Em Araripina, Roberta Arraes fez carreata para comemorar vitória nas urnas

A deputado Roberta Arraes (PP), fez na noite de ontem segunda-feira (08) uma carreata pelas ruas de Araripina para comemorar sua reeleição.

Mesmo com uma perda de 9. 381 votos comparados a campanha de 2014 quando ela teve 38. 030 votos ela conseguiu se reeleger, obtendo 28. 249 votos no estado de Pernambuco. Em Araripina ela teve 11. 021 votos.

Em 2014 Roberta saiu derrotada das urnas, mesmo com a estrutura da máquina do governo municipal na época, e com a máquina do governo do estado, ela foi derrotada, tanto em Araripina, quanto no estado, perdendo para sua rival Socorro Pimentel, más em 2018 parece que foi um espécie de troco, a deputada Roberta Arraes conseguiu se reeleger, enquanto Socorro Pimentel ficou pelo caminho.

Amanhã a deputada Roberta Arraes estará na rádio Arari FM concedendo uma entrevista para falar sobre sua vitória e sobre os novos projetos.

Araripina em Foco/Eleições2018/Foto: Reprodução

Acidente com ex-prefeito de Ouricuri deixa duas vítimas

Um acidente trágico no final da manhã dessa terça-feira, próximo ao povoado de Lagoas, onde o saldo é de 2 pessoas mortas, uma mulher e uma criança, que faria 1 ano em novembro, filho do advogado Franklin Aquino e da senhora Paula, a criança Carlos Alberto Muniz Coelho Neto.

O ex prefeito de Ouricuri, Carlos Alberto Muniz Coelho, (Bibi Coelho), que estava no veículo de sua filha, ficou preso às ferragens e foi removido pelo Corpo de Bombeiros, levado ao hospital de Santa Cruz e encaminhado ao Hospital Regional Fernando Bezerra em Ouricuri, onde deu entrada consciente, com fratura em um dos punhos, um profundo corte na cabeça, o qual perdeu muito sangue preso às ferragens, no aguardo do Bombeiros.

Leia também 

Depois de quase 30 anos, Ouricuri terá novamente representação política na Alepe

João Campos supera a votação do pai Eduardo Campos, avó Ana Arraes e do bisavó Miguel Arraes

No local, as ferragens do veículo foram serradas para a retirada da vítima, (Bibi), o qual passou por avaliação médica no HRFB, e será submetido a uma tomografia para avaliar a lesão.

Os envolvidos seguiam para Petrolina, para um apartamento de propriedade do advogado Franklin, esposo de Paula, que conduzia o veículo, uma Jeep modelo Track da Chevrolet.

Segundo o sobrinho, Guga Coelho, no local, policiais relataram a suspeita de capotamento do veículo por várias vezes, devido a quantidade de buracos na pista, próximo a um posto de combustíveis em Lagoas.

No carro estavam, Bibi Coelho, a esposa Helena Coelho, a filha do ex prefeito, Paula , a babá da criança, de nome Rita e o bebê, esses dois últimos, vítimas fatais.

O acidente ocorreu por volta das 10 horas da manhã dessa terça-feira, 09 de outubro.

Araripina em Foco/Informação de Emanuel Cordeiro/Foto:Reprodução

Fernando Filho foi o segundo deputado federal mais votado em Araripina

O deputado federal Fernando Filho (DEM), despontou como o segundo deputado federal mais votado na cidade de Araripina, sertão do Araripe.

Fernando conseguiu tirar 4. 351 votos em Araripina, enquanto Nunes Rafael o primeiro colocado em Araripina, tirou 4. 874, uma diferencia de 523 votos de um para o outro.

Além do serviço prestado em Araripina, Fernando teve bons apoios, que o ajudaram a conseguir essa expressiva votação. Como é caso do vereador Presidente da Câmara Evilásio Mateus, que goza de uma grande amizade com Fernando Filho, e graças essa amizade ele tem conseguido buscar boas ações para Araripina.

Assim como Evilásio, os vereadores; Roseilton do Moraes, Aurismar Pinho de Nascente, Didô do Gergelim, os ex-vereadores Genival da Vila e Leonardo Batista, o vice-prefeito Bringel Filho também fizeram uma frente de apoio a Fernando Filho em Araripina.

Veja as ações realizadas do deputado federal Fernando Filho em Araripina

  • Cinco Ambulâncias para Secretaria de Saúde
  • Construção de 9 gabinetes Odontológicos
  • Compra de uma Van para transporte
  • Pavimentação de Rua em Paralelepípedo no distrito de Lagoa do Barro
  • Pavimentação de Rua em Paralelepípedo na cidade
  • Construção de uma Praça no distrito do Moraes
  • Construção de uma Quadra Esportiva no distrito do Moraes
  • Pavimentação em Paralelepípedo Rua da Liberdade
  • Aquisição de materiais e equipamentos para as unidades de saúde
  • Centenas de horas máquinas para reforma e ampliação de estradas rurais
  • Compra de materiais e manutenção do hospital e Maternidade Santa Maria

O emprenho de luta de Fernando para Araripina:

Empenhar esforços para viabilizar recursos para UTI do Hospital e Maternidade Santa Maria – Inadmissível um município com mais de 100 mil habitantes, a UTI mais próxima ficar no hospital Fernando Bezerra Coelho, tendo um hospital com uma boa estrutura aqui na cidade.

Construção do Matadouro Público – A mais de cinco anos o Ministério Público fechou o único matadouro que tinha na cidade, fazendo com que a carne oferecida aos araripinenses venha de animais abatidos ninguém sabe aonde, dificultando o controle sanitário desse animal.

Pavimentação de Ladeiras – Araripina tem 22 ladeiras que são usadas diariamente por estudantes e agricultores, aonde o serrista precisa de ladeiras bem feitas para poderem escoar a sua produção.

Volta do Programa Cisternas de Polietileno – O maior programa de cisternas já visto no Brasil e em Araripina inicialmente colocamos 600 cisternas, onde a população aprovou tanto as cisternas que chegamos a 4. 500 só em Araripina, oportunidade em que tínhamos um sertanejo como nós no Ministério da Integração, que era o atual senador Fernando Bezerra Coelho, que foi quem criou esse projeto.

Através do ministério do esporte procurar reformar e ampliar o Estádio Municipal, garantindo o retorno do Bode do Araripe ao campeonato Pernambucano – As tardes de domingo e as noites de quarta-feira movimentavam muito a cidade de Araripina, quando o Bode do Araripe ia jogar com os times do Sport, náutico, Santa Cruz, Salgueiro e tantos outros da elite do futebol Pernambuco. O povo de Araripina sente muita falta desses momentos e sabemos que para esse sonho voltar a ser realidade o Estádio Chapadão do Araripe precisa de uma reforma e de uma ampliação).

  • Apoio as associações de Moradores e agricultura familiar

Dar apoio aos arranjos produtivos locais, como – Gesso, Mandiocultura, Capriovinocultura e apicultura.

Araripina em Foco/Eleições2018/Foto: Reprodução

Ministro do TSE manda Facebook derrubar 33 fake news sobre Manuela

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos determinou, na segunda-feira, 8, em caráter liminar, a retirada de 33 fake news sobre Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT). Segundo a decisão, o conteúdo deve ser retirado em até 24 horas do ar pelo Facebook. Os autores devem ser identificados pela rede social à Justiça e o Ministério Público Eleitoral deve ser intimado a se manifestar sobre o caso.

Em representação, os advogados da coligação ‘O Povo Feliz de Novo’ (PT/PC do B/PROS) afirmam que “as pessoas representadas responsáveis pelas contas e páginas no Facebook teriam se utilizado da rede social para ofender e difamar a candidata Manuela D’Ávila e a coligação representante, por meio da publicação de vídeo, no qual se atribui condutas moralmente reprováveis à candidata”.

Além disso, a defesa afirma que as publicações “contém trechos de vídeo de autoria da candidata,com inserção de matéria jornalística a respeito de manifestação ocorrida no Rio de Janeiro, na qual há imagem de dois manifestantes distribuindo imagens de santas e chutando crucifixos”.

“Após a apresentação das referidas imagens, é inserido novo trecho de vídeo da candidata

produzido para combater a homofobia nas escolas. Entretanto, aparece sua voz ao fundo com

sobreposição de imagens que deturpariam o real conteúdo da publicidade”, afirmam os advogados.

O ministro entendeu ser ‘viável’ a concessão da liminar para derrubar o conteúdo pelo fato de as publicações “mancharem a imagem da candidata perante o público católico e cristão, com o objetivo evidente de interferir no pleito eleitoral”. “Ademais, a mídia foi claramente editada com uso de montagem – por meio da qual se desvirtuou o conteúdo original do vídeo produzido pela candidata representante para combater a homofobia nas escolas -, contendo agressão e ataque à imagem da candidata, atribuindo-lhe conceito sabidamente inverídico”, anotou.

Ele decidiu que “deve ser deferido o pedido liminar para imediata retirada do conteúdo ora

impugnado, bem como para disponibilização dos dados pessoais dos responsáveis pelas publicações, nos termos do art. 34 da Res.-TSE n 23.551/2017, uma vez que se trata de o medida necessária para eventual responsabilização”. “Ante o exposto, defiro o pedido liminar para determinar que a empresa Facebook retire, no prazo de máximo de 24h, o conteúdo hospedado nas URLs acima identificadas”, determinou.

O ministro ainda obrigou o Facebook a, “no prazo de 48h, fornecer a identificação do número de IP da conexão usada para realização do cadastro inicial no Facebook; e ii) os dados pessoais dos criadores e dos administradores dos perfis”.

 

Fonte: IstoE

Homem é preso por violência doméstica em Araripina. PE

Um homem identificado como Osvaldo José de Moraes Neto, de 41 anos, foi preso ontem, segunda-feira dia (08), pelo crime de violência doméstica em Araripina, no Sertão de Pernambuco. O fato aconteceu na Rua Rui Barbosa, centro da cidade.

Segundo informações dos policiais da 9ª CIPM, ao chegarem na casa da vítima, foi encontrada a faca que o acusado usou  para ameaçar a companheira, dessa forma, os envolvidos foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil local, para serem tomadas as previdências cabíveis. Ainda de acordo com os policiais, havia uma testemunha no local que confirmou o relato da vítima.  O acusado foi autuado em flagrante. B.O 2178/2018. 

 

Araripina em Foco/Foto: Ilustrativa

 

Partido Novo afirma que não vai apoiar nenhum candidato no 2º turno

O partido Novo informou na manhã desta terça-feira, 9, que não deve apoiar ninguém no segundo turno das eleições presidenciais, que serão decididas entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). “O Novo não apoiará nenhum candidato à Presidência, mas somos absolutamente contrários ao PT, que tem ideias e práticas opostas às nossas”, diz nota da legenda enviada à imprensa.

Com pouco mais de 2,7 milhões de votos, o candidato João Amoêdo, líder do partido, ficou em quinto lugar na disputa presidencial, à frente de nomes como Marina Silva (Rede), Henrique Meirelles (MDB) e o senador Alvaro Dias (Podemos).

Na segunda-feira, 8, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Amoêdo chegou a elogiar o economista Paulo Guedes, coordenador econômico da campanha do capitão reformado. “Ele tem algumas ideias que se assemelham ao que defendemos, como mais liberdade econômica e privatização de estatais”, afirmou. “O problema é que essas propostas vêm do assessor econômico. Bolsonaro, como deputado (o candidato está em seu sétimo mandato na Câmara), nunca foi um grande defensor dessas pautas”, disse.

No entanto, um dia depois, a sigla tomou a decisão de manter a neutralidade. “O cenário presidencial no segundo turno não é aquele que desejávamos. Manteremos nossa coerência e nossa contribuição se dará através da atuação de nossa bancada eleita”, informa o documento. Nessas eleições, a sigla elegeu oito deputados federais, onze estaduais e um distrital.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

‘Juntas’, cinco mulheres estreiam mandato coletivo na Assembleia Legislativa de PE

Pela primeira vez na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), um grupo de cinco mulheres passa a ocupar uma das 49 vagas da casa. Sob o codinome “Juntas”, o grupo, filiado ao PSOL, foi eleito com 39.175 votos e pretende dividir, além do gabinete e das decisões políticas, a remuneração e os benefícios financeiros.

O grupo é formado pela jornalista Carol Vergolino, pela estudante de letras Joelma Carla, pela ambulante Jô Lima, pela professora Kátia Cunha e pela advogada Robeyoncé Lima, a primeira transexual do Norte e Nordeste do país a usar o nome social na carteira da Ordem dos Advogados do Brasil.

“Ocupar esses espaços é muito importante. Somos muito mais do que um corpo político. Dizemos que somos cinco, mas somos 50, 500, 50 mil mulheres juntas. A legislação eleitoral é individualista e a gente espera essa experiência de ‘mandata’ sirva de inspiração para outras pessoas”, afirma a advogada Robeyoncé, que se inspirou, junto com o grupo, em outros mandatos coletivos exercidos em Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

Temas como política para as mulheres, direito à educação e moradia são algumas das bandeiras da “mandata”, palavra adotada pelo grupo como o feminino de “mandato”. Com a mudança, as mulheres do Juntas têm o objetivo de reforçar o que o grupo pretende defender na Alepe.

“Somos uma ‘mandata coletiva’ porque somos feministas. A gente entra para rasgar esse sistema político e para dizer que a política pode acontecer de outro jeito, por isso a gente inverte a lógica linguística e trazemos essa ideia de coletividade, em que tudo vai ser decidido em conjunto”, explica a jornalista Carol Vergolino.

Como funciona para a Justiça Eleitoral

De acordo com o assessor da Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral, Orson Lemos, não existe impedimento para candidaturas coletivas, mas a legislação não contempla todos os participantes de uma única vez. Para a lei, uma pessoa do grupo é tida como o representante oficial, responsável por participar das votações e da tomada de decisões com outros deputados estaduais.

“O nome delas na urna é ‘Juntas’, porém só está inscrita uma delas. Só uma delas deve ser diplomada e vai receber a posse. Se as outras vão ser nomeadas dentro do gabinete, é algo decidido entre elas. Se a representante faltar às sessões, as outras não podem dar o voto”, esclarece Lemos.

Nas urnas, o grupo foi representado pela ambulante Jô Cavalcanti, que, segundo o Tribunal Regional Eleitoral, é a representante legal das cinco. “Vamos dividir tudo. Desde os salários até as decisões, que vão chegar para nós através de um conselho político composto por movimentos sociais. A representante sou eu, mas tudo vai ser dialogado”, afirma Jô.

Bancada feminina dobra na Alepe

Em relação às eleições de 2014, o número de mulheres escolhidas para ocupar cargos na Alepe dobrou em 2018. No domingo (7), 10 parlamentares conquistaram vagas e passam a representar 20,4% das 49 cadeiras da Casa Joaquim Nabuco. A candidata Gleide Ângelo (PSB) foi a candidata mais votada entre os deputados estaduais, com mais de 412 mil votos.

2° turno: propaganda eleitoral no rádio e na TV começa dia 12

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV recomeça nesta sexta-feira (12) e vai até dia 26 de outubro, antevéspera da votação do 2º turno – que é domingo, dia 28. Segundo o G1, os programas serão transmitidos de segunda-feira a sábado, em dois horários por dia. Além da disputa para presidente entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), haverá também 2º turno para o governo em 13 estados e no Distrito Federal.

Os candidatos a presidente terão 5 minutos cada um para divulgar suas propostas:

No rádio: das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na TV: das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40

Os candidatos ao governo também terão 5 minutos cada um;

No rádio: das 7h10 às 7h20 e das 12h10 às 12h20. Na TV: das 13h10 às 13h20, e das 20h40 às 20h50

Nos estados onde há apenas 2º turno para presidente, a propaganda eleitoral dura 10 minutos. Naqueles em que há 2º turno também para governador, 20 minutos;

A ordem de veiculação da propaganda de cada partido ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito será definida por sorteio da Justiça Eleitoral;

Nos próximos dias, será a primeira propaganda aquela que foi veiculada por último na véspera. As demais seguem a ordem do sorteio;

A lei proíbe a veiculação de propaganda que possa “degradar ou ridicularizar candidatos”, com punição de “perda do direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito do dia seguinte” para partido ou coligação que cometer esse tipo de infração.

 

Segundo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no período de 12 a 26 de outubro, as emissoras de rádio e de televisão e os canais de televisão por assinatura também reservarão, para cada cargo em disputa, 25 minutos, de segunda a domingo, nos quais serão veiculadas inserções de 30 e 60 segundos.

Paulo diz que aliados vão precisar se adequar a modelo de gestão

O governador reeleito de Pernambuco, Paulo Câmara, do PSB, foi entrevistado pela TV Globo na manhã de hoje, um dia após vencer no primeiro turno das eleições. Nesta manhã, o candidato reafirmou o compromisso de concluir as obras do estado que precisam de continuidade, principalmente na área da saúde e na segurança pública, e falou sobre as alianças feitas durante o pleito.

“A gente está focando na questão da saúde sabendo das dificuldades, sabendo que a procura pelo serviço público aumentou muito nos últimos anos. [Vamos] encurtar as distâncias, tanto é que nós estamos fazendo o Hospital Geral do Sertão lá em Serra Talhada, que já está em obras”, disse o governador.

Câmara foi reeleito com 50,70% dos votos válidos. O governador obteve 1.918.219 votos, enquanto Armando Monteiro, o segundo colocado, obteve 1.361.588, ou 35,99% do total de votos válidos.

O governador reeleito afirmou que os aliados vão ter de que se adequar ao modelo de gestão adotado atualmente. A chapa que reelegeu Câmara contou com uma coligação de 13 partidos. “Agora, nossos aliados vão ficar e vão trabalhar na nossa forma de pensar, na nossa forma de agir. Nós temos um modelo de gestão que tem resultados, que tem metas, que tem objetivos muito claros. Isso vai ser cobrado por toda a equipe”, afirmou.

Saúde

De acordo com Paulo, a construção do hospital em Serra Talhada vai diminuir em cerca de 400 km a distância que as pessoas do Sertão percorrem quando precisam dos serviços de média e alta complexidade. O governador prometeu concluir a obra no segundo semestre de 2019.

“[Vamos] concluir obras fundamentais de UPAs especialidades. A gente tem que concluir Palmares, Escada, Carpina e vamos inaugurar, ainda esse ano, Goiana, então isso vai dar uma cobertura também das UPAs especialidades importantes”, apontou Câmara.

“Temos o Hospital da Mulher de Caruaru, também, justamente para fazer os partos de risco, vai ter um hospital totalmente adequado. E vamos buscar, realmente, atender melhor e atender mais, foi isso que a gente procurou fazer nesses últimos anos, tanto é que a produtividade aumentou, a procura também, e isso precisa ser muito bem colocado, muito bem dosado”, disse.

Segurança

Além dos compromissos na área da saúde, o governador declarou que Pernambuco vai terminar 2018 com os índices de segurança abaixo dos números de 2016 do Pacto Pela Vida.

“Em algumas regiões, são números melhores do que o melhor momento do Pacto Pela Vida, que foi o ano 2013. Isso mostra que é uma construção, um caminho que está sendo feito pelas nossas polícias no âmbito da política do Pacto Pela Vida, que envolve a sociedade civil, envolve os poderes, que está construindo, está conseguindo ter resultados”, disse.

13º do Bolsa Família

Outra promessa dessa campanha, o 13° do Bolsa Família, o governador explicou de onde pretende buscar recursos para o cumprimento da proposta.

“Nós vamos implantar o programa em 2019, no final do ano, com recursos do fundo de erradicação da pobreza a partir de remanejamentos orçamentários do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que nós já verificamos onde nós podemos fazer isso”, explico

Segundo Câmara, toda a receita que o programa vai colocar na economia de Pernambuco “vai voltar ao estado a partir da circulação que isso vai ocorrer no comércio”. Na noite de hoje, o governador reeleito vai para uma reunião em Brasília com o PSB.

G1/PE

Candidato do ex-presidente Lula é o mais votado em Araripina

Em Araripina, PE o candidato do ex-presidente Lula, Fernando Haddad foi o mais votado. Haddad obteve 24. 840 votos 64,66% dos votos válidos em Araripina. Na segunda colocação ficou Ciro Gomes com 6.536 votos, percentual de 16, 99% dos votos válidos. Na terceira colocação ficou o candidato do PSL Jair Bolsonaro com 5. 790 votos, um percentual de 15,05 dos votos válidos.

Haddad teve o apoio da deputada Roberta Arraes em Araripina, que colocou sua campanha na imagem do ex-presidente Lula, mesmo sendo contra a lei eleitoral.

Leia Também

Araripina: Roberta Arraes reeleita deputada estadual

Depois de quase 30 anos, Ouricuri terá novamente representação política na Alepe

Fernando Filho, deputado apoiado por Evilásio Mateus em Araripina está eleito

Acompanhe a votação dos demais candidatos à presidência em Araripina

JOÃO AMOÊDO NOVO 0,58%223 votos

CABO DACIOLO PATRI  0,57%221 votos

MARINA SILVA REDE 0,29%113 votos

GUILHERME BOULOS PSOL 0,17%65 votos

ALVARO DIAS PODE 0,14%52 votos

VERA PSTU 0,04%15 votos

JOÃO GOULART FILHO PPL 0,01%5 votos

EYMAEL DC 0,01%3 votos

Brancos 874 2,01%

Nulos 4.068 9,37%

Válidos 38.473 88,62%

Araripina em Foco/eleições2018/Foto: Reprodução