pede para que os moradores próximos das praças ajudem a prefeitura a conservar os locais, prevenindo contra vandalismo. “As praças servem para a convivência saudável das famílias, prática de atividades físicas, por isso é importante que a cidade disponha sempre desses espaços em boas condições de uso”, ressalta.

ASCOM/Foto: Rostand

Bolsonaro quer doar restante do dinheiro de sua campanha para santa casa onde ele foi atendido

“Por meio de sua conta no Twitter, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) informou nesta terça-feira (30) que a campanha à presidência da República custou R$ 1,5 milhão, o que equivale a metade do arrecadado por meio de doações individuais.”

“Segundo Bolsonaro, ele pretende doar as sobras de campanha para a Santa Casa de Juiz de Fora (MG), hospital onde foi atendido após vítima de um ataque a faca dia 6 de setembro.

O valor informado no Twitter, contudo, diverge do apresentado nas prestações de contas ao site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que apresenta ao menos R$ 2,45 milhões em despesas e pode aumentar com a entrega da prestação final das contas no final do mês. Outro problema é que a lei não permite que o candidato faça doações de sobras arrecadadas.

“A legislação eleitoral não permite a doação, uma vez que as sobras de campanha devem retornar ao partido”, comunicou o TSE em nota.

Desculpe, o reprodutor de vídeo não foi carregado.(Código de erro: 101104)
Para a advogada eleitoral Maria Silvia Salata, “doar diretamente da conta de campanha, como ele dá a entender, não dá para fazer isso”, nem que os recursos sejam doações de pessoa física ou financiamento coletivo.

Arrecadação
Segundo o TSE, o presidente eleito arrecadou R$4.150.097,17, sendo R$ 3.751.164 de pessoas físicas – a maioria de financiamento coletivo. O PRTB, partido de seu vice, repassou ainda R$ 50,8 mil oriundos do Fundo Partidário. Os cerca de R$ 348 mil doados pelo PSL têm outra origem, não especificada no site.

Segundo o advogado eleitoral Alberto Rollo, nada impede diretamente que, uma vez na conta do partido, a sigla decida doar para o hospital, mas deve provar que é por uma necessidade da legenda.

DESEJOS PARA O BRASIL: Respeitar a família e defender a vida em todas as fases

“Meu entendimento é que doações de pessoas físicas e crowdfunding fazem parte do patrimônio do partido, então a destinação deve ser a mesma do Fundo Partidário, que está expresso na lei 9096, de 1995”, disse. Ele deu o exemplo de um partido que compra um helicóptero: é permitido, desde que seja usado pelo e para o partido, não apenas pelo líder partidário.

Bolsonaro estava reunido por volta das 13h desta terça-feira (30) na casa do empresário Paulo Marinho, um dos coordenadores de sua campanha, no Rio. Participam da reunião seus principais assessores: o ex-presidente do PSL, Gustavo Bebianno, o economista Paulo Guedes, convidado para assumir o ministério da fazenda, e o deputado federal Onyz Lorenzoni (DEM-RS), indicado para a Casa Civil.

Gazetadopovo/Foto: Reprodução

Detento é esfaqueado após se envolver em briga no presídio de Salgueiro, PE

Um detento foi esfaqueado na tarde de segunda-feira (29) durante uma briga no presídio de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. De acordo com o 8º Batalhão da Polícia Militar (8ºBPM), a vítima foi atingida no abdomén, socorrida e encaminhada para o Hospital Regional Inácio de Sá. Na unidade, entrou em cirurgia e passa bem.

Segundo a polícia, a rivalidade começou entre os presidiários, após o presídio ganhar um reforço policial, devido denúncias de que haveria uma possível fuga.

Três detentos envolvidos na briga foram conduzidos para a delegacia onde foi instaurado inquérito policial para investigar o caso.

Fonte: G1 Petrolina