Presidenciáveis têm novo embate nesta sexta, durante debate na RedeTV!

Os candidatos à Presidência da República participaram de debate nesta sexta-feira (17/8), às 22h, na emissora Rede TV!. Este será o segundo embate na TV entre os postulantes a presidente – o primeiro foi promovido pela Bandeirantes –, mas o primeiro evento do tipo realizado após o registro das candidaturas e programas de governo junto à Justiça Eleitoral.

Nessa quinta-feira (16), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele participasse do confronto de ideias da Rede TV!, em São Paulo – o líder petista está preso desde abril, em Curitiba (PR), condenado em segunda instância na Lava Jato. A defesa do ex-presidente anunciou que recorrerá da decisão, devendo solicitar ainda nesta sexta que ele seja substituído no evento pelo candidato a vice na coligação, o ex-prefeito paulista Fernando Haddad.

Devido ao fato de que condenados em segunda instância judicial, em tese, tornam-se inelegíveis pelos critérios da Lei da Ficha Limpa, a participação de Lula no pleito deste ano tem sido contestada. Até a noite dessa quarta, já tramitavam na Corte Eleitoral sete pedidos de impugnação do registro de candidatura do ex-presidente. Também nesta noite, um advogado do Rio de Janeiro entrou com solicitação no mesmo sentido contra a participação de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) na disputa ao Planalto: o deputado federal também têm processos contra ele em curso no Supremo Tribunal Federal (STF).

O petista e o militar da reserva lideram, até agora, as pesquisas de intenção de voto. No cenário sem Lula, Bolsonaro passa à frente da corrida eleitoral. Portanto, é provável que as situações de ambos – e seus direitos de disputarem a Presidência – sejam exploradas pelos adversários durante o debate da Rede TV. Os mediadores do embate desta sexta-feira serão os jornalistas Mariana Godoy, Boris Casoy e Amanda Klein. Mais quatro jornalistas terão direito a fazer duas perguntas cada.

Os eleitores podem acompanhar a discussão por celular, tablet ou computador, onde a dinâmica será diferente da televisão e o início está previsto para 14h. As transmissões serão nas plataformas Facebook, Twitter, YouTube e Portal da RedeTV!.

Sequência do debate
Primeiramente os candidatos responderão à pergunta: “Por que o senhor(a) quer ser presidente do Brasil?” Cada um dispõe de 45 segundos de fala. Depois eles partirão para o confronto direto: terão 30 segundos para formular as perguntas e as respostas não podem ultrapassar 45 segundos.

O segundo bloco será dedicado às perguntas dos jornalistas e os presidenciáveis terão 1 minuto para responder. Outro confronto direto se segue no terceiro bloco e depois cada candidato disporá de 45 segundos para considerações finais.

Metropoles/Foto:Reprodução