Virada de Ciro Gomes sobre Fernando Haddad não é impossível, aponta pesquisa RecordTV

Com base nos votos que cada candidato pode ganhar ou perder, o Real Time mediu o piso e o teto de cada presidenciável. Esse recorte mostra uma projeção interessante. Se Haddad cair ao mínimo e Ciro for ao máximo, Ciro pode ir ao segundo turno.

Mesmo no máximo, Bolsonaro não venceria em primeiro turno.  – Bolsonaro tem 34% de votos. Pode receber 4% dos que votam em outros candidatos, mais 3,5% dos indecisos. O máximo estimado para a votação é de 41,5%. Com a possibilidade de perder 5% dos votos, o mínimo pode ser de 29%.   – Haddad tem 24% de votos. Pode receber 5% dos que votam em outros mais 3,1% dos indecisos. O máximo estimado para a votação é de 32,1%. Com a possibilidade de perder 5% dos votos, o mínimo pode ser de 19%.

Ciro tem 12% de votos. Pode receber 5% dos que votam em outros candidatos, mais 4,2% dos indecisos. O máximo estimado para a votação é de 21,2%. Com a possibilidade de perder 3% dos votos, o mínimo pode ser de 9%.

– Alckmin tem 6% de votos. Pode receber 2% dos que votam em outros candidatos, mais 1,8% dos indecisos. O máximo estimado para a votação é de 9,8%. Com a possibilidade de perder 2% dos votos, o mínimo pode ser de 4%.

Pesquisa encomendada por: Record TV. Período de realização: 3 e 4 de outubro de 2018. Número de amostras: 10.000 entrevistas. Margem de erro: 2%. Nível de confiança: 95%. Registro: BR-05770/2018.

Fonte – https://ndonline.com.br