Grupo oferece R$1.000 por hostilidade contra Ciro Gomes

O Movimento Endireita Brasil, a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, postou em sua conta no Twitter uma proposta, no mínimo, questionável.A mensagem, apagada do perfil oficial, oferecia um pagamento de R$ 1.000 para quem hostilizasse o ex-ministro Ciro Gomes, do PDT, enquanto ele jantava em um restaurante de São Paulo na sexta-feira.“O Ciro Gomes foi visto agora no restaurante Due Cuochi, do Itaim, tomando um Barolo de centenas de reais a garrafa. Se alguém estiver perto, hostilize o cara. Mas ele é esquentadinho, filmem. O MEB paga R$ 1000 pelo vídeo”, dizia o post.

A assessoria do ex-ministro, procurada pelo Estado de S. Paulo, comentou apenas que ele tomou gin tônica e teve uma noite agradável.

Ciro Gomes teria resolvido seguir no local, mesmo com os assessores tendo o alertado da mensagem. A possibilidade de abertura de um processo será analisada.

Charles Nisz@charlesnisz

Movimento Endireita Brasil oferece R$ 1000 a quem hostilizar Ciro Gomes

PassarinhA@passarinh_a

O Fascismo quer tomar conta do Brasil.
Não vão, não, BB!
Este é MEB,”Movimento Endireita Brasil” https://twitter.com/denergiovanini/status/716320604392173570 

DENER GIOVANINI

@denergiovanini

Manda agredir e ainda paga mil reais pela filmagem? Me recuso a acreditar que isso está ocorrendo no Brasil.

Ver imagem no Twitter

Ailton Medeiros@blogdoailton

Não demora o movimento “Endireita Brasil” comeca oferecer dinheiro para liquidar adversários. E @agenciapf não age.

Stanley Burburinho@stanleyburburin

Bruno Ribeiro @brsamba
Hahaha! Em vídeo, Ciro Gomes manda recado ao Movimento Endireita Brasil: “Paguem os R$… http://fb.me/7MXZdFz2P