Bolsonaro passou por drenagem após apresentar febre

A equipe médica que atende o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) constatou febre e uma “pequena coleção de líquido ao lado do intestino” e submeteu o deputado a uma drenagem, segundo boletim do Hospital Albert Einstein emitido nesta quinta-feira.

Após apresentar febre de 37,7°C, foi realizada uma tomografia computadorizada de tórax e abdômen que evidenciou a presença do líquido. Bolsonaro então foi submetido a uma drenagem “guiada por imagem, sem intercorrências”.

Bolsonaro “está com dreno no local e evolui sem dor” segundo o boletim. A nota informa ainda que a dieta líquida por via oral introduzida na quarta-feira está com boa aceitação, associada à alimentação endovenosa. O capitão recebeu alta da UTI após a segunda cirurgia no último domingo e está na unidade de tratamento semi-intensivo.

Afastado da campanha eleitoral desde 6 de setembro, quando foi esfaqueado em Juiz de Fora, Minas Gerais, Bolsonaro tem visitas limitadas por recomendação médica. Apenas pessoas autorizadas pela família podem vê-lo pessoalmente. O candidato não tem previsão de alta.

O Globo