Hermes Alves é o primeiro Secretário da Gestão Pimentel

Hermes Alves foi indicado como Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciências e Tecnologia de Araripina

Em uma entrevista concedida nesta terça-feira (08), o prefeito eleito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), anunciou o nome do jovem empresário Hermes Alves para assumir em janeiro a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

Hermes Alves é filho de Tico da Popy, um conceituado comerciante da cidade, que hoje ocupado o cargo de presidente da CDL de Araripina . Hermes é especialista em Tecnologia da Informação e muito ligado ao comércio. No período eleitoral Hermes foi uma peça fundamental para o bom desempenho de Raimundo Pimentel nas mídias sociais.

Entramos em contato com Hermes agora a pouco, e o mesmo já confirmou uma entrevista exclusiva para o blog.

 

Raimundo Pimentel concederá entrevista hoje ao meio dia, nas Rádios Grande Serra FM e Líder FM

O prefeito eleito de Araripina Raimundo Pimentel (PSL) estará nesta terça-feira (08), a partir do meio dia, concedendo entrevista no programa Araripe Notícias ancorado pelo radialista Zé Silva e Marcio Sabino.

Pouco mais de um mês após o período eleitoral no qual saiu vencedor, Raimundo Pimentel, está percorrendo todo o município de Araripina, ouvindo as pessoas e fazendo uma análise de como resgatar a cidade do caos que ela se encontra.

O prefeito Raimundo Pimentel já fez algumas visitas na capital do estado, buscando parcerias com setores que possam dá uma sustentabilidade para o seu futuro governo. A exemplo do Ministro da Educação Mendonça Filho, onde a pauta foi sobre o futuro da educação de Araripina, e a critério de urgência a liberação dos recursos para a conclusão das obras que beneficiam o setor estudantil e que foram pausadas por ineficiência da atual gestão. Raimundo também esteve ao lado da deputada Socorro Pimentel (PSL), em reunião com o gerente de Articulação Regional Nordeste da Vivo, Marcos Almeida, para debater a respeito da retomada do Programa Conexão Cidadã, parceria da Vivo com o Governo do Estado. Na oportunidade foi feito o pedido da instalação da torre de telefonia móvel para o distrito de Rancharia de modo a beneficiar a população com sinal de celular e internet 3G.

Acreditamos que a pauta da entrevista seja baseada nesse primeiro mês de trabalho e das propostas futuras.

O que também ainda é um mistério é seu secretariado, coisa que o mesmo ainda não comentou com a imprensa, o que já gerou muitas especulações, o que não deixa de ser normal.

Algumas pessoas ligadas a Raimundo Pimentel dizem que ele está tranquilo em relação à escolha dos seus secretários e na montagem da sua equipe de Governo, pois o mesmo não fatiou a prefeitura e nem muito menos empenhorou ela com dividas políticas.

Vamos ouvir a entrevista para saber…

Araripina vai receber mais de R$ 2 milhões dos recursos de repatriação. Veja o nosso comentário.

A Receita Federal informou nesta terça-feira (1º), que o programa de regularização de ativos no exterior, também conhecido como repatriação de recursos, vai injetar na economia brasileira R$ 169,9 bilhões. Desse total, foram arrecadados R$ 50, 9 bilhões, referentes ao Imposto de Renda (IR) e multa da formalização dos valores.

Um balanço divulgado pelo secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, revela que 25.114 contribuintes apresentaram a Declaração de Regularização Cambial e Tributária (Dercat). Ao todo, foram 25.011 pessoas físicas e 103 de pessoas jurídicas.

As pessoas físicas regularizaram R$ 163,875 bilhões em ativos no exterior, o que correspondeu  a R$ 24,581 bilhões em IR e de R$ 24,580 bilhões de multa pela regularização. No caso das pessoas jurídicas, o montante regularizado em ativos soma R$ 6,064 bilhões, dos quais R$ 909,739 milhões são referentes ao Imposto de Renda e R$ 909,738 milhões referentes à multa.

Entenda

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) explica que o valor repatriado é diferente do valor arrecadado. O primeiro refere-se ao montante declarado pelo contribuinte ao governo federal, e portanto, trazido ao Brasil. Já o valor arrecadado é o valor obtido pelo governo com a aplicação das devidas multas.

 

Sobre o valor repatriado incide uma alíquota de 30%, dos quais metade são referentes à multa e a outra metade referente ao Imposto de Renda. Estados e Municípios têm direito a receber apenas o montante obtido com o IR. Ou seja, apenas R$ 24,580 bilhões são direcionados à partilha com os entes subnacionais. A multa fica inteiramente com a União.

A partilha dos valores do IR respeitam os percentuais do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e, por isso, os Municípios receberão 22,5% desse valor, o que equivale a R$ 5,726 bilhões. Um pequeno montante de R$ 332 milhões de repatriação já foi pago no último decêndio de outubro. A expectativa é de que os valores restantes sejam repassados às prefeituras até o segundo decêndio de novembro, juntamente aos valores normais repassados de FPM.

A entidade elaborou uma projeção dos valores brutos destinados aos Municípios. Serra Talhada, por exemplo, fica com pouco mais de R$ 2 milhões e 400 mil. Afogados da Ingazeira, quase R$ 1 milhão e 400 mil. Ingazeira, pouco mais de R$ 500 mil.

Importante lembrar que o valor é bruto, ou seja, sem o desconto de 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Confira abaixo lista de municípios sertanejos levam com o repasse. Para ver a listagem completa de Pernambuco, clique aqui.

(Informações do Blog Nill Júnior)

img_4935

É até risível quando se diz que essa dinheirama vai injetar milhões na economia, principalmente em cidades administradas por prefeitos incompetentes, perdulários e ímprobos.
O município de Araripina vai receber dos recursos de repatriação mais de R$ 2 milhões. Bem que podíamos ficar felizes e cientes que esse dinheiro ia dar uma agitada na capenga economia local, que além da crise no país, se arrasta devido a uma gestão que enterrou as possibilidades motoras, produzindo o maior desastre administrativo político e jamais visto no Município e que o próximo prefeito vai ter como desafio, receber uma prefeitura sucateada e destruída pela gana devoradora daqueles que (des) governaram á vontade e transformaram com a inércia da justiça o que era do povo em seus anseios pessoais.
Tanto dinheiro que um prefeito em fim de mandato vai receber sem ter os órgãos fiscalizadores cobrando para ser aplicado onde podia atender à população, que ficamos sem entender tanta liberdade para gastar sem controle e sem impedimento algum, o dinheiro do contribuinte.
Araripina virou esse escandaloso sistema do “tudo pode” porque depois de uma operação que mobilizou mais de 200 policiais federais, fiscais da CGU, e nem a imprensa estadual, o TCE-PE, a Procuradoria da República, ninguém, teve a coragem de trazer á tona o resultado do inquérito policial que ia mostrar para o povo Araripinense e Araripeano, quem foram aqueles que “supostamente” desviaram recursos da secretaria de educação, e que poderia ainda, aprofundar as investigações para outras áreas.
Uma pena. Ainda tem aqueles “insanos” que fala um monte de verborragia porque em verdade, foram diretamente os beneficiários e culpados por aprofundar ainda mais a crise que o município vive.
Por Everaldo Paixão

“MEU FILHO PRECISA DE UMA ESTRUTURA HOSPITALAR EM CASA”, RELATA O PAI DE KEVEN, QUE SOFRE DA SÍNDROME DE ATROFIA MUSCULAR ESPINHAL.

uem nunca ouviu falar da Atrofia Muscular Espinhal, uma doença que se manifesta por hipotonia (A diminuição do tônus muscular e da força, o que causa moleza e flacidez. O sintoma é comumente relacionado à paralisia infantil ou outras desordens neuromusculares) ou por atraso no desenvolvimento psicomotor.

Pois bem, para se aprofundar no assunto existe a Associação dos Amigos da Atrofia Muscular – AAME, e você pode acessar pelo sítio http://atrofiaespinhal.org para saber bem mais sobre essa doença.

Existem praticamente quatro tipos da doença sendo que o primeiro se desenvolve mais em bebês com menos de seis meses de idade; o segundo tipo, menos grave do que o tipo 1, afeta bebês com 6-18 meses de idade; o terceiro tipo, considerado o mais brando, que afeta crianças em torno de três anos de idade e o quarto tipo que afeta os adultos.

Comprovado cientificamente as Atrofias Musculares Espinhais têm origem genética. Casais que tiveram uma criança afetada têm 25% de risco de recorrência em cada gravidez subsequente.

Nos casos mais graves (Tipos I e II) problemas respiratórios fatais da AME muitas vezes desenvolvem-se durante a infância. A expectativa de vida é geralmente afetada em casos mais leves (tipos III e IV).

Fiz apenas um resumo para que conheçamos a história de luta de ­Charles Dias de Souza. Seu filho – Keven Arhur de Souza Moreira, de 6 meses, foi diagnosticado com a doença. Charles e sua esposa desde então, apesar de se confortar com a situação, viveram e vivem momentos de aflição, afinal de contas, era o tão esperado primeiro filho varão que nascia com um sério problema.

Charles relata que percebeu que o filho estava perdendo o movimento das pernas e não sustentava o pescoço, e foi a partir dos três meses que o martírio começou com o diagnóstico da doença.

Ele também desabafa que aqui não tem o suporte necessário para assistir o seu filho, e por isso, está tendo grandes dificuldades principalmente se precisar ir para outra cidade que tenha estrutura para acolher o seu filho, nesse momento delicado de crise, para ele tem sido muito difícil. Mas precisa fazer escolhas difíceis que beneficiem o tratamento do seu filho.

Charles alega que precisa de um lugar para ficar quando vai à Recife. O filho precisa ser acompanhado por fisioterapeuta, neurologista, pediatra, pneumologista, e a qualquer momento pode precisar de uma UTI, enfim, diz que ele ainda está respirando sem ajuda do respirador, mas breve poderá precisar do equipamento porque a Síndrome da Atrofia Muscular Espinhal (AME) traz muitas incertezas porque não existe tratamento para a cura da doença, apenas experiências com células-troncos que pode trazer benefícios e não existe essa alternativa no Brasil.

Pesquisas revelam que a AME afeta um em cada 10 mil nascimentos.

Se algum especialistas ou estudioso no assunto quiser acrescentar algo mais ao nosso conteúdo, colhido principalmente pela experiência de luta do pai de Keven, é só utilizar o espaço de comentário ou enviar para o nosso e-mail: [email protected]

Charles também deu entrada na justiça para ver se consegue através da judicialização do caso, recursos para comprar o respirador e nos informou que precisa de uma estrutura hospitalar em casa.

PARA AJUDAR

Caixa Econômica Federal

Agência: 0772

Operação: 013

Conta: 00022061-2

Contatos:

(87) 99155-6650 // 99205-7036

Todas as informações foram nos repassadas por Charles Dias, pai de Keven.

AMPARA – RECONHECIDA COMO DE UTILIDADE PÚBLICA PELA CÂMARA DE ARARIPINA

Aprovado pela maioria presente na Câmara Municipal de Araripina, ontem (04) o Projeto de Lei que reconhece como de utilidade pública a AMPARA – Associação Mantenedora de Proteção aos Animais.

Defendido pelo vereador Evilásio Mateus que voltou a frisar a importância da aprovação do projeto que agora virou lei, lembrou que AMPARA pode firmar agora parceria com o município e que ele fará essa ponte para que o novo prefeito acolha e veja com bons olhos, uma associação que pode colaborar de forma significativa para a saúde pública de Araripina.

A Associação privada foi criada em 26 de agosto de 2016, sem fins lucrativos com o objetivo de estabelecer ações de controle à população de cães e gatos, além de acolher animais abandonados e maltratados, sobrevive de doações e voluntariado.

Presentes na sessão desta sexta-feira (04) em que o projeto foi acolhido e aprovado por unanimidade pelos vereadores conversamos com os membros da associação e pudemos constatar que algumas doenças que antes podia levar o animal ao sacrifício, já aponta para cura.

 

Agora a AMPARA que passa a ser reconhecida como utilidade pública, juntamente com os parceiros, o município, têm uma grande missão diante da sociedade para os desafios que são muitos.

Por Everaldo Paixão

MPT INSPECIONA 83 EMPRESAS DO POLO GESSEIRO E PEDE A JUSTIÇA A DEMOLIÇÃO DE DUAS

De 24 a 28 de outubro, o Ministério Público do Trabalho (MPT) realizou força-tarefa nacional no polo gesseiro do Araripe. Ao todo, 83 empresas foram inspecionadas nas cidades de Araripina, Ipubi, Trindade e Ouricuri. Em dois estabelecimentos, o risco de desabamento da estrutura era tão grave que o órgão pediu à justiça que ordenasse a demolição deles. Ao todo, 997 trabalhadores foram beneficiados diretamente com a ação.

Participaram da força-tarefa quatro procuradores, oito analistas periciais, cinco motoristas e 16 policiais rodoviários federais. Das 83 empresas fiscalizadas, 66 estavam em pleno funcionamento, 17 estavam fechadas, interditadas ou desativadas.

De acordo com a coordenação da força-tarefa, o objetivo da ação foi inspecionar o maior número possível de empresas na região e propor medidas, o que inclui ações judiciais, para a regularização do meio ambiente de trabalho. Uma das principais preocupações do MPT tem a ver com a necessidade de proteção coletiva diante da poeira gerada na fabricação do gesso.

Segundo Vanessa Patriota, procuradora do Trabalho, que coordenou o grupo, as atividades transcorreram dentro da normalidade. No prazo de 15 dias, o MPT deve concluir os relatórios de inspeção e dar encaminhamento às medidas necessárias. Dentre os principais problemas verificados, falta de equipamento de proteção individual, excesso de poeira, água fornecida para os trabalhadores inadequada para o consumo (foram encontrados diversos bebedouros com insetos, poeira e lodo na água), falta de proteção contra quedas, entre outras irregularidades.

Balanço

Essa é a segunda força-tarefa nacional realizada pelo MPT no polo gesseiro pernambucano. Em 2015, o órgão realizou, entre 5 e 9 de outubro do ano passado, força-tarefa nacional para fiscalizar as empresas calcinadoras de gesso situadas no Sertão do Araripe. A ação verificou as condições de trabalho no polo gesseiro do estado, responsável pela produção de cerca de 95% do gesso do país, visando estabelecer novas estratégias de atuação frente à continuidade das irregularidades trabalhistas do setor.

Naquela ocasião, foram visitadas 78 empresas localizadas nos municípios de Araripina, Ipubi e Trindade. Ao todo, 1.164 trabalhadores foram diretamente beneficiados com a ação, que teve foco a verificação do registro de vínculo empregatício e o meio ambiente de trabalho das calcinadoras. O MPT expediu 18 recomendações de adequação para os empregadores e assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) relativo a trabalho infantil, constatado no município de Ipubi. Até o momento, foram movidas 67 ações judiciais.

Os procuradores do Trabalho e peritos do MPT constataram que, apesar das graves irregularidades ainda encontradas em algumas empresas, o setor como um todo vem se adequando às normas relativas à segurança e à saúde do trabalho, adotando equipamentos e técnicas que garantam maior proteção aos trabalhadores.

Novas ações judiciais devem ser ajuizadas nos próximos meses com a finalidade de obrigar as empresas encontradas com irregularidades a corrigi-las, sob pena de paralisação judicial de suas atividades e multa.

 

Da ASCOM/ MPT

Casal presencia acidente, tenta socorrer e tem carro roubado próximo a Monsenhor Hipólito

Um casal teve o carro roubado após se deparar com um acidente e parar para socorrer as vítimas na PI-229, próximo a cidade de Monsenhor Hipólito, a 369 km o Sul de Teresina. De acordo com o tenente Edimilson Pacheco dos Santos, da 4ª Companhia da Polícia Militar, um grupo de pelo menos seis homem fortemente armados eram os ocupantes do carro que tombou nas primeiras horas de quinta-feira (3).

“O casal estava passando pelo local logo depois de uma picape com seis homens tombar. Os dois foram tentar socorrer as pessoas e acabaram sendo assaltados. Logo depois fomos acionados e nos deslocamos até o local para fazer a averiguação do carro e tentar identificar os suspeitos”, disse.

hilux-mato

Ainda de acordo com o tenente, após fazerem uma vistoria no carro tombado, os policiais encontraram uma pistola .40 com o brasão da PM de São Paulo.

“Foi encontrado uma pistola e depois disso começamos a traçar possíveis suspeitos. Acreditamos que esse grupo é o mesmo que teria explodido um carro-forte no estado do Maranhão na terça-feira (29). A outra hipótese é de que eles estavam se preparando para fazer um assalto a banco na região”, afirmou Edimilson.

A Polícia Civil ficou responsável pelas investigações e uma das pistas é que o grupo fugiu pela BR-020, que liga o Piaui ao estado do Ceará. O carro tombado tem restrição de roubo na cidade de Quixeramobim, no estado cearense. (Do G1 Piauí)

 

Antônio Campos confirma avaliação da oposição, diz Armando

O senador Armando Monteiro (PTB) avalia que as declarações de Antônio Campos sobre o PSB, esta semana, reforçam a percepção anteriormente exposta por lideranças da oposição. “O advogado Antônio Campos confirma que esse grupo hegemônico do PSB não tem um projeto para Pernambuco, mas um projeto de manutenção do poder a qualquer custo”, afirma o petebista.
De acordo com Armando, Antônio Campos deu uma clara indicação da subordinação do governador a alguns membros família Campos, sobretudo no que toca à administração e à orientação política. “O pronunciamento contribuiu para fortalecer a imagem de que o governador Paulo Câmara é tutelado pela família”, assinala o senador.
Para Armando Monteiro, se constata, ao final, que o poder em Pernambuco virou objeto de disputa familiar. “Ao que parece, se supõe que Pernambuco é um feudo. Será que essa é a melhor tradução da nova política a que tanto o PSB se refere?”, questiona o senador.

QUEM VAI LIDERAR O GRUPO DE OPOSIÇÃO EM ARARIPINA? ALEXANDRE? ROBERTA ARRAES? OU ALUÍZIO COELHO?

O retrospecto dos “líderes” do PSB em Araripina, quiça, na Região, a exemplo de Alexandre e Roberta Arraes (ambos socialistas), não é muito animador e nem alentador.
Por Everaldo Paixão
Não para eles, que articulam apenas em seu favor, mas para aqueles que sempre os ladearam, como o vereador líder da bancada de situação Francisco Edvaldo (PSB), que se dependesse da força política do casal socialista no distrito que sempre foi bem votado, talvez não fosse ocupar uma vaga na Câmara Municipal em 2017.
O que motiva o vereador a essa fidelidade compartilhada e que sempre fez dos seus pronunciamentos na tribuna da câmara uma arma em defesa de uma gestão que só ele e uma meia dúzia acreditavam, todos nós sabemos os motivos, que por força de não querer entrar nos méritos dos fatos, nos impede de detalharmos para não particularizar o discernimento.
O PSB conseguiu emplacar duas representações na câmara e nem por isso entende-se que foi obra do partido e nem do casal socialista.  As vagas de Francisco Edvaldo e João Dias, todos dois que pertencem à sigla, eram favas contadas, o que podemos compreender que a influência da primeira dama e do prefeito não interferiu no somatório dos votos dos vereadores reeleitos.
O desafio agora é montar um grupo assim que o prefeito entregar a cadeira da prefeitura, para ver quem realmente segue fiel ao casal depois que não existir mais caneta para assinar pedidos de favorecimentos.
O que podemos já prever com os elementos fáticos que temos, é uma nova caminhada no encontro de uma nova liderança, ou a tentativa de se acomodar em um novo governo, ou esperar 2018 para realmente saber quem tem coragem de defender a bandeira de Roberta Arraes para deputada.
Eu lembro de uma confidência que recebi de um amigo que ouvindo um diálogo de aliados, sobre a preocupação de uma possível vitória de Pimentel em Araripina. Um deles demonstrando inquietação alertou o colega que a coisa ia ficar feia se o candidato Aluízio Coelho não ganhasse as eleições.  Aconteceu. O que também podemos cogitar dentro desse emaranhado complicado são situações diversas que envolvem o atual presidente da Câmara, Luciano Capitão (PMDB). Ele que garantiu não compartilhar do palanque do Prefeito e da Primeira Dama, votou e apoiou o candidato que todos eram unânimes em afirmar ser o preferido do Palácio e do PSB, inclusive dos cacifes partidários locais. Entenderam?
Camila Modesto (PMDB) também foi no mesmo barco. Impossível agora negar já que todos, entre eles, secretários municipais, aliados, vestiram a camisa branca disfarçada de laranja.
Será se ficarão todos no mesmo time já que muita gente maquiou esse fato nas eleições de 2016 em Araripina?
E por falar nisso, onde anda Aluízio Coelho?
Vai voltar a dar às caras para as futuras pretensões políticas?

 

2018 vem aí.