“Ninguém assalta ônibus com fuzil”, diz ministro em recado a Paulo Câmara

Em entrevista no Resenha Política, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, criticou o governador Paulo Câmara (PSB), que tem cobrado de Michel Temer (PMDB) maior participação no problema da segurança pública em Pernambuco. “Não tiro a responsabilidade do governo federal”, disse. “Mas ninguém assalta ônibus com fuzil, ninguém assalta no sinal dos centros urbanos com fuzil”.

Diante do aumento da violência no Estado, Paulo Câmara afirmou que iria cobrar a Temer ações de inteligência contra o crime organizado e contra o contrabando de armas e o tráfico de drogs nas fronteiras.

“Eu acho que ele pode transferir uma responsabilidade de uma parte da insegurança na questão do crime organizado, mas a ponta não está no crime organizado”, argumentou Bruno Araújo. “Há a necessidade de organizar o aparelho de segurança. Há nitidamente um problema de segurança, com questões que não tem nada a ver com controle de fronteiras”, acrescentou.

Bruno Araújo definiu Paulo Câmara como um “homem de bem, dedicado”. “Mas evidentemente, com a morte do governador Eduardo Campos, o PSB perdeu a sua principal liderança, que catalisava as divergências”, afirmou.

Violência recorde em Pernambuco: 47,7% mais mortes

Nos primeiros 59 dias de 2017, 976 pessoas foram assassinadas em Pernambuco. O número é 47,7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 661 pessoas foram mortas. Os dados – obtidos antecipadamente, com exclusividade, pelo Portal FolhaPE – deverão ser divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) apenas no dia 15 de março. Em fevereiro deste ano, o Governo mudou a metodologia e deixou de divulgar diariamente os números de homicídios.

Até o fechamento dos números, ainda pode haver uma pequena variação na quantidade de assassinatos, já que alguns inquéritos policiais que investigam a causa da morte podem ser concluídos como homicídio.

A violência no Estado já vinha apresentando índices alarmantes. Dezembro de 2016 havia sido considerado o mês mais violento dos últimos dez anos, com 472 assassinatos. Em janeiro deste ano, a estatística voltou a crescer, com 479 homicídios. O número disparou em fevereiro de 2017 e passou a liderar o ranking, com 497 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), uma média de 17,75 mortes por dia.

A última vez que um número tão alto havia sido contabilizado foi em janeiro de 2007, quando houve 459 assassinatos. Na época, o Pacto Pela Vida (PPV) ainda não havia sido lançado. Os dados não são uma surpresa para a SDS. Uma projeção feita no início da segunda quinzena de fevereiro já apontava que o mês dos Festejos de Momo deveria acabar com uma média de 500 assassinatos.

PPV em crise

O total de crimes ocorridos em 2016 – 4.479 – expõe a pior crise do Pacto Pela Vida, programa que, em maio, chegará a uma década de implantação. No mesmo período de 2015, foram 3.889 homicídios. Confira os números ano a ano:

Ano – Assassinatos

2006 – 4.634
2007- 4.591
2008 – 4.528
2009 – 4.018
2010 – 3.509
2011 – 3.507
2012 – 3.321
2013 – 3.100
2014 – 3.434
2015 – 3.889
2016 – 4.479

Dados regionais
A estatística criminal das 26 áreas integradas de segurança (AIS) teve seus índices mais altos na AIS 14 (Caruaru e outros 14 municípios do Agreste) e AIS 8 (Paulista, também na RMR), com 91 e 87 assassinatos, respectivamente, em janeiro e fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, a AIS 14 teve 58 mortes e a AIS 8 teve 39.

As áreas onde houve mais aumento dos crimes foram a AIS 22 (que compreende os municípios de Belém do São Francisco, Floresta, Itacuruba, Carnaubeira, Petrolândia, Inajá, Tacaratu e Jatobá, no Sertão) e a AIS 8 (Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Itapissuma, Itamaracá e Araçoiaba, na Região Metropolitana do Recife). A AIS 22 aumentou de 5 para 14 mortes e a AIS 8 cresceu de 39 para 87.

Leia mais:
Violência em Pernambuco é 6 vezes maior que a de SP
Sobre a violência, Paulo Câmara diz que é preciso parceria

Apenas a AIS 19 (Arcoverde e outras 9 cidades do Sertão), teve redução nos primeiros meses deste ano (em um confronto com o mesmo período ano passado, com um crime a menos – baixou de 19 para 18. Já a AIS 20 (Afogados da Ingazeira, Tabira e São José do Egito, também do Sertão), permaneceu com o mesmo índice de CVLIs – foram dez mortes. Ou seja: nenhuma delas conseguiu uma redução significativa.

Na tabela abaixo é possível ver o detalhamento dos crimes por área de segurança. Homicídios em presídios não são listados dentro das AIS.

 

Áreas de segurança Pernambuco (AIS)

Recife
AIS 1 –Santo Amaro, Boa Vista, Ilha Joana Bezerra e São José
AIS 2 – Espinheiro, Iputinga, Cordeiro, Madalena, Água Fria e Campo Grande
AIS 3 – Boa Viagem, Ibura, Brasília Teimosa
AIS 4 – Várzea, Curado, Jardim São Paulo, Torrões e Afogados
AIS 5 – Apipucos, Guabiraba, Brejo da Guabiraba, Passarinho, Dois Unidos, Vasco da Gama e Alto do Mandú

Região Metropolitana
AIS 6 – Jaboatão dos Guararapes e Moreno
AIS 7 – Olinda
AIS 8 – Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Itapissuma, Itamaracá e Araçoiaba
AIS 9 – São Lourenço da Mata e Camaragibe
AIS 10 – Ipojuca e Cabo Santo Agostinho

Interior
AIS 11 – Nazaré da Mata, Vicência, Carpina, Lagoa do Carro, Lagoa do Itaenga, Paudalho, Goiana e Itambé
AIS 12 – Vitória de Santo Antão, Gravatá, Escada, Primavera e Amaragi
AIS 13 – Palmares, Catende, Xexéu, Ribeirão, Sirinhaém, Barreiros e São José da Coroa Grande
AIS 14 – Caruaru, Riacho das Almas, Agrestina, Cupira, Altinho, Ibirajuba, Lagoa dos Gatos, Panelas, Jurema, Bezerros, Barra de Guabiraba, Bonito, São Joaquim do Monte, Camocim de São Félix e Sairé
AIS 15 – Belo Jardim, Pesqueira, Sanharó, São Bento do Una e São Caetano
AIS 16 – Limoeiro, Surubim, Casinhas, Bom Jardim e Feira Nova
AIS 17 – Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Toritama e Vertentes
AIS 18 – Garanhuns, Águas Belas, Caetés, Lajedo, Canhotinho e Terezinha
AIS 19 – Arcoverde e Buíque
AIS 20 – Afogados da Ingazeira, Tabira e São José do Egito
AIS 21 – Serra Talhada e Calumbi
AIS 22 – Belém do São Francisco, Floresta, Itacuruba, Carnaubeira, Patrolândia, Inajá, Tacaratu e Jatobá
AIS 23 –Salgueiro e Parnamirim
AIS 24 –Ouricuri, Araripina e Trindade
AIS 25 – Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande
AIS 26 – Petrolina

Folha de Pernambuco

Homem paga compras de idosa após ter cartão recusado em supermercado

O simples ato de se preocupar com o próximo pode ser considerado algo valioso hoje em dia. No mundo moderno, onde estamos sempre conectados, resolvendo problemas e olhando apenas para o nosso próprio umbigo, quando alguém decide fazer uma boa ação, certamente chamará a atenção de quem está ao seu redor.

Assim foi o caso do australiano Ryan O’Donnell, de 34 anos. Enquanto fazia compras num supermercado com os filhos, o homem se comoveu ao ver uma idosa ter seu cartão recusado inúmeras vezes na fila do caixa. Sem pensar duas vezes, O’Donnell decidiu pagar pelas compras da senhora, que já estava com os itens empacotados no carrinho.

“Eu já tinha feito as minhas compras, então fui até o funcionário e perguntei qual era o valor dos produtos. Ele disse que eram US$ 44 dólares (R$ 138), e que o cartão dela continuava sendo recusado por falta de saldo. Então eu apenas dei US$ 50 (R$ 156) para ela”, contou o australiano ao programa “The Today Show”.

A história virou notícia após ser contado nas redes sociais por uma pessoa que fotografou a cena.

O australiano ficou surpreso com a repercussão do caso e disse que fez “algo pequeno” que seus pais sempre o ensinaram: ajudar os outros sempre que puder e da melhor forma que for capaz.

Para PMDB, sem reforma da Previdência, é ‘tchau Bolsa Família’

A reforma da Previdência Social é um dos grandes objetivos do governo de Michel Temer (PMDB) para 2017, considerada essencial para o equilíbrio das contas públicas. No entanto, é uma proposta de caráter impopular, uma vez que vai estabelecer uma idade mínima, de 65 anos, para aposentadoria, e um tempo mínimo de contribuição de 49 anos para a aposentadoria integral.

Em suas primeiras reuniões, a comissão instalada para debater a proposta de reforma do governo já está dividida se vai aceitar – ou não – que os brasileiros precisem ter uma determinada idade para pedir o benefício. A fim de evitar que a pressão popular seja mais um motivo para deputados justificarem um voto contrário ao governo na questão, o PMDB, partido do presidente, está fazendo uma defesa ostensiva da proposta nas redes sociais.

Em uma publicação de quinta-feira, na página oficial da legenda no Facebook, a ameaça é clara: “Se a reforma da Previdência não sair”, correm sérios riscos programas sociais do governo, como o Bolsa Família e o Fies (financiamento estudantil). Na imagem, está a frase, com quatro itens elencados abaixo –”Tchau Bolsa Família”, “Adeus Fies”, “Sem Novas Estradas”, “Acabam Programas Sociais” – e o logo do PMDB.

Esta é mais uma polêmica gerada após a chegada do marqueteiro Lula Marques à legenda. Marques, que ajudou a construir a figura do “João Trabalhador” da campanha de João Doria (PSDB) em São Paulo, foi contratado pelo presidente do PMDB, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) com carta branca.

Acompanhado da imagem, vem a mensagem explicativa:

“Um país sem o investimento mínimo necessário em saneamento básico; sem melhorias em estradas, portos e aeroportos e com cortes nos programas sociais fundamentais. Para evitar que este seja o cenário do Brasil no futuro, é necessário reformar a Previdência, que hoje está em crise e ameaça as melhorias que o país tanto precisa.”

Procurado pelo site de VEJA, o governo federal afirmou que não vai se manifestar sobre a publicação.

O vice-presidente e secretário de comunicação do PT, Alberto Cantalice, chamou a postagem de “terrorismo midiático”.  “Os usurpadores (do poder) perderam completamente o senso do ridículo. Na falta de qualquer justificativa plausível para impor a esdrúxula “reforma” da Previdência, resolveram pela via da marquetagem assombrar a população”, afirmou no site do partido.

 

Bodocoense comete o suicídio dentro da cadeia pública de Moreilândia – PE

Um detento da cadeia pública da cidade de Moreilândia, na região do Araripe no Sertão de Pernambuco, foi encontrado morto na manhã dessa terça-feira (28), dentro de uma cela daquele estabelecimento prisional.

De acordo com a polícia, a vítima Antônio de Jesus, agricultor, amasiado, 34 anos, que era natural de Bodocó – PE, foi encontrado morto perdurado por uma corda na janela da cela e amarrada em voltado próprio pescoço.

O detento se encontrava recolhido na referida cela, sozinho e a polícia não soube precisar o horário exato, nem as causas do suicídio.

O corpo da vítima foi removido e o caso registrado na Delegacia de Polícia Civil da 209ª Circunscrição de Moreilândia – PE, onde foi aberto IP (Inquérito Policial), para investigação do ocorrido. (Reportagem: Blog do Nilson Macedo)

Vagas de emprego para Araripina

As informações são da Agência do Trabalho de Araripina, e foram atualizadas na data dia 03, de março.

1 Demonstrador (a) de produtos Medio completo       958,00  + 1 mês Demostrar diariamente funcionalidades e sabores  produtos no comercio.

1 Promotor (a) de Vendas     Médio completo      937,00 + 3 meses           Trabalho interno e externo, experiência com vendas                 

1Auxiliar administrativo Médio completo não informado * vaga para Ouricuri (exclusiva para PCD ( Deficiente)                  

Para mais informações procure a Agência do Trabalho de Araripina.

Vice-governador recebe deputada de Araripina

Acompanhada do marido, Alexandre, que já foi prefeito de Araripina, a deputada Roberta Arraes (PSB) foi recebida em audiência nesta quinta-feira (2), no Recife, pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry (PMDB).

Ela levou ao conhecimento do vice os principais problemas da região do Araripe, da qual é uma das representantes na Assembleia Legislativa junto com a também deputada Socorro Pimentel (PSL), esposa do prefeito Raimundo Pimentel (PSL).

O Araripe é o maior produtor de gesso de Pernambuco mas se destaca também pela criação de caprinos e de ovinos, pela produção de mel de abelha e pelo plantio de mandioca.

O vice garantiu à deputada que vai agendar uma visita à região para uma troca de opiniões com os empresários locais sobre a melhor maneira de desenvolver a sua economia.

Desde que assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em fevereiro último, Raul Henry tem feito uma série de viagens pelo interior de Pernambuco para manter o governador Paulo Câmara informado sobre os seus arranjos produtivos. A última delas foi a Petrolina, onde conversou com o prefeito Miguel Coelho (PSB) sobre os problemas do Vale do São Francisco. Do Inaldo Sampaio

Prefeitura de Araripina inicia estudos para reforma do Chapadão do Araripe

O prefeito Raimundo Pimentel, visitou recentemente  o Estádio Municipal Gilson Tiburtino de Souza – Chapadão do Araripe – junto com o secretário de Esportes e Lazer, Amon Nunes, para avaliarem a situação do gramado.

Devido ao abandono e falta de manutenção, o gramado que já foi considerado um dos melhores de Pernambuco, está completamente destruído e inviabilizando a prática esportiva no estádio.

Preocupado com essa situação, o prefeito convidou técnicos de uma empresa especializada em grama sintética para viabilizar a construção de um projeto para o Chapadão do Araripe.

Após a finalização do projeto, Raimundo Pimentel irá encaminhá-lo ao Ministério dos Esportes para a obtenção dos recursos necessários para a execução da obra.

Barragem da Transposição do Rio São Francisco rompe em Sertânia

Uma parte da Barragem de Barreiros, que integra o sistema da Transposição do Rio São Francisco, apresenta desde a manhã desta sexta-feira, 3, um rompimento. A barragem tem capacidade média de 5 milhões de metros cúbicos de água. Engenheiros estão no local analisando os danos gerados.

Autoridades do governo já foram avisadas do problema no município de Sertânia, em Pernambuco.

As comunidades que moram na região já foram alertadas sobre o rompimento.

Segundo informações do Blog Nill Júnior, a Barragem ainda não foi comprometida em 100% de sua estrutura. Ainda de acordo com o blog, o dano afetou parte importante da estrutura e que muita água está indo embora. São mais de dez caçambas movendo pedras e areia para tentar conter o vazamento, mas a situação é complexa.

O vazamento começou por baixo da parede, em uma depressão que surgiu e acaba escoando grande volume de água.