Oposição apoia movimento criado por pré-candidato em Igarassu

Na noite de ontem, lideranças políticas estiveram reunidas no Centro Mariápolis Santa Maria, em Igarassu, para um encontro com o pré-candidato a deputado estadual Miguel Ricardo. Além do prefeito da cidade, Mario Ricardo, e da vice-prefeita Elcione Ramos, outros pré-candidatos e políticos como Armando Monteiro, Jorge Corte Real, Mendonça Filho, Daniel Coelho e Jorge Carreiro marcaram presença no evento em apoio ao movimento #TamoJunto, proposto por Miguel.

Filho de Mario Ricardo, atual prefeito de Igarassu, Miguel é estreante na jornada por uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco e vem como pré-candidato associado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). “Quero trazer uma mensagem de esperança. Juntos podemos batalhar por um futuro melhor. Eu não podia ficar parado com tanta coisa acontecendo no nosso estado. Quero trabalhar com sensibilidade, voltar a ter orgulho de ser pernambucano e resgatar a autoestima de toda nossa gente. ‘Tamo junto!’”, vibrou o jovem empresário.

Francisco Edivaldo assume interinamente a presidência da Câmara de Araripina

Na manhã dessa sexta-feira (13) cumprindo o processo administrativo o vereador Evilasio Mateus, que está interinamente como prefeito de Araripina, passou a presidência da Câmara de vereadores para o seu vice-presidente Francisco Edivaldo.

As mudanças ocorreram devido a uma viajem do prefeito Raimundo Pimentel e do vice-prefeito Bringel Filho, que estarão entre os dia 12 e 20 de julho na cidade de Santo Tirso, em Portugal de participando do programa de Cooperação Internacional promovido e custeado exclusivamente pela União Europeia. O objetivo do programa é promover o intercâmbio entre as duas cidades em projetos de desenvolvimento urbano.

Assessoria de Imprensa/Foto: Reprodução

IBGE classifica Araripina como a principal cidade do Araripe

O município mais central do Araripe Pernambucano sofreu perdas ao longo dos anos em razão da pouca influência política comparada a Araripina.

Recentemente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE divulgou nova divisão geográfica com foco nas articulações políticas, sociais e econômicas do Brasil revisando divisão feita em 1990 e confirmou o que a população de Ouricuri já identificou: Ouricuri vem caindo ao longo dos anos e perdeu seu status regional de capital do Araripe.
O IBGE, sem alterar as regiões político-administrativa de cada Estado, subdividiu em 2017 os municípios em regiões intermediárias e em regiões imediatas (https://www.ibge.gov.br/apps/regioes_geograficas/). No caso de Pernambuco, o Estado foi dividido em quatro regiões geográficas intermediárias, a saber: Recife, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina.

De acordo com o Portal MundoGeo (http://mundogeo.com/blog/2017/06/30/ibge-divulga-nova-divisao-territorial-com-foco-nas-articulacoes-regionais/ acesso em 09/07/2018/), as regiões geográficas imediatas “são estruturadas a partir de centros urbanos próximos para a satisfação das necessidades imediatas das populações, tais como: compras de bens de consumo, busca de trabalho, procura por serviços de saúde e educação e prestação de serviços públicos, como postos de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do Ministério do Trabalho e de serviços judiciários, entre outros”.

Já as Regiões Intermediárias “articulam as Regiões Geográficas Imediatas de funções urbanas de maior complexidade, como serviços médicos especializados ou grandes universidades”, como é o caso de Petrolina.
O Sertão do Araripe, agora para o IBGE, é a região imediata de Araripina, a qual pertence a Região Intermediária de Petrolina. Desse modo, como se observa da imagem seguinte, a principal cidade do Araripe para o IBGE é Araripina.
Isso decorre diretamente de uma movimentação política em torno de Araripina, apesar de ficar mais distante do que Ouricuri da maioria dos Municípios da microrregião.

Ao longo dos anos a população de Ouricuri e suas cidades mais próximas (Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade e Bodocó) sentiram a perda de equipamentos públicos para Araripina, como o caso da Justiça do Trabalho, sede da OAB, Faculdade de Direito, SESI, Hemodiálise (apesar de Araripina não possuir UTI), Delegacia Regional de Polícia Civil, dentre outras estruturas.

Situação oposta a Ouricuri ocorreu com Serra Talhada que em breve terá voos regulares para a Capital pernambucana (lembrando que Ouricuri já teve, mas perdeu. Hoje no local do Aeroporto apenas uma área abandonada que uma vez por ano se realiza uma festa dançante).

Com a passividade da população de Ouricuri e um orgulho vazio que não reelege prefeito, apesar de trocar de famílias (Coelho e Ramos) a cada quatro anos, o Município sente o peso da divisão do seu próprio povo que há cerca de 30 anos não elege um deputado estadual, quando já possuiu dois ao mesmo tempo na Assembleia Legislativa.
Ouricuri ao que parece não conseguiu ainda perceber que tem sofrido vergonhosas perdas ao longo das últimas três décadas o que diminuiu o ritmo do crescimento da cidade, agora confirmada pelo IBGE. Para se ter uma ideia, comenta-se na cidade que o SENAI que hoje funciona em Bodocó não foi instalado em Ouricuri por falta de apoio local consistente na compra de um terreno pelo Município.

Bel. Leandro da Conceição Benício (Advogado)

Gleisi reconhece legitimidade da candidatura de Marília

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffman disse hoje no Recife que a  pré-candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes ao governo do estado,  reconheceu a legitimidade do pleito e o peso da base que quer levar o projeto adiante, mas alegou que o pessoal (defensores de Marília) “entende a estratégia nacional e sabe que o que muda a vida do povo efetivamente é um projeto nacional de mudança das bases na condução da política brasileira”,.

Gleisi Hoffmann também reafirmou a posição do PT de consolidar a parceria nacional com o PSB. “Achamos importante formar um campo de centro esquerda no país que possa lutar junto com os brasileiros. O que estamos vivendo no nosso país hoje é uma tragédia para o nosso povo”, justificou a petista. Sobre a possibilidade do PSB liberar os diretórios estaduais na eleição presidencial, a petista frisou que a decisão do PT é de uma aliança nacional.

“Temos conversado com o nosso partido internamente a respeito disso. Sabemos das questões locais. O governador também tem conversado com o PSB. Acho que devemos fazer um esforço para formatar um campo firme para resgatar o Brasil”, analisou. (Do Diario de Penambuco – Rosália Rangel)

Bolsonaro agora quer se encontrar com Trump

Jair Bolsonaro (PSL) esteve com o embaixador dos Estados Unidos, Peter Michael McKinley, há menos de duas semanas.

O presidenciável tem dito a aliados que é preciso se aproximar dos EUA.

Parentes dele ainda tentam um encontro com Donald Trump.

Procurada, a embaixada americana informou que respeita a “independência do processo eleitoral”.

E que está se reunindo com os principais presidenciáveis do país, mas não especificou quem mais recebeu. (Folha Painel)

Ciro ataca Temer de “Crime eleitoral à luz do dia”

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, disse nesta 5ª feira (12.jul.2018) que o presidente Michel Temer (MDB) “pratica crime eleitoral à luz do dia”. A declaração foi uma resposta à supostas ameaças de Temer de retirar cargos de membros do PP que decidirem apoiar o pedetista nas eleições.

“Isso é problema do Tribunal Superior Eleitoral, porque na medida que o presidente da República fala em cargo versus voto e apoio eleitoral e partidário, parece que é 1 crime eleitoral praticado a luz do dia. O que sendo o Temer não me surpreende em nada”, disse durante coletiva de imprensa em evento do PDT em Fortaleza (CE).

Até o momento, o ex-ministro de Temer Henrique Meirelles é apresentado como pré-candidato do MDB ao Planalto. Mas a confirmação só deve vir na convenção do partido. Já Ciro Gomes negocia apoio de legendas do cobiçado grupo chamado “centrão”, como DEM, PP e SD.

No evento, Ciro falou sobre as negociações com o PSB e comentou o apoio ao PT manifestado nesta 5ª pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

“O PSB tem sido corretíssimo conosco. O presidente [do PDT] Carlos Lupi está conduzindo as comunicações. O PSB de São Paulo gostaria de uma aliança com Alckmin e o de Pernambuco, com toda coerência, gostaria de uma com o PT”.

Também presente no evento, Lupi não se mostrou preocupado com a decisão do apoio do diretório pessebista pernambucano. “[Paulo Câmara] está pensando na eleição dele. É natural, mas ele é 1 democrata, a maoiria do PSB é quem tem de decidir”.

Do blog Poder 360

88% dos que se planejam para aposentadoria abrem mão de gastos do cotidiano, apontam SPC Brasil

Manter o padrão de vida durante a aposentadoria é o desejo de muito brasileiros, principalmente entre os que se preparam para essa fase. Mas para isso, algumas vezes é necessário abrir mão de gastos supérfluos ou abrir mão de algum sonho de consumo. É o que revela pesquisa realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O levantamento aponta que 88% dos entrevistados que se preparam ativamente para a aposentadoria afirmam fazer adaptações no orçamento para garantir que a reserva seja suficiente.

As principais medidas adotadas incluem redução de saídas a bares e restaurantes (49%), compra de itens supérfluos em supermercados (46%) e gastos com viagens (40%). Outro dado que chama a atenção é o fato de 21% reduzirem gastos com plano de saúde, sobretudo nas classes C,D e E (24%).

A pesquisa também aponta que 13%, por sua vez, esperam enfrentar algum tipo de aperto financeiro nesta fase — principalmente na faixa dos 55 anos (22%). Nove em cada dez mostram-se dispostos a aumentar o tamanho da sua atual poupança, sendo que 67% destacam não ter condições de guardar um montante maior nessa fase e apenas 22% conseguem separar no momento uma parte maior do orçamento para o futuro. Já 12% dizem não estar em seus planos ampliar as reservas – seja por faltar recursos financeiros (9%) ou não ser prioridade (2%).

“Os que vêm se planejando para a aposentadoria não querem perder o estilo de vida conquistado durante o período produtivo. A maioria espera manter os hábitos de consumo e até realizar coisas que antes eram quase impossíveis por falta de tempo. Para isso, procuram ter uma disciplina financeira que permita continuar com o mesmo poder de compra lá na frente. Além, é claro, de aproveitar o tempo livre com atividades de lazer e, até mesmo, viagens para conhecer lugares novos”, comenta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

38% dos que contribuem com a previdência social admitem que valor da aposentadoria não será suficiente para sustento

Considerando as reservas financeiras que dispõem, 74% dos que se preparam para a aposentadoria acreditam que manterão um estilo de vida confortável após deixarem o mercado de trabalho. Entre aqueles que mencionam contribuir com a previdência social (INSS), 45% acham que o valor da aposentadoria será suficiente para seu sustento – sendo que 24% imaginam manter o padrão de vida atual e 22% um padrão de vida menor. No entanto, 38% reconhecem que o valor não será suficiente para seu sustento — percentual que chega a 54% na classe A/B.

Segundo ainda revela a pesquisa, 43% acreditam que não conseguiriam pagar as contas no caso de ficarem incapacitados de trabalhar e tivessem de se aposentar mais cedo (especialmente as classes C, D e E). Outros 57% acham que teriam condições de se manter, principalmente por dispor de uma reserva financeira (36%), enquanto 15% estariam tranquilos com o valor pago pelo INSS e 13% por ter seguro de vida com cobertura de invalidez.

Para quem possui o hábito de guardar parte do orçamento de olho em uma aposentadoria tranquila, as aplicações financeiras têm se mostrado uma opção interessante. Desse universo, 75% acompanham suas reservas com frequência, sendo que 32% consideram a prática uma forma de manter a disciplina na hora de guardar dinheiro. Outros 22% relatam que esse controle é necessário para buscar investimentos com retornos mais rentáveis. Por outro lado, o levantamento constatou um dado preocupante: 25% relatam que não acompanham seus investimentos — seja para evitar gastar o dinheiro com outras coisas (11%) ou por não achar necessário (10%).

40% encontram dificuldades em definir a melhor forma de guardar dinheiro para aposentadoria; 59% não calculam quanto devem poupar para manter padrão de vida no futuro

Seis em cada dez (59%) entrevistados que se preparam de forma ativa para a aposentadoria afirmam ter sido fácil escolher a forma adequada de guardar dinheiro , sendo que 39% mencionam possuir conhecimento necessário e 20% citam que tiveram ajuda de um especialista. Por outro lado, 40% consideram a decisão difícil, sobretudo pelas inúmeras opções disponíveis no mercado (21%) e pela falta de conhecimento das possibilidades de poupar (20%).

Quando questionados sobre a maneira de mensurar o valor a ser guardado para manter o padrão de vida no futuro, 41% afirmam ter calculado a quantia necessária, enquanto 59% não fizeram essa conta — percentual que sobre para 62% nas classes C, D e E. Considerando apenas os que realizaram algum tipo de cálculo, 42% fizeram um levantamento do padrão de vida desejado com a ajuda de simuladores na internet ou aplicativos. Ao passo que 42% calcularam manualmente.

Levando em conta os que não fizeram algum tipo de cálculo, 47% guardam como podem, sem saber ao certo se a quantia será suficiente. Outros 26% acreditam que o valor é suficiente, mesmo sem ter feito cálculo algum; e 25% afirmam pagar somente a previdência social (INSS) para garantir o mínimo de sustento.

“O ideal é que a pessoa complemente a contribuição feita ao INSS com outro tipo de reserva financeira, desde o início da vida profissional – assim consegue diluir a quantia ao longo do tempo. Esta é a melhor maneira de ter um valor suficiente para se manter durante a aposentadoria. Quanto mais alto for o padrão de vida desejado, maior deve ser o valor mensal a ser poupado”, orienta o educador financeiro do SPC Brasil e do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli.

Dados do SPC Brasil e CNBL

Araripina em Foco/Redação/Foto: Reprodução

Lagoa do Barro com Prefeito e Presidente de Câmara

Nunca na história o distrito de Lagoa do Barro gozou de tamanho poder administrativo, durante os 8 dias o distrito vai ter um prefeito e um presidente de Câmara.

Com a viajem do prefeito de Araripina Raimundo Pimentel e do vice-prefeito Bringel Filho para a cidade de Santo Tirso, em Portugal, quem assumiu a prefeitura de Araripina foi o vereador Evilásio Mateus, que é presidente da Câmara, então quem assume a Câmara é o vice-presidente o vereador Francisco Edivaldo, ambos são filhos de Lago do Barro, será uma semana para ficar na história do distrito.

A viajem do prefeito e do vice é para participar de mais uma etapa do programa de Cooperação Internacional promovido e custeado exclusivamente pela União Europeia. O objetivo do programa é promover o intercâmbio entre as duas cidades em projetos de desenvolvimento urbano.

Em maio, uma comitiva de Portugal composta por vereadoras e secretárias de governo esteve em Araripina conhecendo o riacho São Pedro e o parque Waldemiro Lacerda – que são as obras que integram o projeto de cooperação internacional.

Araripina em Foco/Damião Sousa/Foto: Reprodução

Número de roubos em Pernambuco cai 21,94% no primeiro semestre de 2018

primeiro semestre de 2018 terminou com uma queda de 21,94% no número de roubos em Pernambuco, segundo a Secretaria de Defesa Social. Os dados divulgados nesta quinta (12) mostram que o estado registrou 49.824 ocorrências de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), o que corresponde a uma redução de 14.003 casos em comparação ao mesmo período em 2017.

A diminuição foi identificada em todas as regiões do estado: 21,55% na Zona da Mata, 19,44% no Agreste e 13,22% no Sertão. Na Região Metropolitana do Recife, a redução registrada foi de 23,84%, já que foram contabilizados 19.211 roubos no primeiro semestre de 2017 contra 14.631 na metade inicial de 2018.

Em relação a junho deste ano, foi identificada uma redução de 20,39% no número de roubos no comparativo com o mesmo mês no ano passado, que caiu de 10.256 para 8.165 casos. Também na comparação entre os meses de junho em 2017 e 2018, houve queda de 30,66% no Sertão; 22,53% no Grande Recife; 21,54% no Agreste; e 15,16% na Zona da Mata.

A secretaria atribui o resultado positivo ao aumento do efetivo policial iniciado em setembro de 2017. Desde então, o estado colocou mais 2,8 mil policiais nas ruas, 1,3 mil novos profissionais nas polícias Civil e Científica e 278 novos bombeiros militares.

Outros dados do levantamento

  • número de pessoas autuadas em flagrante subiu 41% no primeiro semestre deste ano, com 15.706 prisões contra 11.115 no mesmo período de 2017.
  • número de assaltos a ônibus caiu 48%: de janeiro a junho do ano passado, foram registradas 844 ocorrências contra 439 no primeiro semestre de 2018.
  • programa Alerta Celular, lançado no ano passado, recuperou 2.406 aparelhos de celulares roubados no primeiro semestre deste ano em Pernambuco, número 610% superior ao registrado no mesmo período de 2017.
  • O estado também apontou uma queda de 27% no número de roubos de celulares neste ano em comparação com a metade inicial de 2017.
  • No comparativo entre os meses de janeiro e junho de 2017 e 2018, foi registrada uma diminuição de 19,6% em roubos de carros em Pernambuco.
  • número de roubos de cargas teve uma queda de 16% entre janeiro e junho deste ano no estado.
  • Houve a diminuição de 33% de crimes contra instituições financeiras (bancos, carros-fortes e caixas eletrônicos) em Pernambuco: foram 52 ocorrências no primeiro semestre de 2017 contra 35 na metade inicial deste ano.

Fonte: G1 Petrolina

Polícia Militar frustra roubo de carga na BR-428 em Santa Maria da Boa Vista, PE

Uma equipe da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) frustrou o roubo de uma carga na BR-428, em Santa Maria da Boa Vista (PE). De acordo com a 7ª CIPM, quando o policiamento passava pelo km 130 da rodovia, se deparou com um caminhão-baú parado na pista, momento em que alguns homens abandonaram o veículo e fugiram pela caatinga.

Outras equipes da PM foram ao local, realizaram buscas pela área, mas não conseguiram localizar o grupo.  Posteriormente, os ocupantes do veículo – o motorista, de 54 anos, seu ajudante, de 38, e um vendedor, de 57 – foram encontrados e relataram ao policiamento que 5 homens portando armas de fogo interceptaram o caminhão e ao se depararem com os policiais, fugiram sentido ao município de Lagoa Grande, também no Sertão do São Francisco.

De acordo com informações repassadas ao Blog do Carlos Britto, a carga do veículo, 2.800 caixas de biscoito com 30 pacotes cada, não foi levada pelos homens, que ainda conseguiram subtrair um aparelho celular. As vítimas foram encaminhadas à Delegacia de Santa Maria da Boa Vista, para que fossem tomadas medidas legais cabíveis.

Fonte: O Povo com a Notícia